Novos Processadores Intel Core de 10ª Geração 2019





Conheça aqui mais detalhes sobre os novos precessadores da Intel.

Uma novidade no mundo dos eletrônicos está chamando a atenção de consumidores e especialistas. Na Computex 2019, que acontece em Taiwan, a empresa Intel, por meio de seus representantes, apresentou suas novidades.

Após algum tempo de atraso, esta empresa fez revelar sua primeira série de novos processadores de 10 nm. Esta 10ª geração dos aparelhos da Intel Core, cujo codinome é “Ice Lake”, serão instalados nos computadores a partir do segundo semestre de 2019.




A meta dos engenheiros está em produzir chips como modelos cada vez mais portáteis. Entretanto, até o presente momento não foram revelados mais detalhes destes chips que consomem grande fluxo de energia (tal como os dispositivos instalados em notes ou computadores para gamers), porém, os mesmos estão prestes a ser produzidos.

Deste modo, os novos modelos apresentados durante a conferência realizada na última terça-feira, dia 28 de maio, estão voltados para os aparelhos notebooks e os ultrabooks.


É importante observar que estes novos e potentes chips produzidos não são tão poderosos quanto os que estão munidos de maior força, que são os especiais para as máquinas mais sobrecarregadas, como as especiais para games.

Assim, a empresa Ice Lake (codinome da Intel) está iniciando nova linha de produção, abrindo ao mercado mais alternativas de 9W; de 15W e de 28W, que estarão munidos de quatro núcleos; de oito Threads e de velocidade de Clock em 4,1 GHz para o Turbo. Portanto, se trata de um típico chip equivalente àqueles que estão instalados nos atuais aparelhos de tipo MacBook Pro, configurado em 13 polegadas.

A estatística que foi apresentada pela empresa Intel contém números que não são tão impressionantes. Os líderes da companhia explicam que os modelos Ice Lake estão munidos de um chamado Clock até 18% mais eficiente e mais acelerado em relação aos anteriores. Mesmo assim, esses números apresentam resultados dentro do desempenho dos Chips Skylake que foram estreados há mais ou menos quatro anos.

O total do desempenho apresentado pelo aparelho, que contém um único núcleo, não revelou maior potência, como se esperava, da parte dos especialistas. O site especializado Gizmodo apresenta um gráfico no qual se expressa a diferença entre este novo modelo e os outros chips tipo Whiskey Lake, lançados a partir do ano passado.

Mesmo assim, houve um ganho objetivo e real a partir desses novos chips, que fazem parte da sua parte gráfica. Os representantes da companhia Intel declararam ter quase chegado a um desempenho dobrado na produção e teste dos últimos processadores de 15W. Esta situação indica claramente que o novo chip, o qual exige menos energia para operar, está capacitado para realizar o trabalho necessário, que até então era possível somente em um tipo de computador munido de processador bem mais exigente em termos de energia consumida, no caso, em 28W.

Entretanto, até o presente momento não há maiores detalhes que permitam conhecer esses resultados, e como os novos números obtidos vão agir automaticamente na prática, ou como os mesmos se comportam em paralelo com a concorrência, embora haja grande expectativa de que todo consumidor possa utilizar e jogar os games por meio de fluidez mais eficiente, mesmo nos computadores chamados Ultraportáteis.

Estes processadores novos têm capacidade de suportar maior variedade de monitores, tais como os de 5K a de 60Hz, ou mesmo os monitores de 4K a 120Hz. Porém, a companhia Intel não fez revelar o TDP, que significa o máximo de energia que é dissipada por meio da CPU, a partir deste novo chip, o que levanta a suspeita, entre especialistas, da necessidade de uma fonte bem mais potente para lidar com o dispositivo.

Paulo Henrique dos Santos

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *