Novo tablet intermediário da Samsung possui configurações modestas e custará cerca 289 euros.

Recentemente, diversas imagens e rumores envolvendo um novo tablet da Samsung estavam circulando pela internet. Apesar das especulações, pouco se sabia sobre o novo aparelho da fabricante sul-coreana. Agora, a empresa colocou fim aos rumores e anunciou seu mais novo tablet, o Galaxy Tab A 10.1.

A empresa oficializou o lançamento do gadget na Alemanha. O novo produto conta com especificações de aparelho de entrada. Ele possui uma tela de 10,1 polegadas e resolução de 1920 x 1200 pixels. O Galaxy Tab conta ainda com 2 GB de RAM e um processador de oito núcleos rodando a 1,6 GHz. Seu armazenamento interno é de apenas 16 GB, mas expansível via microSD de até 200 GB. Ele ainda conta com uma câmera de 8 megapixels com abertura F1.9 e flash. A câmera também suporta gravações Full HD em 30 fps. Uma câmera frontal de 2 megapixels foi implementada pela Samsung para videochamadas e selfies. O tablet virá com o mais novo sistema operacional móvel do Google, o Android Marshmallow (6.0). Ele oferecerá quase um pacote completo de conectividade, incluindo Wi-Fi, Bluetooth, USB 2.0 e 4G LTE.

O design do aparelho segue os traços semelhantes aos utilizados em outros produtos da Samsung. Esteticamente, o tablet se assemelha a um smartphone de tamanho gigante da empresa asiática. Apesar do enfraquecimento do mercado de tablets em todo mundo, a Samsung espera conseguir manter sua fatia de mercado com novos lançamentos destinados ao público menos exigente em termos de hardware. Segundo dados das consultorias IDC e Gartner, o mercado global de tablets já apresenta maturidade e está em forte queda nos últimos anos. De qualquer forma, oferecer opções para os consumidores parece ser uma das estratégias utilizadas pela Samsung para reverter o cenário. Caso contrário, a inovação será peça fundamental para resgatar o seguimento.

Apesar de configurações limitadas, a versão apenas com Wi-Fi do Galaxy Tab A 10.1 custará cerca de 289 euros, cerca de R$ 1,1 mil na conversão direta, sem impostos. Já a versão com 4G custará 349 euros, cerca de R$ 1,3 mil. A Samsung não forneceu nenhuma informação sobre quando seu novo tablet estará disponível em outro mercados. Também não há qualquer indício de lançamento no Brasil nos próximos meses.

Por William Nascimento


O ano de 2014 será uma revolução em todos os sentidos para o mercado de Tablets de todo o mundo. E, para dizer a verdade, o fato é que o público brasileiro é fã de tecnologias e de dispositivos móveis de forma geral. Mas, seja como for, esse ano será pautado no que tange a aparelhos tecnológicos cada vez mais voltados para jogos.

Aliás, a força dos games na era digital é algo que todos conseguem notar. Por isso, para informar ainda mais os nossos leitores e os interessados em jogos, vamos falar um pouco a respeito dos melhores Gadgets que foram criados justamente para fazer a felicidade dos fanáticos por jogos. Pra sermos mais específicos, com efeito, falaremos dos tablets com sistema operacional Android.

O Wikipad, por sua vez, é um tablet com formato de videogame que possui muitos pontos positivos como um design bacana, a facilidade em termos de manejo e a possibilidade de curtir vários jogos com a chance de poder jogar contra pessoas de todo o mundo. Esse dispositivo, em todo o caso, tem 7 polegadas e excelentes recursos para quem ama games e afins.

Outra opção de tablet feito exclusivamente para jogos é o Archos Game Pad, um dos melhores tablets dessa modalidade. O fato é que esse aparelho, com efeito, custa US$ 149,99 na Amazon. Esse tablet tem processador 1,6 Ghz, 1 Gb de RAM, entre outras funções de suma relevância. 

O Asus Transformer Pad Infinity TF 700, por sua vez, é o indicado para os jogadores que estão buscando um tablet com ótima resolução. Esse aparelho tem memória RAM de 1 Gb e o hard drive é de 32 Gb e vem com teclado qwerty, o que é uma boa para todos os seus donos.  

Seja como for, muitas são as opções de tablets para o fantástico mundo de jogos. Faça sua escolha e aproveite, curta os jogos.

Por Juan Wihelm

Foto: divulgação


A DL trouxe ao mercado mais uma novidade de tablet, é o HD7 Plus fabricado com vários recursos, um deles permite que você acesse remotamente outros computadores e ainda pode abrir arquivos e programas.

Para o acesso remoto funcionar ambos os equipamentos devem estar conectados a internet. Muito útil para quem tem um desktop de mesa e quer acessar determinado arquivo em outro ambiente ou até mesmo dentro de sua empresa.

Outra novidade do HD7 Plus é que você pode escolher 2 opções para o layout do tablete, ele usa a interface do Android utilizado em todos os modelos comuns e um layout desenvolvido especialmente pela DL na qual se baseia em janelas. Para usar estes layouts é necessário ter uma conta no Google.

Ele vem com Android 4.0, 1 GB de memória RAM e 1.5 GHz de processamento. Tem tela de 7 polegadas capacitiva de alta sensibilidade, suporte Wi-Fi e 3G, um outro recurso bacana é que o aparelho tem saída HDMI para conseguir ligar diretamente em sua tv. Também Vem com uma câmera na parte frontal.

O HD 7 Plus esta disponível na cor preta e pink com o preço de R$499,00.

Por Mariana Rodrigues


Segundo um relatório de fornecedores de peças de Taiwan, a próxima geração do iPad mini poderá contar com uma tela de Retina. Os boatos apontam para a AU Optronic como responsável pela fabricação das telas do novo tablet da Apple, que poderá ter uma ótima resolução, melhor ainda do que a do iPad 4.

Por ter sido lançado junto com o iPad 4 e o iPhone 5, ambos trazendo  tela de Retina de alta definição, o iPad mini recebeu diversas reclamações por trazer uma tela com somente 163 pixels por polegada.

Por esse motivo, a Apple teria decidido investir mais pesado na produção das telas do mini tablet, que traria uma tela de Retina de 7,9 polegadas e o dobro de resolução do primeiro modelo.

Com todas essas configurações de hardware, o novo iPad Mini terá densidade de 324 pixels por polegadas, maior do que a do iPad 4 que possui 264 ppi, e próxima à do iPhone 5 que tem 326 ppi.

Ainda que novo mini tablet não tenha previsão de lançamento, a Apple demonstra estar bem ligada na popularidade do aparelho. Desde o lançamento do iPad mini, que aconteceu em novembro do ano passado, a procura pelo produto se mantém bem elevada. Sendo assim, a nova geração do aparelho com uma tela bem melhor tem tudo para dar certo.

Por Felipe Santos Bonfim


O inicio deste ano promete ser marcado por grandes apresentações e lançamentos para o setor tecnológico. De acordo com a Ars Technica, a ASUS será uma das empresas que apresentará produtos novos em 2013.  A empresa irá anunciar dois novos tablets com sistema operacional Android, na CES 2013, ambos com tela de 7 polegadas, o que deve dar mais destaque aos aparelhos em detrimento dos tablets com tela de 10 polegadas.

Ainda não foram reveladas grandes informações sobre os modelos. Mas, recentemente, algumas fotos de mock-ups e até uma suposta lista com as especificações técnicas dos novos tablets da ASUS cairam na rede.

Um deles teria sido batizado de ME371MG, contaria com um processador Intel Atom Z2420 de 1,2 GHz, memória RAM de 1 GB, armazenamento interno de 16 GB e uma câmera com 3,1 megapixels. O outro modelo, chamado de ME172V, traz um processador WM8950 SoC de 1 GHz, tela de 7  polegadas com resolução de 1024 x 600 pixels e placa gráfica Mali-400.

As configurações de hardware dos dois modelos deixam claro que eles estão abaixo do nexus 7. Acredita-se que os tablets chegarão ao mercado norte-americano com preço médio em torno de 226 dólares, aproximadamente 470 reais.

Por Felipe Santos Bonfim


A empresa chamada GooPhone, que há pouco tempo abriu um processo contra a Apple, começou a divulgar o seu novo tablet, que é um clone do recém-lançado iPad Mini.

O nome que o tablet recebeu é "GooPad Mini" e ele possui um visual extremamente parecido com o do novo tablet da Apple. A diferença principal entre os dois é que o GooPad conta com tela de 8 polegadas. Além disso, o tablet roda com sistema operacional Android Jelly Bean (4.1), tem memória RAM de 1 GB, possui capacidade de armazenamento de 8 GB, tem processador com 1.4 GHz e dois núcleos e possui câmera na parte de trás com 2 MP e na parte da frente com 0.3 MP. O display, como já mencionado, possui 8 polegadas (0.1 a mais que o iPad Mini) e resolução de 1024 x 768 pixels.

A rivalidade da GooPhone com a Apple iniciou quando esta lançou o iPhone 5 e foi acusada de ter copiado o design do GooPhone I5, que já estava sendo vendido no mercado chinês. A ameaça feita foi a de processar a Apple e tentar impedir a venda do novo iPhone na China.

O GooPad Mini, conforme o site GizChina, será vendido nas lojas especializadas pelo preço sugerido de US$ 99, mais ou menos R$ 198 sem impostos.

Por Guilherme Marcon


Cada vez mais são lançados diversos aparelhos com o sistema operacional Android, sejam eles tablets ou smartphones. Nessa “onda”, as empresas brasileiras começaram a desenvolver seus produtos próprios e a DL é uma delas.

A DL é uma fabricante nacional de artigos eletrônicos e acabou de anunciar o seu tablet nomeado de Everest.

O lançamento do aparelho acontecerá no Brasil e ele conta com sistema operacional Android Ice Cream Sandwich (4.0), tela de 7 polegadas com tecnologia capacitiva e espessura ultrafina de apenas 6 mm. O design do aparelho com certeza é um dos seus principais diferenciais, pois a sua espessura realmente surpreende.

Em questão de configurações, o novo Everest possui processador de 1.5 GHz, compatibilidade com Wi-Fi, memória RAM de 1 GB e uma entrada USB (que pode ser utilizada como conexão para um modem 3G). Além disso, há uma porta HDMI, que permite que o tablet seja visualizado em televisores.

Conforme a assessoria de imprensa da DL, o novo tablet Everest chegará às lojas ainda no mês de novembro e custará algo em torno de R$ 449.

Por Guilherme Marcon


Nem o furacão Sandy detém a Google. Apesar de ter cancelado seu evento planejado em razão dessa catástrofe natural, a empresa divulgou em seu Blog Oficial os seus novos produtos. Em parceria com a Samsung, foi lançado um novo tablet, o Nexus 10.

Em análise, percebe-se que o seu design é elegante e moderno. O aparelho utilizará o sistema operacional Android 4.2 Jelly Bean.

O novo tablet da Google possui bateria com duração de até nove horas, além de oferecer uma tela de 10 polegadas com resolução de 1280 x 800 pixels. O novo tablet possui ainda câmera para vídeo conferência (com 1.2 megapixels) e conectividade com a rede Wi-Fi, 3G, Bluetooth e NFC.

Os preços do Nexus 10 são menores que do iPad, apesar de possuir configurações melhores que o tablet da Apple.

Há indícios de que o Nexus 10 chegue às lojas no dia 13 de Novembro, com preços variando de acordo com a memória.

O tablet da Google é sem dúvida um grande concorrente para a Apple, se considerados o preço e a configuração, o que é muito bom para os clientes que buscam sempre inovações tecnológicas no mercado.

Por Renato Benevenuto


Se você não quer esperar os lançamentos das novas tecnologias em dispositivos móveis chegarem ao Brasil, você pode encontrar modelos de tablets com Android à venda em diversas lojas, tanto convencionais, quanto virtuais. Encontramos algumas opções dos melhores produtos da linha Google:

Galaxy Note 10.1 – Este tablet tem função Multi Screen, vem com Caneta S Pen com nível de sensibilidade bastante preciso, para escrita e desenho com excelente exatidão de 0.5 mm, permitindo um trabalho bem detalhado. Para quem gosta de trabalhar com imagens e fotos, o Galaxy vem com Adobe® Photoshop® Touch que permite buscar imagens no Google, fazer uma combinação de textos e efeitos visuais. O preço custa 1.900 reais.  

Motorola Xoom 2 –  Produto bastante leve e fino, tela de 10,1” com alta definição. Vem com processador dual-core de 1,2 GHz que aumenta a velocidade em 20 por cento. O Motorola Xoom 2 é vendido em duas versões, 3G e Wi-Fi, e custa 1.700 reais.  

Sony Tablet – Vem com memória RAM de 1 GB, é um tablet bastante potente no que se refere à capacidade de armazenamento, suporta até 32 GB. O Sony Tablet foi desenhado  ergonomicamente para se adaptar confortavelmente à mão. O sistema operacional do produto é o Android 4.0.3, o mais recente até o momento. Aqui no Brasil, o Sony Tablet custa 1.400 reais.  

Asus Transformer Pad T300G – Este produto ainda é indefinido no Brasil, no que se refere à preços. Nos Estados Unidos, está à venda por 350 dólares, porém sem o teclado, que pode ser comprado pelo valor de 150 dólares.   

Samsung Galaxy Tab 2 7” –  Este tablet também vem com o sistema operacional Android, o 4.0. A conexão Wi-Fi, Bluetooth e USB permite maior opção e flexibilidade de acesso. O processador de 1 GHZ Dual Core possui maior capacidade de armazenamento inclusive também para músicas, vem com MP3 Player integrado. O Galaxy Tab 2 7’’ custa 900 reais.  

Todos estes produtos podem ser encontrados nas lojas do ramo e também pela internet, nas lojas virtuais.

Por Monique Mota


A Positivo resolveu melhorar seu “arsenal” de tablets e apresentou uma nova linha chamada de Positivo Ypy Nova Geração. São dois modelos que serão vendidos, o Ypy 7 e o Ypy 10.

As duas versões do novo Ypy rodam com sistema operacional Android Ice Cream Sandwich totalmente customizado para a língua portuguesa. O Ypy 7 possui tela de 7 polegadas e o Ypy 10 vem com tela de 9,7 polegadas.

De acordo com a Positivo, o Ypy é o primeiro a ter um ecossistema totalmente em português, chamado de Mundo Positivo. A fórmula foi repetida na linha Ypy Nova Geração, porém, com aprimoramento de software e também hardware.

As configurações dos tablets são muito parecidas entre o Ypy 7 e o Ypy 10, pois ambos contam com versão com Wi-Fi e com 3G e Wi-Fi, além de terem 16 GB de capacidade de armazenamento, que pode ser expandida para até 32 GB, via cartão microSD. A versão com 3G ainda pode utilizar GPS. A bateria dos tablets é capaz de durar até 4 horas em modo de uso contínuo. Os aparelhos também contam com câmeras nas partes da frente e de trás e possuem conexão HDMI e miniUSB.

O Ypy 7 tem resolução de 1024 x 600 pixels, medindo 11,4 milímetros de espessura e pesando 398 gramas. Já o Ypy 10 pesa 606 gramas, tem resolução de 1024 x 768 pixels e mede 10,8 milímetros de espessura. É possível adquirir os novos tablets nas lojas especializadas pelo preço inicial de R$ 699.

Por Guilherme Marcon


A ASUS, empresa desenvolvedora de gadgets, sempre foi um pouco experimental com seus produtos, e acaba de anunciar o PadFone 2, um tablet Android, que tem uma entrada para encaixar um smartphone, inclusa no seu exterior.

O produto é uma atualização do PadFone original e, de acordo com a ASUS, foi completamente redesenhado para melhor atender o mercado. O tablet de 10.1 polegadas pesa apenas 649g agora, a empresa afirma que o peso combinado do smartphone e tablet é ainda mais leve do que a maioria dos tablets no mercado atual. A Asus afirma ainda que a vida útil da bateria é grande o suficiente para recarregar o smartphone em até três vezes.

Quanto ao smartphone, que agora tem uma tela de 4,7 polegadas e possui um processador quad-core de 1.5GHz Snapdragon S4, 2GB de RAM, uma câmera de 13mp, e tecnologia LTE para banda larga 4G.

O preço para o PadFone 2 ainda não foi anunciada pela oficialmente, mas os clientes que comprarem o produto, terão acesso de 50GB na ASUS WebStorage gratuito por até dois anos, com direito a baixar ilimitados aplicativos.

Por Matheus Camargo





CONTINUE NAVEGANDO: