FarmVille ganha versão para iPad
 
O jogo FarmVille é uma verdadeira febre na internet e em várias outras plataformas os quais etá presente. E não são poucas, dia-se de passagem. Todos os dias cerca de 65 milhões de pessoas jogam o game desenvolvido pela Zinga em 85 países diferentes. Isso não é pouca coisa.
Uma das versões do jogo é para iOS, que pode ser jogado tanto no iPhone como no iPad. O problema é que essa versão foi criada para o smartphone da Apple, e não para o tablet. Ou seja, ao ser jogado no iPad FarmVille não tem os melhores gráficos.
A Zynga sabe disso. Por isso desenvolveu a versão do jogo exclusiva para o iPad, que conta com gráficos de alta resolução, adaptados para a tela bem maior do iPad. Quem quiser já pode ir até a App Store e baixar o jogo.
 
Por Maximiliano da Rosa
Fonte: Gigablog

O jogo FarmVille é uma verdadeira febre na internet e em várias outras plataformas os quais etá presente. E não são poucas, dia-se de passagem. Todos os dias cerca de 65 milhões de pessoas jogam o game desenvolvido pela Zinga em 85 países diferentes. Isso não é pouca coisa.

Uma das versões do jogo é para iOS, que pode ser jogado tanto no iPhone como no iPad. O problema é que essa versão foi criada para o smartphone da Apple, e não para o tablet. Ou seja, ao ser jogado no iPad FarmVille não tem os melhores gráficos.

A Zynga sabe disso. Por isso desenvolveu a versão do jogo exclusiva para o iPad, que conta com gráficos de alta resolução, adaptados para a tela bem maior do iPad.

Quem quiser já pode ir até a App Store e baixar o jogo.

Por Maximiliano da Rosa


Tempo de bateria é algo que conta muitos pontos na hora de escolher um eletrônico novo. Ainda mais quando se trata de algo que pode entretê-lo por horas e horas em viagens ou qualquer outra ocasião em que você precise de algo assim. Normalmente, a Lei de Murphy conspira para que a bateria acabe justo quando o eletrônico se faz mais necessário.

A intenção do PadPower é fazer com que você não passe por apertos deste tipo. O case/bateria da SolidMicro funciona como capa protetora e bateria extra para o tablet da Apple. Com a instalação do PadPower no seu iPad, você ganha uma bateria extra para usar em viagens longas e outras atividades. Além disso, o seu gadget fica protegido contra quedas e outras “desgraças”.

Este case possui uma bateria interna de 6.000 mAh para garantir a autonomia de uso do iPad. Até agora, o preço do PadPower não foi divulgado, mas espera-se uma grande corrida para garantir um desses.

Por Luísa Barwinski


Apesar de não confirmar se a imagem é realmente de uma futura versão do tablet da Apple, o blog Gizmodo publicou a possibilidade de uma nova entrada para exibição de conteúdos em uma posição diferente.

Além de mostrar uma possível nova entrada do iPad, a imagem também descarta a possibilidade de existir um novo tablet menor, com tela de 7 polegadas. Assim, os rumores de um novo iPad só faz aumentar. Para saber se realmente haverá alguma mudança no corpo do aparelho só resta aguardar.

O iPad foi lançado no início de 2010 e já vendeu milhões de produtos. Atualmente, o tablet da Apple pode ser adquirido por aproximadamente R$ 1.500,00.

Por Luísa Barwinski


Quando o iPad foi lançado a propaganda dizia que ele era mágico. E Steve Jobs também disse isso sobre ele. No início muita gente duvidou de que o tablet fosse mesmo isso tudo. Mas com o passar do tempo, logo todo mundo percebeu que ele era isso e muito mais. E não demorou para a concorrência sair anunciando seus iPads por aí.

E já se passaram meses desde o seu lançamento e a gente já viu o iPad ser usado de todo jeito. Já vimos gatos brincarem com ele, e também vimos o colocarem para triturar dentro de um liquidificador.

E entre usos úteis e inúteis, há os usos mágicos. Como nesses vídeos abaixo aonde vários iPads compõem uma verdadeira orquestra com direito à violino, flauta e tudo o mais.

Por Maximiliano da Rosa


O iPad é a novidade do momento. Quem não quer ter é porque não sabe o que é. Quem conhece, quer um em casa! Mas há muitos mitos que envolvem o tablet 3G da Apple. A Revista Info Exame trouxe um artigo desmistificando estas lendas.

A versão 3G do iPAD realmente é mais pesada que a versão wi-fi, mas não interfere em nada. O peso a mais é de apenas 50 gramas.

O tablet funciona no Brasil sem problema algum e a Apple fabricou apenas versões sem bloqueio na versão 3G.

A bateria dura mais de nove horas de muito trabalho e atividade, mesmo com vídeos, downloads e aplicativos funcionando.

Apesar de mais caro o iPAG 3G vale a pena!

Por Teresa Almeida


Depois de se tornar um best seller em apenas alguns meses depois de seu lançamento, o iPad tem previsão de chegada à mais nove países. Segundo a fabricante, o iPad irá desembarcar – de forma oficial – na Áustria, Bélgica, Hong Kong, Irlanda, Luxemburgo, México, Holanda, Nova Zelândia e Cingapura.

A Apple está seguindo à risca o cronograma de lançamento do iPad, divulgado no dia 3 de abril, dia do lançamento tablet. Além destes países, há previsão para a chegada do iPad em mais outros locais, porém a Apple ainda não confirma mais nenhum lançamento exceto estes.

A chegada ao Brasil ainda não tem previsão, apesar de algumas operadoras de telefonia móvel anunciarem a chegado do aparelho até o fim do ano. Fato este que a Apple nega. Vamos esperar para ver.

Por Camila Porto de Camargo


O dia 28 de Maio de 2010 marcou o início da expansão internacional do iPad. Vários países registraram procuras enormes, com direito a filas e pessoas acampadas nas portas das lojas da Apple. Isso não traz nenhuma surpresa, e já era esperado.

A Apple anunciou que vendeu 2 milhões de unidades do seu tablet até agora. Os números são muito altos e refletem bem o sucesso do produto ao longo de menos de dois meses de vida. Mesmo assim, as vendas poderia ser até maiores, e só não o são porque a Apple simplesmente não dá conta de fabricar o aparelho.

Steve Jobs agradeceu a paciência dos consumidores e disse que agora as pessoas estão experimentando a magia do iPad. Ele também afirmou que a empresa está se empenhando para poder fabricar o tablet em número suficientes para que todo mundo possa ter o seu.

Em Junho mais nove países receberão o iPad. E uma nova lista de países deve ser anunciada em breve. Tomara que o Brasil esteja entre eles.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: G1


Ninguém esperava outra coisa: japoneses formam fila na loja de uma Apple Store no Japão para comprar um iPad. Isso ainda de madrugada. O público é formado especialmente por jovens que já são donos de algum produto da empresa americana como iPhones ou iPods.

Pelo jeito, assim que as portas se abrirem deve acontecer uma verdadeira corrida e os estoques, com certeza, acabarão em questão de minutos ou horas, talvez. O mesmo deve acontecer em 6 países da Europa, além de Canadá e Austrália, onde o tablet começará a ser vendido em suas duas versões: a Wi-fi e a 3G.

Depois, em Julho, mais nove países devem entrar no calendário de lançamento. Lembrando que o Brasil ainda não está entre eles. A Apple deve anunciar uma nova lista com outros nove candidatos a receber o tablet em breve.

Vamos torcer. Quem sabe depois da Copa, a Apple se lembre da gente.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: G1


Todo mundo sabe que o gadget do momento é o iPad. As pessoas amam o tablet da Apple, e todo mundo quer o seu. Apesar de todo esse sucesso, ele não é perfeito. A versão wi-fi tem um problema que até levou algumas universidades americanas a proibirem o uso em suas dependências.

A boa notícia é que a Apple está preparando uma atualização do sistema operacional do iPad para as próximas semanas. E a expectativa é que o problema da conexão sem fio seja resolvido.

Mas não é só por isso que a empresa de Cupertino pretende atualizar o SO do tablet. Por trás disso também está a preocupação de Steve Jobs em acabar com o jailbreak do aparelho. E assim como aconteceu com o iPhone, o update do firmware será feito para eliminar a falha que permite o desbloqueio do iPad.

E será o fim da festa para os hackers.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Pop News


Em menos de um mês o iPad atingiu a marca que o iPhone levaria dois meses e meio para atingir: 1 milhão de unidades vendidas. Nada mal para um produto que muitos julgavam desnecessário. E é bom lembrar que os números poderiam ser até maiores se a Apple já o tivesse liberado para o mercado internacional.

Steve Jobs está feliz da vida, e afirmou que a demanda é muito maior que o estoque. No entanto, a empresa está trabalhando muito para dar conta do recado. Embora o iPad 3G não causado a mesma corrida que a versão inicial é bem provável que os 5 milhões de vendas previstas até o fim do ano sejam alcançadas muito antes disso.

Outra informação importante: dos 12 milhões de softwares baixados para o tablet, 1 milhão e meio são de livros. Isso quer dizer que o propósito inicial do aparelho, o de ser uma plataforma de leitura, também foi atingido.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Apple





CONTINUE NAVEGANDO: