Com as novas tecnologias os netbooks se tornaram obsoletos.

O Netbook foi sucesso de vendas durante seu lançamento em 2007, já que o dispositivo portátil era ideal para executar tarefas diárias. Quem não se lembra das propagandas do dispositivo em filmes e séries? Infelizmente, com a chegada de novas tecnologias as principais fabricantes no segmento deixaram de produzir o dispositivo móvel. Entenda aqui quais foram as principais causas para que isso ocorresse.

Desde o início, os netbooks foram voltados aos usuários domésticos, que necessitavam realizar pequenas tarefas, como enviar um e-mail, realizar a edição de textos e fotos. O objetivo principal da Intel era ter um pequeno, não poderoso, porém barato dispositivo para entrar no mercado.

Nessa época os computadores de mesa e notebooks estavam no topo das vendas. No entanto, o alto preço desses dispositivos em comparação com os netbooks fez com que as vendas do novo modelo alavancassem.

Além disso, modelos convencionais de notebooks da época pesavam mais de 2 kg, o que tornava o deslocamento desconfortável. Já a bateria tinha autonomia baixa se comparada ao dos netbooks, que contavam com processadores de baixo consumo.

Os netbooks alcançaram metas extraordinárias em seus primeiros anos, chegando a vender 40 milhões de unidades logo no início e ameaçou a categoria desktops.

Com o passar dos anos, novas tecnologias foram surgindo, como a criação de um novo dispositivo portátil, o ultrabook. Esses modelos contam com hardware igual ou superior ao de um notebook, porém com peso totalmente reduzido. Em geral, os ultrabooks não contam com dispositivo de mídia CD e contêm processadores de baixo consumo, que produzem eficiência semelhante aos de desktops. Dessa forma, a compra de um netbook não tinha grandes vantagens, exceto pelo preço.

Com a chegada dos smartphones e tablets, as vendas de netbooks sofreram grande queda. Afinal, era possível ter todos os benefícios que o netbook proporcionava em apenas um dispositivo, simples, compacto e leve. Foi nessa época, que a grande parte dos adeptos ao dispositivo migrou para outras plataformas, como por exemplo, o iPad.

Além disso, com lançamento do Windows 8 no final de 2013, os netbooks deixaram de ter suporte ao sistema operacional da Microsoft, pois o mesmo exigia resolução igual ou superior a 1024 x 768.  Por essa razão, alguns usuários mudaram para outros sistemas operacionais, como Linux. Ou ainda, efetuaram a troca desses portáteis por novos dispositivos.

Infelizmente, a decisão da empresa americana contribuiu de forma negativa para a comercialização do produto a nível mundial. No entanto, após a última atualização do Windows 10 é possível realizar o upgrade em qualquer dispositivo móvel que possua resolução mínima de 800×600.

Atualmente, a grande maioria dos netbooks encontrados no mercado contam com sistema operacional Android, capaz de realizar as mesmas tarefas que smartphones e tablets de forma aprimorada. A alternativa ainda é válida, principalmente para países em desenvolvimento e em fase de inclusão social. Além disso, opções sofisticadas como o Chromebook estão à venda no mercado.

Por Wendel George Peripato

Netbook


Quando foram lançados, os netbooks criaram uma grande expectativa de mercado. A ideia era repetir o sucesso dos notebooks, entretanto, o retorno foi bem abaixo do esperado, razão pela qual se cogita deixar de fabricar os pequenos computadores. Diferente foi o sucesso dos tablets, já que estes bateram recordes de venda.

O Netbook Android 4.1 representa um fusão dos aparelhos supramencionados, já que apresenta características de ambos. Entretanto, isso não significa necessariamente que o produto seja completo, mas, ainda assim se trata de uma boa aquisição.

As principais características são: memória flash interna 4GB, memória expansível até 64GB por cartão SD, conexão Wi – Fi padrão, duas portas USB, saída HDMI de alta resolução, Câmera digital integrada de 0,3 MP, dentre outras características secundárias.

Vale ressaltar que, por se tratar do sistema android, o aparelho possibilita se baixar mais de 700 mil aplicativos, os quais muitos são gratuitos, enquanto outros apresentam, de um modo geral, preços ínfimos. Assim, é possível se economizar em relação ao windows, principalmente com o office, haja vista que é possível baixar gratuitamente aplicativos bem similares.

Por sua vez, o aparelho apresenta algumas limitações típicas de aparelhos portáteis, como uma tela menor e uma certa dificuldade em se utilizar o teclado para selecionar e clicar em programas. Assim, é aconselhável carregar um mouse USB, o que permtite concluir as tarefas com maior rapidez.

Com relação à bateria, vale destacar que é similar a um carregador de celular, razão pela qual funciona em qualquer tomada. A duração média, caso não se esteja conectado a uma bateria, são de três horas de duração.

O preço acessível é outro fator interessante no aparelho, pois se acha boas opções no marcado em torno de quatrocentos reais. Considerando que a maioria dos aplicativos úteis para o cotidiano são gratuitos, é certo que se trata de uma boa aquisição.

No que tange ao teclado, além da mencionada dica referente ao uso do mouse, não raras vezes o teclado vem desconfigurado, dificultando na hora de acentuar e digitar alguns sinais de pontuação. Isso pode ser resolvido com os próprios aplicativos disponíveis na loja virtual, sendo que, ambora alguns não seja gratuitos, não irão custar mais do que seis dólares.

Enfim, de um modo geral, vale a pena adquirir o aparelho em comento. Este não se limita a execuções de tarefas simples, como ler e-mails e ter acesso às redes sociais, pelo contrário, é possível ir mais além.

Dessa forma, de uma maneira geral , vale a pena adquirir o referido produto, já que a bateria tem duração razoável, é fácil para se transportar, apresenta muitos aplicativos similares ao windows de forma gratuita, bem como tem um preço acessível.

Por Renan Valmeida do Nascimento

Foto: divulgação


Com o avanço dos tablets no mercado e os inusitados lançamentos de Ultrabooks, o Netbook é pouco lembrado nos dias de hoje e já pode se afirmar que sua "fama" foi passageira.

Os Netbooks chegaram para revolucionar o mercado, porém se limitaram em relação ao baixo desempenho de processamento. Além disso, poucas fabricantes conseguiram manter um preço coerente e esses aparelhos vêm se defasando pouco a pouco, basta observar o setor.

2013 já foi considerado o ano que representou o  fim dos Netbooks, mas obviamente ainda existem algumas boas ofertas, mas que também  podem associar ao fim dessa "temporada" sem volta.

No início o tamanho foi o principal fator que atraiu milhares de consumidores a adquirirem o produto: era um dispositivo compacto e prático. Com o tempo, uma série de cores e opções também chamaram a atenção principalmente do público adolescente e jovem, mas não demorou para notar que sua limitação decepcionava em relação a alguns sistemas operacionais do Windows. Sendo assim, desde 2011 os netbooks foram perdendo espaço na preferência mundial, agravando-se ainda mais nos anos posteriores fazendo com que grandes fabricantes como a Dell, HP, Lenovo e outras abandonassem a produção dos seus equipamentos que já foram considerados "modernos".

Em cinco anos de existência (partindo para o sexto agora em 2014 com as unidades restantes), estima-se que as fabricantes não tenham investido em pesquisas complementares e desenvolvimento dessa proposta de inovação. A Microsoft também não teria se adequado à nova tecnologia, por falta de interesse ou não, mas era um fator mais que necessário para o progresso contínuo do lindo portátil.

Em um passado recente, houve registros de uma tentativa de adequação ao sistema Android do Google, porém a interação diferenciada dos Netbooks levou tudo por água abaixo.

O preço dos equipamentos nunca foram um dos mais agradáveis: um elegante Sony da linha Vaio P, por exemplo, chegou a custar entre US$ 900 e US$ 1.900.

Netbooks: mais um exemplo de altos e baixos da nova era digital.

Por Luciana Ávila

Netbooks

Foto: Divulgação


Muita gente confunde o netbook com o notebook principalmente quem está começando entrar no mundo da informática e das novidades tecnológicas. Os notebooks são computadores portáteis com desempenho de computadores de mesa (desktops), já os netbooks são aparentemente iguais ao notebook só que com funções limitadas, sendo usado basicamente para ter acesso a internet e normalmente possuem uma tela de 7 a 12 polegadas.

A maior parte dos netbooks não possuem hd mas possui um chip de memória SSD (igual aos usados nas câmeras digitais) com capacidade de só 4 GB e tem uma capacidade muito inferior que os hd dos notebooks que pode chegar aos 500 GB.

Alguns modelos de netbooks vem com um hd, porém são mais sensíveis quando levamos de um lado para o outro .Esses equipamentos costumam ter placa de vídeo integrada a placa mãe e como tem pouca memória acaba ficando difícil de ver um vídeo, por exemplo.

Ao contrário do notebook, o netbook não tem gravador de DVD pois é um aparelho básico para apenas acessar e-mails ou redes sociais e é um pouco mais lento que o notebook. Possui alguns programas básicos, porém, muito útil para quem precisa ficar conectado em qualquer lugar, em muitos casos o netbook é substituído pelo tablet.

Por Mariana Rodrigues


Os notebooks tem estado cada vez mais presentes no dia a dia das pessoas, seja para navegar na internet, trabalhar ou até mesmo jogar. Ocupando o lugar dos desktops, os laptops são muito mais práticos, uma vez que permitem ao usuário levá-los a qualquer lugar que necessite.

Como forma de preservá-los, os consumidores estão adquirindo cases para seus respectivos notebooks. Além de proteger, essas capas também deixam o equipamento mais estiloso, principalmente se os mesmos forem personalizados.

Para conferir preços e adquirir cases personalizados para notebook, você pode acessar sites como Mercado Livre, Groupon, Save-me e Peixe Urbano. Há também lojas especializadas nesse tipo de produto, uma boa opção é conferir a MuccaShop através do endereço http://www.muccashop.com.br/case-personalizado-notebook/.

Lembre-se de escolher corretamente o lugar onde fará a aquisição dos produtos, portanto peça a opinião de outras pessoas, busque pela internet e converse com vendedores.

Os sites de Compras Coletivas também são uma ótima opção para quem deseja adquirir cases personalizados para notebook com os melhores preços.

Seguindo essas dicas com certeza você fará a aquisição de produtos bons e baratos, aproveite e faça já suas compras.

Pesquise e encontre as melhores ofertas.

Boas compras!

Por Gabriel Frigini Reis


Um netbook é ótimo para quem precisa de uma ferramenta de trabalho e estudo portátil. Se você pretende adquirir um netbook, recomendaria que fizesse uma análise mais crítica do mesmo, tendo a certeza de que esse atenderá a todas as suas necessidades, ou se outro produto seria mais útil.

Podemos fazer uma rápida análise, citando como vantagens:

  • Leve
  • Ultraportátil
  • Pequeno
  • Discreto
  • Baixo custo
  • Ferramenta fácil de estudo e trabalho
  • Permite que você apresente trabalhos com facilidade (por exemplo, em uma faculdade ou até mesmo empresa)
  • Conexão com a internet

Porém, o produto apesar das diversas qualidades, também possui algumas desvantagens, tais como:

  • Processador lento
  • Não possui leitor de CD ou DVD
  • Pouco espaço no disco rígido (HD)
  • Pouca memória RAM (o que o deixa mais lento, impossibilitando a execução de qualquer espécie de jogo "pesado")
  • Teclado e tela pequenos, pode causar certo incômodo ao consumidor, principalmente na hora de digitar

São esses alguns fatores que deve se considerar antes de adquirir seu produto, sempre atento às suas necessidades e intenções, muitas vezes o netbook pode ser de grande utilidade para a execução de pequenas e simples tarefas (tais como ouvir música, checar e-mails, etc), porém em outros casos um produto mais completo seria o ideal.

Por Luiz Guilherme Feliciano Palazzo


O panorama da informática apresenta-se vasto, com lançamentos praticamente todos os dias pelo mundo afora. Fabricantes estrangeiros e nacionais buscam saciar os consumidores com equipamentos e acessórios cada vez mais potentes, desde um simples mouse para as tarefas rotineiras até processadores e placas gráficas.

A LG Electronics anuncia ao mercado a nova linha de notebooks LG A520, que traz de fábrica processadores Core i7 Sandy Bridge, da Intel. Além dessa composição, os modelos apresentam bom design com acabamento em aço escovado, podendo o consumidor escolher entre as tonalidades preta ou vinho.

Com tela LED LCD de 15,6 polegadas no formato widescreen, o LG A520-D possui memória de 6 GigaBytes (GB), placa de vídeo NVidia GeForce GT540M, webcam  de 1,3 megapixel com microfone estéreo, leitor de Blu-rays e saída HDMI, além de resolução Full HD de 1920×1080 capaz de reproduzir conteúdos 3D.

O LG A520-P, por sua vez, possui o mesmo processador (Core i7 Sandy Bridge), mas vem equipado com 4 GB de memória, tela LED LCD de 15,6 polegadas, placa de vídeo NVidia GeForce GT540M, webcam de 1,3 megapixel com microfone estéreo, leitor de impressões digitais, o que aumenta a segurança, e saída HDMI.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: LG


Os dois novos lançamentos de netbooks da ASUS virão com processadores AMD Fusion, que são também uma novidade no mercado.

Os modelos ASUS 1015B e 1215B serão portáteis com 10.1 e 12.1 polegadas, respectivamente, terão leitor de cartão, saídas HDMI e VGA e capacidade de armazenamento de até 500GB com memória de até 2GB.

Em termos de conectividade, os netbooks terão itens como Wi-Fi e BlueTooth, além de portas USB 2.3 e 3.0, Ethernet. A resolução da tela será de 1024×600 (modelo 1015B) e 1366×768 (modelo 1215B). Detalhe para a duração da bateria, que poderá variar de  7  a 8 horas e meia, dependendo das configurações da bateria e do modelo escolhido.

Os dois novos produtos (nas opções básicas) chegarão ao mercado em abril deste ano, com preços que podem variar de US$ 290 a US$ 380.

Por Alberto Vicente


Ele tem tamanho e todo o jeitão de um computador de brinquedo. Ainda mais por vir com vários adesivos coloridos do Club Penguin da Disney. Mas não se engane. O netbook HP Mini 100e é um computador de verdade. Claro, respeitadas as suas limitações em se tratando de um portátil que sai de fábrica com o Windows 7 Starter.

Recém-chegado ao Brasil, o netbook Mini 100e é a proposta da HP para um laptop educacional. E nisso ele não decepciona. Sua configuração inclui 2 GB de RAM, disco rígido de 160 GB, Wi-Fi, processador Intel Atom N455, webcam, tela LCD LED de 10.1 polegadas, software antivírus e pacote Microsoft Office 2010 com funções limitadas. Pena que o preço não tenha nada de infantil: ele sai por 1.100 reais na loja virtual da HP.

Uma grande vantagem do portátil em relação à outros do seu gênero é a sua blindagem contra as peraltagens das crianças: o Mini 100e pode cair de uma altura de 60 cm sem sofrer danos. Além disso seu teclado também suporta o derrame de líquidos.

Por Maximiliano da Rosa





CONTINUE NAVEGANDO: