CPU e GPU – O Que é, Diferenças, Para Que Serve





Saiba aqui o que é e quais são as diferenças do CPU e GPU.

No mundo dos computadores é normal ouvirmos esses termos, mas nem todos sabem o real significado e qual é o papel que cada uma dessas peças realiza.

CPU

A CPU tem o seu significado de um termo em inglês, Central Processing Unit, que significa Unidade de Processamento Central. Ou seja, é o centro de processamento da máquina, o cérebro de tudo.




Os processadores são o que chamamos de CPU, como os processadores de marcas como Intel e AMD. Processador é o termo mais comum de lermos e ouvirmos quando falamos de computador, isso se deve justamente a dificuldade que o público tem de entender o significado de cada componente dos computadores.

GPU

Graphics Processing Unit, esse é o termo em inglês que define a GPU, a tradução é semelhante, sendo Unidade de Processamento Gráfico. É esse componente que tem a função de processar e viabilizar a aparição de todas as imagens gráficas no seu PC, desde o navegador até jogos mais pesados.


Sabendo disso, não fica difícil discernir que a GPU é a placa de vídeo que conhecemos popularmente.

Função de CPU

Por ser o cérebro da máquina, a CPU tem a função de processar TODAS as informações que são geradas pelo usuário, desde o movimento do mouse até o desligamento total do computador. Todos os processos passam pelo processador, inclusive comandos gerados pela GPU, memória RAM, SSD, etc.

Um computador não pode existir sem um processador, ele é, sem dúvidas, o principal componente do PC.

Os processos e comandos gerados para a CPU são identificados em dois números: 0 e 1. Conhecidos como códigos binários, o processador gera milhares de conjuntos matemáticos com esses dois números a fim de processar e gerar todos os comandos necessários quando solicitado. Nesse exato momento, o seu processador está em pleno funcionamento para possibilitar a leitura desse texto.

Função da GPU

Todas as belezas gráficas presentes no computador são geradas pela GPU, o FPS (Frames por segundo) é comandado pela GPU, dependendo da qualidade de imagem que tal processo exige e a potência da sua GPU, o FPS pode aumentar ou diminuir.

As placas de vídeo são extremamente dedicadas a isso, por isso apresentam desempenho melhor na parte gráfica comparada aos processadores.

Existe CPU e GPU nos celulares?

A resposta é sim! Os smartphones possuem processadores que podem variar de marca e produção, alguns dos mais conhecidos são o Bionic, presente em dispositivos da marca norte-americana Apple, enquanto para celulares com sistema Android temos o Snapdragon.

Assim como nos PCs, os dois componentes têm as mesmas atribuições em smartphones e tablets, permitindo um bom desempenho em jogos, apps e atividades diárias. Sabe quando o seu celular trava? Provavelmente é o processador que não conseguiu processar a tarefa sem intermitência.

GPU dedicada e integrada: o que é?

É comum ouvirmos a expressão “a placa de vídeo é dedicada”, a explicação para essa expressão é que alguns modelos de processadores tem um chip gráfico (GPU) em sua estrutura, ou seja, apresentam algum tipo de possibilidade de processar imagens em qualidade melhor.

A qualidade de uma GPU dedicada é infinitamente melhor do que uma GPU integrada (a que acompanha a CPU), por isso é importante investir em uma GPU que seja dedicada totalmente ao processamento gráfico da sua máquina.

Em qual das duas é preciso investir mais dinheiro?

É importante pontuar que os dois componentes são importantíssimos no desempenho do seu computador, uma boa CPU e uma boa GPU, em harmonia, possibilitam uma experiência incrível ao usuário.

Contudo, é importante que você dê preferência ao processador (CPU) caso não tenha budget para investir nos dois. E assim que puder, invista em uma boa placa de vídeo também, para obter o melhor desempenho do seu PC.

Em todo caso, é imprescindível que você defina o seu objetivo com o computador, se é só para trabalho e atividades cotidianas, ou se você quer um desempenho otimizado, como em computadores gamers, específicos para jogos.

Tendo o objetivo definido é mais fácil saber onde investir o dinheiro, caso você foque mais em processamento para atividades cotidianas, pode investir mais em um processador e comprar uma GPU não tão potente. Se o foco for para alto desempenho em jogos, é bom que você invista uniformemente nos dois componentes, para ter o melhor desempenho possível e evitar o famoso “gargalo”.

Breno Antonio Paciência

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *