Modelo é parecido com o MacBook e deve possuir ótima configuração.

A Xiaomi, uma empresa chinesa fabricante de produtos eletrônicos e com sede em Pequim, na China, está sendo especulada quanto ao lançamento de seu primeiro notebook.

Isso porque, além dos rumores de que a organização esteja investindo na tecnologia para entrar no mercado, o presidente Lei Jun revelou, em sua conta no Weibo, uma rede social famosa no país, que a marca estaria realmente preparando o lançamento do portátil e que este estaria muito próximo de acontecer.

Verdade ou não, a notícia ganhou ainda mais credibilidade nesta sexta-feira, dia 1, ao vazar uma imagem na rede social sobre o que seria um pedaço do computador da Xiaomi, já sendo comparado na aparência com o MacBook da Apple, uma vez que este teria semelhanças quanto ao material utilizado na sua construção.

Além disso, o logotipo da marca estaria centralizado de maneira semelhante entre as duas. Como se sabe, a marca Apple é caracterizada com a maçã com iluminação a LED e, em relação ao novo notebook, já se espera que a companhia chinesa tenha preparado algo semelhante para o design de seu aparelho portátil, como diferencial estratégico e assimilar a qualidade de ambas.

Com aparência fina e leve, tudo indica que o computador virá com especificações fortes, podendo-se citar, de acordo com rumores que surgiram pela companhia nas últimas semanas, o processador i7 de quarta geração e com suporte de placa de vídeo NVIDIA GeForce GTX 760M, além de 8 GB de memória RAM DDR4.

Ainda, outro importante diferencial é que este poderá vir em duas versões, um menor com a tela de 12,5 polegadas e outro maior com 13,3 polegadas, ambos equipados já com Windows 10.

Apesar de a data de lançamento ainda não ter sido anunciada, espera-se que este ocorra já neste mês, uma vez que, de acordo com rumores na área dos portáteis, a chinesa já teria encaminhado convites para evento que irá lançar o primeiro laptop da Xiaomi. Outra especulação é a de que isto ocorra em agosto, mês em que a organização normalmente lança novos produtos na área e que integram o portfólio, sabendo-se que a empresa já está produzindo um novo smartwatch, o novo smarphone Redmi Note 4 e um óculos de realidade virtual.

Kellen Kunz


Xiaomi lançará seu primeiro notebook em breve. Fabricação está prevista para o primeiro semestre de 2016 e o lançamento poderá ocorrer até o final do mesmo ano.

A Xiaomi, empresa popular da China, está, atualmente, com grande destaque no mercado e conforme dados recentes da Canalys ocupa o sexto lugar na escala mundial do TOP 10 das empresas que trabalham com dispositivos móveis. A companhia executa seus planos com sucesso, já que seus produtos são considerados de alta qualidade e possuem preços que as demais empresas não conseguem chegar.

A Xiaomi, ainda que conhecida, principalmente, pela produção de smartphones, também conta com outros tipos de mercadorias, como, por exemplo, pulseiras fitness. Agora, a empresa está prestes a expandir seus negócios e irá adentrar no mercado de notebooks.

Na quarta-feira, dia 23 de setembro, Richard Lee, presidente da Iventec Corp., confirmou que a Xiaomi, de fato, lançará seu primeiro notebook em breve, conforme dito no site www.wantchinatimes.com.  As negociações estão limitadas entre duas empresas e a produção do notebook está prevista para a primeira metade de 2016, sendo que o lançamento deve ocorrer até o final do mesmo ano.

A parceria da Xiaomi com a Inventec já existe há mais tempo, uma vez que já montaram cerca de 30 milhões de smartphones em 2014 e tiveram envolvimento no comércio de tablets.

Considerada com a “Apple da China”, a Xiaomi poderá trazer novidades ao mercado dos notebooks. Na entrevista mencionada acima, Lee disse que espera que a chegada da Xiaomi no segmento de notebooks traga algo de novo.

As pessoas estão apostando que o aparelho será semelhante ao MacBook e terá como sistema operacional o Linux. Os detalhes acerca das especificações técnicas e do design ainda não foram divulgados. Informações sobre o valor do produto também não foram oficialmente divulgadas, mas se a empresa seguir a mesma estratégia que usou com os smartphones, com certeza podemos aguardar um notebook muito bom e com um preço que deixará as concorrentes em uma situação difícil. Existem especulações na mídia tawanesa de que o valor será a partir de 2.999 yuan, que correspondem a cerca de R$ 1.930 atualmente.

Resta-nos esperar ansiosamente a chegada do produto ao Brasil!

Por Bruna Rocha Rodrigues

Notebook da Xiaomi





CONTINUE NAVEGANDO: