Escolher um computador é uma tarefa delicada, que deve ser analisada com paciência pelo consumidor. O item mais importante do equipamento, o processador, é o que deve ganhar mais atenção na hora da compra. E qual escolher: AMD ou Intel?

No quesito desempenho, muitos processadores foram testados e os 30 primeiros lugares são da Intel. Já entre os modelos mais econômicos, a briga é bem competitiva, mas no final, ganha a AMD. Os produtos da AMD, segundo o teste, são fabricados para o público mais básico e os da Intel são mais avançados.

A campeã em desempenho fica para a linha de processadores Xeon, da Intel. Ela possui uma performance até 35% maior do que os outros testados. Outra pesquisa feita nos processadores identificou que as placas gráficas ATI Radeon, da AMD, normalmente são melhores que todas as onboard da Intel, que possuem níveis iguais. A próxima vantagem da AMD fica no preço. Os processadores da empresa normalmente são bem mais baratos do que os equivalentes da Intel.

As duas companhias também já divulgam algumas estratégias para este ano de 2014. A AMD quer manter esse foco de vender bons processadores por um menor preço. Ela quer atender os clientes mais econômicos e intermediários, para isso a companhia deu detalhes da produção da Mantle, sua nova API gráfica que promete sustentar o objetivo da AMD.

A Intel, porém, tem o intuito de investir ainda mais em alta tecnologia e inovar no mundo dos processadores. Ela está fabricando uma nova série de processadores 64-bit e também seu primeiro chip octa-core com suporte a memória DDR4. Além do desenvolvimento de processadores para dispositivos portáteis.

O atendimento das necessidades dos clientes são pontos diferentes da Intel e da AMD. A Intel pretende atender consumidores que necessitam de usos avançados, como tarefas pesadas que pedem hardwares muito potentes. O usuário que usa o computador apenas para navegar na web, checar e-mails, usar o Pacote Office e jogar um game ou outro, consegue ter satisfação com a marca AMD.

Por Carolina Miranda


A empresa AMD anunciou recentemente uma nova linha de processadores, com o nome de Opteron X, a linha foi criada com o foco de atender servidores de baixo consumo de energia e bater de frente com a linha de APUs Intel Atom.

A nova linha será composta por apenas dois modelos, segundo o anuncio oficial e que ambos possuem o núcleo Jaguar 64 bits x86, que são também utilizados no novo Xbox One e no Playstation 4.

O primeiro modelo da linha, chamado de X2150 tem um consumo de apenas 11 a 12 watts e uma frequência de 2 Ghz, além disso, ele combina uma CPU com uma GPU Radeon HD 8000, ideal para quem precisa de um servidor voltado para desenvolvimento de trabalhos multimídia.

Já o segundo modelo, com o nome de X1150 não possui uma placa de vídeo e tem uma frequência um pouco menor de 1,9 Ghz, porém, tem um consumo extremamente baixo de apenas 9 a 17 watts. Os valores da nova linha da AMD também já foram definidos, o primeiro modelo X2150 custa US$ 99 e o X1150 cerca de US$ 64.

Por Henrique Nicolau


A linha FX da AMD, considerada a top de linha da marca, acaba de receber dois novos integrantes. Os processadores FX-4350 e FX-6350 são as duas novas apostas da AMD para processadores de alto desempenho.

O FX-4350 conta com quatro núcleos e o FX-6350 vem equipado com a potência de seis núcleos, o que garante em ambos um processamento muito fluido e com muito poder para rodar a maioria das aplicações.

Veja abaixo as especificações técnicas dos dois novos processadores:

FX-4350:

  • Frequência de 4,2 Ghz (Turbo) e 4,3 Ghz (Max Turbo);
  • Cache de 12MB L2 e L3, o que oferece um desempenho 10% maior que o seu antecessor.

FX-6350:

  • Frequência de 3,9 Ghz (Turbo) e 4,2 Ghz (Max Turbo);
  • Cache de 14 MB L2 e L3.

Ambos são indicados para usuários que precisam de um processador forte e que não podem ficar na mão quando a questão é multi-processamento e qualidade de imagens. O segundo da lista, o FX-6350, ainda é indicado principalmente para aqueles que trabalham com edição de vídeo e modelagem 3D, principalmente pela sua potência.

Por Henrique Nicolau


A nova tecnologia  Turbo Dock, que reúne funções de notebooks e tablets é a nova aposta anunciada pela AMD, empresa norte-americana de processadores. O projeto da nova tecnologia deve ser apresentado no Mobile World Congress 2013, dentro de uma semana na Barcelona.

A Turbo Dock tem tudo para cair no gosto popular ja que é uma tecnologia que se ajusta conforme as necessidades do público, podendo ser utilizada no modo tablet, ou no modo portátil como notebook com funções mais complexas. Além do fato de ajustar as configurações automaticamente, dependendo do modo que você o utiliza, a tecnologia também compromete menos a bateria, tendo um consumo de energia menor

Os notebooks híbridos com tecnologia AMD Turbo Dock devem chegar no mercado durante o ano de 2013, ainda sem um mês confirmado. 

Não é a primeira vez que a AMD sai na frente para lançar novas tecnologias, em 2004 foi a grande pioneira ao lançar processadores 64 bits no mercado. 

A nova tecnologia, "Turbo Dock", concorrerá com outros dispositovos híbridos que já existem no mercado, porém, a tecnologia da AMD sai na frente por adaptar o desempenho do sistema conforme o modo que o cliente utiliza, funcionalidade quase indisponível no mercado atual de computadores híbridos.

Por Jonathan Alves


Com a CES 2013 ficando próxima, diversos rumores começam a se intensificar e até mesmo alguns começam a ser confirmados. No caso da AMD e da nova placa Radeon HD 8550, algumas informações supostamente vazaram na internet.

De acordo com informações divulgadas por um site varejista europeu, parece que a nova placa já começou a ser utilizada pela Asus no seu Vivobook U38DT, que custará 799 euros.

A nova Radeon HD 8550 foi desenvolvida principalmente para ser utilizada em notebooks e para bater de frente com os modelos famosos e muito utilizados da NVIDIA, que na maior parte contam com memória dedicada de 1 GB.

O Asus Vivobook U38DT é muito parecido com o Vivobook U38N, que já foi autorizado pela Federal Communications Commission (FCC), que é uma espécie de Anatel, mas que regulamenta aparelhos nos Estados Unidos.

Junto da nova Radeon HD, o Vivobook U38DT traz processador da AMD (modelo Vision A8) com 2.4 GHz e quatro núcleos, display de 13 polegadas LED em HD, memória RAM de 4 GB, sistema operacional Windows 8, conexões USB 3.0 e HDMI, além de pesar apenas 1.6 kg.

Mesmo com o suposto vazamento de informações, nada foi confirmado e detalhado por parte de AMD. Porém, a expectativa é que a nova placa seja exibida detalhadamente durante a CES 2013.

Por Guilherme Marcon


Há pouco tempo, a AMD anunciou o lançamento da nova linha de APUs que, a princípio, será disponibilizada somente para os modelos de notebooks. Isso, porque os chips para desktops provavelmente serão disponibilizados no terceiro trimestre de 2012.

Mesmo com o lançamento sendo efetivado, nenhuma fabricante de notebooks disponibilizou modelos de aparelhos com a nova linha de APUs, mas a HP já anunciou que tem planos de  começar a vender novas máquinas com os chips da AMD em junho deste ano.

A nova linha de chips vem equipada com a tecnologia Bulldozer. Esta tecnologia permite que os novos componentes utilizem módulos ao invés de núcleos reais, o que resulta no dobro de núcleos disponíveis.

Ainda, a nova linha da AMD traz um aperfeiçoamento nos controladores de memória, possibilitando que se trabalhe com até 32 GB de memória DDR3, em frequências que podem chegar a 1600 MHz.

Mas, para a felicidade de todos, a nova APU AMD possui superioridade absoluta em questão de gráficos, pois possui resolução superior a HD, sendo muito mais potente que os chips Intel HD Graphics 4000. Já em questão de economia de energia, os novos chips oferecem mais tempo de duração da bateria, mantendo a qualidade do desempenho no processamento.

Por Guilherme Marcon


Ainda não se sabe muito sobre as datas de lançamento dos novos processadores das principais empresas do segmento: Intel e AMD. Porém alguns rumores apontam que os produtos deverão ser colocados no mercado no primeiro semestre de 2012, entre os meses de abril e maio.

A AMD irá lançar as sucessoras das Llano, as novas APUs Trinity, que prometem ser capazes de oferecer aos usuários uma excelente performance gráfica e, para isso, a APUs irá trazer um chip gráfico baseado nas famosas GPUs Radeon 7000. De acordo com o site CPU World, o lançamento das novas placas da AMD será no dia 15 de maio, data em que os modelos para ultrabooks também deverão ser anunciados.

Já a Intel enfrenta algumas contradições a respeito das datas do lançamento dos novos processadores Ivy Bridge. Alguns sites afirmam que os novos chips da empresa deverão chegar ao mercado no dia 29 de abril, porém outras fontes alegam que o lançamento será antes, no dia 23 de abril.

O que nos resta é esperar que as empresas se pronunciem e revelem a verdadeira data de lançamento de seus novos produtos.

Por Guilherme Marcon


A AMD lançou mais uma geração de processadores APUs desbloqueados, tanto para notebooks, quanto para desktops.

Segundo o site Slashgear, os chips APUs prometem um incremento na visualização de vídeos de alta definição e uma função especial que possibilita o aumento da qualidade dos vídeos streamings (capaz de estabilizar até os clipes de baixa qualidade).

Vale lembrar que APU é uma tecnologia da AMD que une o processamento normal de um computador com o processamento gráfico.

Já que essa nova linha de APUs é desbloqueada, os fãs de overclocks poderão até acoplar uma placa AMD Radeon ao processador e assim aumentar o desempenho da máquina em até 144%.

Esses lançamentos já estão sendo vendidos desde o dia 20 de dezembro nas principais lojas do ramo.

Veja algumas configurações abaixo:

Para notebooks:

A8-3550MX

  • Quad-core;
  • TDP de 45 W;
  • CPU de 2 GHz (2,7 GHz com Turbo Core);
  • Cache L2 de 4 MB;
  • Processador Gráfico Radeon com 400 cores.

Para desktop:

A8-3870K

  • CPU de 3,0 GHz;
  • Quad-core;
  • Processador Gráfico Radeon com 400 cores;
  • TDP de 100 W;
  • Cache L2 de 4 MB;
  • GPU de 600 MHz  (desbloqueado).

Por Tiago Batista


Informações divulgadas no site oficial da AMD revelaram peculiaridades sobre a placa Radeon HD 6990. Com dois chips gráficos, cada qual com 830 MHz e 2 GB de memória GDDR5, o equipamento é ideal para aplicações gráficas e jogos carregados.

Sonho de todo profissional de artes gráficas, com a Radeon HD 6990 é possível ligar cinco monitores simultaneamente. A placa conta com quatro conectores mini-DisplayPort 1.2, outro conector HDMI 1.4a e com o recurso Unified Video Decoder 3 (UVD3), que é capaz de conferir o máximo de sua potência à máquina e ao usuário, inclusive se relacionados tecnologia Blu-ray e vídeos online.

Em todo o mundo a placa já pode ser encontrada. No mercado norte-americano, alguns modelos da Radeon HD 6990 já estão disponíveis por US$ 699.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Há poucos dias a Intel mostrou sua nova linha de processadores Atom Z6, quem tem como alvo o mercado de dispositivos portáteis como tablets, netboooks e smartphones. A nova leva desses chips são frutos de muito trabalho e pesquisa para otimizar o desempenho e diminuir o consumo de energia para poder competir com os processadores ARM.

Já a concorrente AMD, que acabou de ganhar espaço no mercado notebooks marcando presença na nova linha da HP, tratou de se mexer e divulgar que seus chips estarão presentes em 109 modelos de notebooks. Os lançamentos devem acontecer ao longo dos próximos meses.

É um dos melhores resultados já apresentados pela empresa, que no ano passado equipou apenas 40 modelos de notebooks.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Terra





CONTINUE NAVEGANDO: