Novo tablet deve chegar com tela Ultra HD em sua versão mais cara.

Em meio a notícias de que as vendas do iPhone devem ter sua primeira queda desde 2003, assim como também o fato do crescimento da Apple estar sendo o mais lento desde 2007 e suas receitas estarem caindo, a Apple deve lançar em breve seu novo tablet iPad Air 3, que foi adiado, o que não é comum na Maçã, graças ao lançamento do iPad Pro.

A tendência, segundo informações do site Tudo Celular, é que o novo tablet seja lançado ainda no primeiro semestre desse ano. E agora, com a possível proximidade do lançamento do dispositivo, os rumores acerca de suas configurações começam a surgir.

As informações são do site Digitimes, que também afirma que o tablet chegará ao mercado antes do final desse semestre. O site afirma ainda que todo o trabalho da Apple no aparelho já teria sido finalizado com sucesso e, agora, a empresa trabalha na produção em massa do dispositivo para poder lançá-lo no mercado o mais breve possível. Entre as especulações que já vinham sendo vinculados a respeito do novo iPad, estão a ''confirmação'' do Digitimes de que o dispositivo deve chegar com com uma tela Ultra HD, o que deve agradar e muito aqueles que adoram ler livros e ver filmes no aparelho, vide a grande qualidade já existente das telas da Apple, além de 4 GB de RAM.

Ainda segundo o site, apenas a versão mais completa do tablet virá com essas especificações, o que nos leva a crer que as demais versões (com menos memória) tenham de 2GB a 3GB de memória RAM, além de possivelmente mais uma ou outra limitação imposta pela Apple para valorizar seu modelo mais caro.

Tal fato é uma novidade nos aparelhos da Apple, que costuma manter a mesma configuração em todas suas versões, com variantes apenas na memória interna do dispositivo.

Finalizando, o site também garante que o novo tablet deve chegar com uma troca da bateria, do Apple A8 para o A9X 14nm, que devem aumentar ainda mais a duração da bateria do iPad Air 3.

O iPad Air 3 deve chegar junto também do novo iPhone de 4 polegadas.

Por Isis Genari.


O iPad 2 é um dos principais tabletes do mercado, que conta com ferramentas potentes e recursos para facilitar o dia a dia. Ele se destaca pela leveza, design e praticidade, sendo ideal para quem procura um aparelho de alto desempenho aliado a custo benefício. Ele possui o processador A5 Dual Core, Wi-Fi e compatibilidade com Bluetooth, que é ideal para quem gosta de estar conectado a internet e fazer compartilhamento de dados de forma rápida e simples.

O iPad 2 tem tela de 9,7 polegadas, sendo resistente a impressões digitais e oleosidade. Desta maneira, garante uma imagem nítida e livre de imperfeições. Além disso, este aparelho conta com duas câmeras, para que o usuário possa bater fotos ou gravar vídeos de maneiras diferentes.

O tablet possui uma espessura de apenas 8,8 mm e pesa aproximadamente 601 g. Desta maneira, ele pode ser transportado com facilidade em bolsas, mochilas ou qualquer outro compartimento, pois ocupa um espaço mínimo.

A bateria tem duração de 10 horas, assim a pessoa pode aproveitar o máximo dos recursos sem se preocupar em ligá-lo na tomada.

O aparelho foi desenvolvido com sistemas tecnológicos avançados, para que o usuário possa aproveitar ao máximo seus recursos, ou seja, jogar jogos interativos de forma rápida, navegar na internet com facilidade, entre outras facilidades que o iPad 2 fornece.

Dentre alguns recursos, destacam-se o acelerômetro interno (que tem a finalidade de reconhecer os movimentos internos e externos), o giroscópio, a bússola digital (em que o computador consegue reconhecer a direção e ainda entende os movimentos em 360º).

Por meio deste aparelho, podem ser feitos vídeos em HD (720p) ou a pessoa pode aproveitar para tirar fotos de qualidade e contar com um excelente zoom digital de 5X. Além disso, a câmara secundária proporciona a facilidade para fazer conversas em vídeos através do aplicativo FaceTime.

Portanto, o iPad 2 conta com vários benefícios para quem procura um tablet leve, bonito, compacto e fabricado com as principais tecnologias do mercado.  

Por Babi


O mercado recebe agora uma nova tecnologia para Ipads e apresenta o Ipad com Tela Retina.

Este Ipad possui uma tecnologia que muitos smartphones não possuem, principalmente quando o assunto é definição da imagem, pois a qualidade de imagem deste aparelho é incrível, melhor do que muita TV com tecnologia digital.

Outro detalhe muito importante é que o IPAD com tela de Retina trabalha com o sistema iOS e pertence a uma das empresas mais conceituadas no ramo da tecnologia, que é a Apple.Outro detalhe muito interessante deste IPAD é que é um aparelho muito fino, devido a sua tela retina, que possui uma tecnologia muito avançada.

Dependendo da quantidade de arquivos que o cliente pretende armazenar, há modelos que possuem armazenamento interno de 16GB, 32 GB e para acessar a internet, pode fazê-lo de duas maneiras: através de Wi-fi ou com internet de tecnologia 3G.

O grande diferencial é a sua tela de retina de 9.7 polegadas, que pelo fato de ser feito com um material bem avançado a qualidade da imagem incrível, mas possui a desvantagem de ter uma câmera de somente cinco megapixels, o que é ruim para quem gosta de tirar fotos e o preço de mercado para ter toda esta tecnologia é por volta de R$ 1.700,00 (mil e setescentos reais).

Por Jaime Pargan


Nova geração do iPad deverá mesmo ganhar um visual mais semelhante ao do iPad Mini. O site MacRumors divulgou algumas imagens do novo painel do tablet e nelas é possível ver cantos mais arredondados. O display manterá o tamanho do iPad 4, que tem 9,7 polegadas, mas contará com uma nova tecnologia de Retina, que promete ser mais eficiente.

A ideia da Apple é lançar um tablet bem fino (com espessura em torno de sete milímetros) e uma tela nova retroiluminada por LEDs (pequenas e bem eficientes).

Segundo o site DigiTimes, a Sharp é a responsável por fabricar o novo Retina Display, que manterá a resolução de 2.048 x 1.536 pixels, mas contará com a tecnologia GF2 Dito presente no iPad Mini, capaz de diminuir de forma considerável a espessura da tela.

O novo iPad ainda contará com o processador quad-core A7, o mesmo especulado para o iPhone 5S. A Taiwan Semiconductor irá fabricar o chip, já que recentemente a Samsung foi retirada da lista de fornecedores da Maçã. Ao que parece, a produção em massa do iPad 5 começou este mês e a meta é produzir três milhões de aparelhos antes do lançamento.

Mesmo com todas as informações do lançamento e a produção do novo tablet da Apple, a companhia não se pronunciou ainda a respeito do assunto. A expectativa é que ele chegue em setembro.

Por Felipe Santos Bonfim


Vários rumores sobre a chegada de uma nova versão do iPad este mês estão surgindo em todos os meios de comunicação, mas, enquanto isso, o site CNET afirma que a Apple fará grandes mudanças no tablet, tanto na parte interna, quanto na parte externa do aparelho. Ao que tudo indica, a quinta geração do iPad deverá trazer um design parecido com o do iPad Mini, mas não será apenas isso, o aparelho será ainda mais fino e leve do que a versão atual.

Segundo os rumores, o tablet deverá ser bem mais leve e fino devido ao novo tipo de luz de fundo que será utilizado nele, o que ainda tornará o display muito mais eficiente, em partes, graças as LEDs ainda melhores que serão utilizadas. Outro ponto bastante significativo que deverá sofrer uma mudança será o sistema de sensibilidade ao toque, totalmente melhorada nesta nova versão.

Ainda que não exista nenhuma data de lançamento confirmada pela Apple, o mercado espera que o novo iPad seja apresentado ainda em abril, mas já há novos rumores de que a Apple segure o lançamento para o próximo outono do hemisfério norte.

Por Felipe Santos Bonfim


Enfim foi confirmado a nova versão do iPad 4, da Apple, com capacidade de armazenamento interno de 128 GB. O gadget começou a ser vendido na loja online oficial da companhia.

Não há nenhuma diferença em questão de hardware e também de layout quanto ao iPad 4 de 64 GB ou menos, sendo somente o espaço para armazenamento maior. No mercado norte-americano, o tablet foi disponibilizado em duas versões, uma com apenas Wi-Fi e outra com Wi-Fi e 4G.

Conforme alguns sites na internet, a mudança de capacidade interna é devido à necessidade de especialistas em ter mais espaço para armazenamento de dados, principalmente pelo fato de o iPad ser um aparelho capaz de “aguentar” uma gama imensa de funções e programas que podem ser utilizadas por esses profissionais.

Confirmando os rumores de que a nova versão do dispositivo tem foco em “pessoas de negócios”, Philip Schiller (vice-presidente da Maçã) lançou uma nota oficial dizendo que agora as pessoas poderão utilizar ainda mais o iPad em seus negócios, tendo em vista a maior capacidade do aparelho.

O tablet com 128 GB não está disponível ainda para todos os países nos quais a Apple possui loja online, entretanto, isso deve ser expandido com o tempo. Infelizmente o Brasil é um dos países que ainda não podem comprar o gadget.

Por Guilherme Marcon


Após a Apple anunciar oficialmente o seu novo iPad 4 com capacidade de armazenamento de 128 GB, surgiram informações sobre o iPad 5.

Conforme o site 9To5Mac, que divulgou uma imagem da suposta nova traseira do tablet, o layout do iPad 5 será bastante semelhante ao do iPad Mini, o que confirmaria diversos rumores que vêm circulando na internet. A foto divulgada é supostamente proveniente de uma fabricante chinesa de acessórios para iPad.

Na imagem, podemos ver um design da parte de trás praticamente sem bordas e com um material igual ao do iPad Mini. Além disso, como pode ser observado na foto, há algumas fitas na traseira do suposto iPad 5 e isso pode indicar que há alguma novidade que pode ser lançada junto do aparelho, como algum novo sensor ou um flash diferenciado.

Alguns rumores também indicam que o tablet será bastante leve e fino, mas terá uma câmera mais poderosa que todos os antecessores. Entretanto, não há nenhuma informação concreta sobre o novo gadget, pois sequer sabe-se qual será o nome real do aparelho, tendo em vista que a Apple pode acabar não chamando-o de iPad 5. Mas é certo que a empresa lançará um novo tablet neste ano, provavelmente nos últimos três meses.

Por Guilherme Marcon


Há pouco tempo, apareceram novas informações na internet sobre uma nova atualização na linha de tablets da Apple. Isso aconteceria especificamente com o iPad 4, que deve receber mais capacidade de armazenamento.

De acordo com o que foi divulgado pelo site 9to5Mac, a Maçã pode estar pensando em atualizar novamente o seu tablet, pois o iPad 4 foi lançado no final de 2012 como o sucessor do Novo iPad e possuía apenas uma configuração de armazenamento (de 64 GB).

Assim, o rumor aponta que a Apple lançará um novo iPad 4 com capacidade de armazenamento interno de 128 GB, o que foi afirmado após o 9to5Mac analisar alguns indícios. O primeiro deles foi uma publicação no Twitter de um usuário que afirmava ter encontrado no código do iOS 6.1 Beta 5 uma referência da compatibilidade do sistema operacional com aparelhos de 128 GB (o que foi testado e confirmado posteriormente pelo site iDownloadBlog). Após isso, o 9to5Mac conseguiu informações de fontes próximas à Apple que confirmavam a existência do novo tablet.

Entretanto, parece que o novo tablet será voltado para um público diferenciado, como lojas e até mesmo governos, ao invés dos usuários “comuns”. A Apple foi contatada, mas não comentou as informações.

Por Guilherme Marcon


Há pouco tempo foram divulgados novos boatos sobre a nova geração do tablet da Apple, o iPad 5, sendo principalmente sobre a sua espessura.

Após o lançamento do iPad Mini, que detém uma tecnologia que permitiu a sua espessura ser menor, as especulações indicam que o iPad 5 poderá ser o tablet mais fino da Maçã até hoje. Isso aconteceria com a utilização da mesma tela aplicada no iPad Mini, a GF2 DITO, conforme informações divulgadas pelo Digitimes.

Além disso, parece que o novo iPad terá display com 9.7 polegadas e um design bastante semelhante ao iPad Mini, tendo em vista que este teve grande sucesso no mercado. As empresas que supostamente serão fornecedoras dos materiais para a nova tela do tablet serão a Nitto e a Nissa Printing. Já o revestimento do tablet será por conta da TPK, enquanto que os painéis serão de responsabilidade da Sharp e da LG.

O problema apontado junto dos rumores é que se a tecnologia for a mesma do iPad Mini, isso pode causar um valor alto a ser cobrado pelo iPad 5. Entretanto, de acordo com o Digitimes, a Apple já teria resolvido isso.

Por Guilherme Marcon


Responsável por 5% das vendas em 2011 e 10% em 2012, os dispositivos móveis estão em alta no Brasil. O barateamento desses dispositivos está fazendo com que as pessoas passem a utilizá-los mais no dia-a-dia, inclusive nas compras online.

De todas as compras realizadas por dispositivos móveis, o iPad (da Apple) é responsável por 51%. Já o seu "companheiro" iPhone é responsável por 20%. Todos os outros dispositivos somados são responsáveis por 29% das compras.

Com um faturamento de R$ 3,1 bilhões no Natal de 2012 (segundo a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico), obteve-se um aumento de R$ 500 milhões entre 2011 e 2012.

Eletrodomésticos, Saúde, Beleza e Medicamentos são os produtos mais comprados pela internet no Brasil. Com destaque para produtos de Moda e Acessórios, Jornais, Revistas e produtos da área de informática. 

A Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico estima que haja cerca de 43 milhões de consumidores online no Brasil. Os R$ 22 bilhões estimados de faturamento é "culpa" dos 20% de crescimento esperado para o ano.

Apesar da tecnologia de internet móvel ainda estar engatinhando no Brasil (ainda não há o serviço 4G), os brasileiros estão aprendendo a comprar mais através da telinha de seus tablets e smartphones. O setor de informática no Brasil (assim como em muitos outros países) caminha a passos largos no desenvolvimento por causa da baixa regulação do Governo no setor.

Por Bruno Rafael da Silva


Junto do lançamento do novo iPad Mini, a Apple surpreendeu e anunciou também uma atualização para o Novo iPad. Esta é a quarta geração do tablet da Maçã, que se manteve com Retina Display e tela de 9.7 polegadas.

A nova geração do Novo iPad seguiu a linha do iPhone 5, com melhor sistema operacional (iOS 6), melhor processador e novo conector. Entretanto, a bateria, o design e a interface do tablet permaneceram iguais à sua terceira geração.

O novo modelo do iPad ganhou o conector Lightning de 8 pinos, processador mais potente (A6X) e compatibilidade expandida com o 4G. Com isso, agora o iPad também é compatível com a rede LTE. Além disso, houve uma atualização na câmera FaceTime que agora possui qualidade HD.

A alteração de conector causa uma grande diferença na utilização dos acessórios, pois anteriormente os aparelhos da Maçã possuíam conector com 30 pinos. Entretanto, os usuários não precisam se preocupar tanto, pois a Apple disponibilizou um adaptador que torna os acessórios compatíveis com o conector de 8 pinos.

O valor da quarta geração do iPad é o mesmo da terceira geração, sendo que o modelo com apenas Wi-Fi sai por US$ 499 e o modelo com LTE custa US$ 629.

O iPad terá sua pré-venda iniciada no dia 26 de outubro.

Por Guilherme Marcon


Mesmo que nada tenha sido confirmado pela Apple sobre o lançamento de uma nova versão de seu tablet, chamada de iPad Mini, várias informações vem sendo divulgadas na internet.

O novo rumor indica que a Apple encomendou 10 milhões de unidades do novo tablet aos seus fornecedores asiáticos. Além disso, conforme o boato, o lançamento da nova versão do iPad deve chegar às lojas no último trimestre deste ano.

Com certeza, se isso for confirmado, será uma chegada triunfal do iPad Mini, tendo em vista que o valor mencionado é o dobro do que a Amazon encomendou com o lançamento do Kindle Fire 2. Assim, pode ser que a Apple esteja certa que irá derrubar seus concorrentes com 7 polegadas de tela.

O jornal The Wall Street Journal tentou contato com a Maçã, porém, a empresa se recusou a dar informações a respeito do novo iPad Mini. Entretanto, com certeza o lançamento desse novo modelo alavancaria as vendas de tablet da companhia e ajudaria a segurar a queda da participação de mercado da Apple no nicho de tablets, que em 2010 era de 84% e agora é de 69,6%.

Por Guilherme Marcon


Até o momento a Apple não deu nenhum indício sobre a existência do iPad Mini, mas ao que tudo indica o novo modelo deverá ter um grande lançamento muito em breve.

Segundo fornecedores de peças da Ásia, a Apple teria encomendado 10 milhões de unidades do iPad Mini, que deverá chegar ao mercado no último trimestre deste ano. O número é quase o dobro das encomendas que a Amazon fez para seu novo tablet, o Kindle Fire 2. Isso significa que a fabricante está bem confiante quanto ao sucesso de vendas do produto e de que ele vencerá facilmente seus concorrentes.

Mesmo com a presença de aparelhos como o Nexus 7, tudo leva a crer que será forte a demanda pelo novo modelo do iPad, até mesmo quem não é tão fã dos produtos da companhia de Cupertino deverá ficar encantado com o novo tablet.

Ao ser contatada pelo jornal The Wall Street Journal, a Apple se negou a falar sobre o assunto. A companhia em 2010 dominava o segmento de tablets com 84% da indústria, porém, hoje ela conta com apenas 69,6% das vendas deste tipo de produtos. Com o lançamento do iPad Mini a fabricante deverá conseguir diminuir a queda de sua participação no mercado no segmento de tablets.

Por Felipe Santos Bonfim





CONTINUE NAVEGANDO: