Como Melhorar o Desempenho do Notebook – Dicas de Cuidados



Confira aqui algumas dicas para melhorar o desempenho de seu notebook.

Com a alta do dólar e essas crises, tanto de emprego, quando da pandemia decorrente do novo Covid-19, gastar dinheiro com um computador novo está quase sendo o último plano, mas e se o seu notebook já está “cansadinho”, o que fazer? Simples, um Upgrade!

Trocando algumas peças e fazendo limpeza em outras, podemos melhorar e muito o funcionamento da máquina. Por experiência própria, algumas vezes a lentidão se resolve com um simples “desfrag” ou “format c:\\”. Se esses dois termos usados soaram estranhos pra você, bom, acho que você não tem experiência na área.



Para fazer essa manutenção preventiva, não é preciso ser nenhum “Einstein”, porém alguns cuidados devem ser tomados. Caso você não leve nenhum jeito para isso, ou seja, não tem conhecimento ou até tenha medo de poder danificar ou sofrer algum acidente, passe esse serviço para algum profissional.

Eu, como técnico da área, em se tratando de abrir um Notebook e fazer esse serviço, recomendaria uma trabalho numa autorizada, porém, sairia mais caro e, como falei, são coisas simples para alguém da área.



Deve mencionar que, caso o seu PC seja mais novo e ainda esteja na garantia, leve numa loja credenciada da marca do computador, pelo simples fato, fazendo isso, não se perde a garantia.

No caso de estarmos falando de um computador mais antigo, vamos lá!

Para formatar o computador, que seria algo mais simples, rápido e de custo praticamente zero, comece por ele. Todas as vezes que entramos na internet, arquivos do servidor são copiados para a máquina, os excessos desses arquivos provocam lentidão. Outra coisa que costuma acumular arquivos desnecessários é a instalação de um monte de coisa. Normalmente instalamos programas para testar e depois os apagamos, mas nem sempre os arquivos são apagados por completo. A versão do sistema operacional que você irá instalar também irá interferir no seu futuro funcionamento, por exemplo, um computador muito antigo com o “Windows 10”. Uma que talvez você nem consiga instalar se as especificações da máquina forem inferiores aos mencionados naquele programa, outra, o “Windows 7” seria bem mais leve e recomendado para isso. Não fique somente nesse sistema operacional, citei o sistema operacional da Microsoft por ser o mais usado, porém, outros estão no mercado e são bem mais leves, como é caso do Linux, porém, tirando o fato de muita gente estranhar, ele pode até não ter drives para algumas peças, então, faça uma boa pesquisa antes dessa troca.

Leia também:  Gigabyte Aorus X7 - Novo notebook superpotente para gamers

Essas seriam as únicas soluções na parte lógica do computador, ou seja, nos softwares.

No que diz respeito aos hardwares, na parte física, vamos começar falando de duas coisas cruciais, o HD e a Memória RAM. Em ambos, antes de sair comprando qualquer peça mencionada aqui, veja se a mesma é compatível com as saídas da placa mãe.

As Winchester, os Hard Disc, ou somente HDs, nada mais são que Disco Rígidos magnetizados que são lidos e gravados por uma “cabeça de leitura” e o tempo do disco rodar pra frente ou pra traz, para fazer a leitura ou a gravação de arquivos, hoje é rápida, em média, pode chegar a 140 MB/s. Porém, essa tecnologia evoluiu e um “disco de estado sólido, os SSD (Dolid State Drive), podem chegar a 500 MB/s. Essa nova tecnologia de gravação e leitura é feito em memória flash e não em disco, aumentando drasticamente a velocidade.

A memória RAM é outro item indispensável para um Upgrade, vamos supor que você vai fazer um bolo, isso mesmo, um bolo (eu usava isso como exemplo nas minhas aulas de hardware) e todos os utensílios que você vai usar estão numa mesa que mede um metro de largura por um metro de comprimento. Agora imagina todos esses utensílios numa mesa de dois por dois, ou seja, você vai ter um espaço bem maior para trabalhar, facilitando esse trabalho. Assim é memória RAM, o computador vai usar esse local para abrir o aplicativo, temporariamente, para você trabalhar, se ele tiver mais espaço, a rapidez será notável!

Devo repetir, por questões de aprimoramento da tecnologia, a placa mãe de um computar antigo, muitas vezes não é mais compatível com as peças lançadas atualmente, então talvez não seja possível fazer muita coisa, mas pesquise, um profissional da área o ajudará!

Leia também:  Acer irá lançar 3 Modelos de Tablets em 2011

Outra questão pode estar na bateria, onde é normal que elas, com o tempo, tenham menos tempo de carga ou até, nem tenham, ou seja, o notebook só funciona quando estiver ligado na energia, não fazendo o seu papel de “Nobreak”, que para quem não sabe, é um dispositivo que mantém o computador funcionando, através de uma bateria carregada por energia. Esse aparelho também existe para computadores convencionais.

Devo mencionar também que dependendo da marca, modelo e ano de fabricação do seu Notebook, a bateria pode se tornar algo difícil e caro, e em alguns casos, impossível.

E a última parte para a sua manutenção preventiva, é a limpeza e/ou troca do teclado. E tirando a parte já mencionada, de achar o hardware correto, a limpeza e troca, tem os seus truques e manhas, mas resumindo, chaves para tirar parafusos, delicadeza e atenção são os meios para tal serviço. Retire a bateria e não deixe o cabo conectar a energia, além do choque elétrico que você pode tomar, peças podem ser danificadas.

Para finalizar, não vou citar uma manutenção, mas uma prevenção. Nem em notebooks e nem em computadores convencionais devemos fechar as saídas de ar.

No Laptop, não coloque almofadas no colo pra usá-lo, procure um lugar onde a parte inferior fique livre para a circulação do ar, e dos gabinetes, que é aquela caixa grande onde você liga, não as deixe com panos ou plásticos cobrindo na hora do uso. Ali também deve circular a ar. Só para constar, essa caixa é, na maioria das vezes, chamada de CPU, que é errado. CPU significa “Central Process Unit”, ou seja, “Unidade de Processamento Central”, popularmente chamado de Processador!

Leia também:  Dicas de como comprar seu roteador wireless

Por Fernando Dias

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *