Mais de uma década. Esse foi o tempo em que o sistema apresentado em 2001 por Bill Gates obteve suporte por parte da Microsoft. O segundo sistema mais usado do mundo, ficando atrás apenas do WINDOWS 7 deixará de ter suporte da empresa nesta semana, ou para ser mais exato na terça-feira (08/04).  As últimas duas atualizações de segurança marcam o último prego no caixão do querido Windows XP.

A primeira falha de segurança que será corrigida diz respeito a uma falha no Internet Explorer, navegador tão criticado por todos e que reinou soberano nos primeiros anos do XP no mercado, afinal não existia concorrente naquela época. Esse update vem desde o IE 6 até o IE 8 e é uma atualização para tapar uma vulnerabilidade crítica, segundo a Microsoft.

A segunda atualização e não menos importante é para corrigir uma falha no Office 2003, suíte de segurança que também deixa de receber suporte no mesmo dia que o sistema criado pela Microsoft. Uma falha é crítica e outra é grave, ou seja, recomendável atualizar quando o update estiver disponível.

No presente momento, o número de usuários do XP chega a 20% de toda a fatia referente aos sistemas operacionais para computadores. No Brasil a maioria dos bancos privados utiliza o Windows XP em seus terminais. Por mais que houve uma acomodação, os esforços para atualização são gigantescos. Mas nem tudo está perdido. A suíte de segurança da Microsoft ficará atualizada até 2015. Após isto, nem as atualizações de definições de vírus serão disponibilizadas para a plataforma XP.

A partir de agora, o XP não terá mais nenhum suporte em segurança. Todas as falhas que existirão para o sistema não serão mais corrigidas ou reparadas deixando os usuários à mercê dos aproveitadores, que agora tem total liberdade de fazer qualquer estrago no sistema. Há um medo muito grande que parte deles que estão estocando falhas para atacar após o final do suporte, programado para o dia 8 de abril.

Por Leandro de Souza

Windows XP

Foto: Divulgação


Quem é indeciso, vai ficar feliz com esta notícia: a Acer, uma das grandes no mercado de notebooks, vai lançar oficialmente um netbook capaz de rodar Android e Windows XP. A novidade já pode ser vista na feira Taipei Computer Applications Show, na China.

A fabricante desenvolveu um software chamado Acer Configuration Manager, o responsável por gerenciar os dois SO.

De acordo com a Acer, o Android serviria para o usuário rodar aplicativos mais leves ou baseados na web. Já o Windows XP todos sabem, para trabalhar com programas mais pesados.

Com tela de 10.1 polegadas, HD 160 GB, Atom N450 e 1 GB de memória RAM, o netbook Acer AOD255 tem previsão de custar 375 dólares.

Por Camila Porto de Camargo

Fonte: IDGNow!


Uma das maiores preocupações de quem tem um notebook, além do desempenho, é o consumo de energia. Para quem anda por aí com um portátil à tira-colo, isso pode fazer a diferença entre fechar ou não um negócio.

E tem muita gente envolvida no processo de melhor a gestão de energia nos computadores, sejam PCs desktop ou notebooks. De um lado estão os processadores com voltagem menor; do outro, o sistemas operacionais que precisam otimizar o gasto de energia.

Falando nisso, uma empresa chamada Mindteck resolveu testar o consumo de energia e fez uma comparação entre o Windows 7 e o XP, os sistemas operacionais mais populares do mercado. E a conclusão é bem simples: em matéria de economia, o Windows 7 dá um banho no XP, se saindo muito melhor na maioria das situações.

Portanto, quem tem um notebook com uma quantidade razoável de memória (no mínimo 2 GB, eu diria) e ainda usa o XP, tem um ótimo motivo para fazer o upgrade para o Windows 7.

Por Maximiliano da Rosa


Donos de computadores (desktop ou notebooks) devem estar atentos à uma informação que vem do setor de suporte da Microsoft e que diz respeito ao Windows XP SP2. A partir do dia 13 de Julho de 2010 a empresa não dará mais suporte ao sistema. Portanto, é bom que os usuários façam a atualização do mesmo antes desse período. O bom é que o suporte ao SP3 vai até 2014.

Essa informação pode parecer estranha, mas faz parte do ciclo de vida do software. Afinal, o Windows XP já tem 10 anos de vida, e está mais que na hora dos usuários migrarem para um sistema mais novo e mais seguro. Não custa nada lembrar que há poucos dias vazou na internet informações sobre uma grave falha de segurança no XP.

Uma boa ideia é atualizar o sistema para o Windows 7, que não é muito mais pesado que o XP, e roda bem mesmo em máquinas um pouco mais antigas.

Por Maximiliano da Rosa





CONTINUE NAVEGANDO: