Saiba aqui as principais diferenças e a vantagem de cada um.

Por muito tempo, o HDD, unidade de disco rígido, foi o dispositivo de armazenamento padrão de computadores e notebooks. Um dos principais fatores é o baixo custo aliado a grande capacidade de armazenamento. No entanto, a unidade de estado sólido (SSD) é uma opção disponível no mercado que pode substituir facilmente o HDD. A seguir, veremos algumas características deste dispositivo, ainda não tão popular, em comparação com o HD.

Tempo de acesso

A velocidade de acesso do SSD vai de 35 a 100 microssegundos, quase 100 vezes mais rápido do que o HD. Na prática, significa que os programas são executados com mais velocidade, o que é ótimo para sistemas com grandes quantidades de dados, como por exemplo, um sistema operacional.

Confiabilidade

O SSD não tem partes móveis, pois ele utiliza a memória flash para armazenar os dados que, além de proporcionar melhor desempenho, torna o dispositivo mais confiável em comparação com o HD. Quem nunca teve problema com a agulha do HD? Ou ficou escutando aquele tec-tec-tec e logo após apareceu uma tela preta indicando que o disco rígido não pôde ser lido?

Consumo de energia

O HD, por ter partes móveis, gasta mais energia para movimentar a agulha e os cabeçalhos, por exemplo. Esta característica não ajuda apenas a diminuir o consumo de energia elétrica, mas também economiza mais a bateria dos notebooks.

Capacidade

Ainda não há discos SDD com grande capacidade de armazenamento. Isto acontece mais por conta do preço ainda bem mais elevado do dispositivo em comparação com o HD. Um SDD de 126 GB, por exemplo, custa mais do que um HD de 2 TB.

Tamanho

Aqui está outra boa vantagem do SDD. Eles são bem menores do que os HDs. Em média, ele costumam medir entre 1 e 2.5 polegadas, enquanto o HD pode chegar a 3.5 polegadas.

Ruídos

Sem agulhas, cabeçalhos e com componentes eletrônicos mais modernos, os discos SDDs são muito mais silenciosos do que um HD. Esta característica cada vez mais se torna um diferencial para os dispositivos móveis.

Estas foram algumas características do SSD em comparação com o HD. Ele não pode ser tido como substituto, pois há ainda vantagens em se ter o HD, como a capacidade de armazenamento aliado ao custo/benefício. Mas, aos poucos, o SDD começa a entrar no mercado e a ganhar espaço no comércio de eletrônicos. Quem sabe se daqui alguns anos já consideraremos o HD como algo ultrapassado?

Rafael Costa Ferreira


Mesmo que a variedade de marcas de notebooks disponibilizadas no mercado seja um ponto positivo para os consumidores, junto com elas inúmeras dúvidas se avultam? Afinal de contas, qual delas comprar? Segundo pesquisas do setor, quando perguntados a respeito dos mais eficientes notebooks, os consumidores apontaram entre as melhores marcas a Sony, a Apple, a HP, a Dell, a Asus, a Positivo, a LG, a Acer, a STI e a Lenovo.

Bastante conhecida por seus equipamentos, a HP tem preço relativamente acessível e notebooks completos, com design diferenciado e programas já instalados. Apesar disso, a marca possui a desvantagem de apresentar problemas de superaquecimento em alguns processadores e a sua assistência técnica não oferece um bom retorno ao consumidor. 

Já os notebooks das marcas Sony e Dell são de qualidade exemplar e bastante caros.

Os notebooks da Samsung vêm com um design bonito e ergonômico, a duração da bateria é boa e sua tela de LED é bem viável. Apesar disso, os aparelhos não são baratos, apresentam dificuldades de conexão e possuem pouca performance em seu funcionamento.

Já os notebooks da LG não são os mais indicados para rodar jogos e programas pesados. Apesar disso, eles são bem resistentes e possuem um teclado firme e silencioso. Não bastasse isso, os computadores também não possuem problemas com superaquecimento.

Na hora de comprar seu notebook, considere a qualidade da marca, a eficiência de seu suporte técnico, a relação custo benefício e também se ele atende às suas necessidades. Depois de avaliar estas questões, certamente ficará mais fácil escolher qual notebook comprar.

Por Flávia Alves Figueiredo Souza


Um netbook é ótimo para quem precisa de uma ferramenta de trabalho e estudo portátil. Se você pretende adquirir um netbook, recomendaria que fizesse uma análise mais crítica do mesmo, tendo a certeza de que esse atenderá a todas as suas necessidades, ou se outro produto seria mais útil.

Podemos fazer uma rápida análise, citando como vantagens:

  • Leve
  • Ultraportátil
  • Pequeno
  • Discreto
  • Baixo custo
  • Ferramenta fácil de estudo e trabalho
  • Permite que você apresente trabalhos com facilidade (por exemplo, em uma faculdade ou até mesmo empresa)
  • Conexão com a internet

Porém, o produto apesar das diversas qualidades, também possui algumas desvantagens, tais como:

  • Processador lento
  • Não possui leitor de CD ou DVD
  • Pouco espaço no disco rígido (HD)
  • Pouca memória RAM (o que o deixa mais lento, impossibilitando a execução de qualquer espécie de jogo "pesado")
  • Teclado e tela pequenos, pode causar certo incômodo ao consumidor, principalmente na hora de digitar

São esses alguns fatores que deve se considerar antes de adquirir seu produto, sempre atento às suas necessidades e intenções, muitas vezes o netbook pode ser de grande utilidade para a execução de pequenas e simples tarefas (tais como ouvir música, checar e-mails, etc), porém em outros casos um produto mais completo seria o ideal.

Por Luiz Guilherme Feliciano Palazzo





CONTINUE NAVEGANDO: