Notebook para Trabalho – Como Escolher o Melhor Modelo





Saiba aqui como escolher o melhor modelo de notebook para o seu trabalho.

Escolher um notebook profissional pode ser uma tarefa complicada. Há várias opções no mercado e é importante se atentar a fatores como o tamanho da tela ou o processador, pois diversos fatores dessas máquinas influenciam diretamente em sua produtividade. Nesse post mostraremos algumas dicas para você escolher um laptop perfeito para suas necessidades de trabalho.

1. Formato

Atualmente, há no mercado alguns formatos de computadores portáteis bastante diferentes: o notebook convencional, ultrafino ou 2 em 1. Como escolher o modelo ideal?




Os modelos ultrafinos podem ser excelentes para quem precisa poupar espaço, mas isso pode significar a perda de potência de alguns componentes. Nesse caso, computadores como o MacBook Air podem ser uma boa opção para quem necessita redigir e editar documentos e realizar outras tarefas de baixa intensidade. Os modelos 2 em 1 funcionam bem principalmente se você pretende realizar trabalhos durante uma viagem ou precisa de algo que proporcione entretenimento em alguns momentos. Para esse modelo, é necessário ficar atento ao peso, pois alguns modelos podem pesar até quase 2 kg, tornando-se parcialmente inviáveis para seu propósito. Os notebooks com melhor custo-benefício são os convencionais, que mantém as características mais comuns de design, além de possuírem um sistema melhor de ventilação, excelente para tarefas mais pesadas.

2. Tamanho da tela

Os notebooks mais comuns do mercado são aqueles que têm a tela de 15 polegadas. Porém, muitas vezes esses aparelhos podem ser grandes demais para quem precisa levá-los para diversos lugares. Por outro lado, aqueles com tela de 11 ou 12 polegadas podem ser pequenos demais e dificultar a visualização de planilhas e documentos. Uma alternativa são os computadores de 13 ou 14 polegadas, que podem atender melhor às necessidades de quem trabalha utilizando os computadores.


3. Resolução da tela

Quanto maior a quantidade de pixels de uma tela, maior o conforto para os olhos do usuário e maior a quantidade de informações exibidas no mesmo espaço. Muitas vezes, um painel menor Full HD é capaz de exibir uma quantidade maior de informações que uma tela maior de resolução HD. Para quem trabalha com imagens, isso faz toda a diferença!

4. Teclado

O teclado é uma das partes mais importantes para quem trabalha utilizando um noteboook. A qualidade desse apetrecho está diretamente ligada à altura das teclas: se forem baixas demais, pode comprometer a digitação. A escolha, entretanto, é completamente pessoal. Uma boa dica para fazer a escolha certa é ir diretamente à loja para explorar o melhor modelo para você.

5. Touchpad

No quesito touchpad, um dos mais bem avaliados do mercado é o do MacBook, pois as respostas são ágeis, tem boa sensibilidade à pressão, etc. Em computadores com sistemas operacionais como Windows, uma boa escolha são as máquinas que apresentam drivers de precisão da Microsoft, que também oferece uma boa resposta aos comandos do usuário.

6. Conectividade

Hoje em dia, a maioria dos notebooks apresentam um conjunto similar de conectividade sem fio. As diferenças entre eles se relacionam mais às portas físicas da máquina: notebooks ultrafinos costumam ter menos portas disponíveis. A dica aqui é verificar quais são suas necessidades em relação às entradas USBs, cabo HDMI, dentre outras, e escolher o modelo que suporte o que é indispensável para a realização de seu trabalho.

7. Processador

O processador é outro item que pode variar de acordo com o tipo de trabalho que será desempenhado no notebook. Os processadores Core i7 e i9, da Intel, são mais indicados para quem precisa trabalhar com editores de imagens ou vídeos, enquanto o i5 é mais equilibrado para tarefas diversas. Caso o usuário use apenas editores de texto ou e-mail, o i3 já cumpre seu papel.

8. Memória RAM

Normalmente a quantidade de memória RAM disponível nos computadores atuais varia de 4 GB a 8 GB. O primeiro é mais indicado para quem faz um uso moderado do laptop, enquanto a memória de 8 GB pode se adequar a trabalhos que exigem a abertura de diversos softwares ao mesmo tempo. Quem lida no dia a dia com programas pesados, deve optar por memórias de 16 GB para que o desempenho do computador não seja comprometido.

9. Armazenamento

Quando for comprar um notebook, opte, se possível, por máquinas com SSD. Esse tipo de armazenamento, apesar de mais caro, é superior ao HD tradicional, pois costuma ser mais seguro, rápido e durável. A quantidade de armazenamento depende da necessidade do usuário, lembrando que é possível adquirir HDs externos ou assinar serviços como o OneDrive ou Google One para armazenar mais arquivos.

10. Bateria

Se o usuário precisa trabalhar em locais públicos sem acesso à tomada, o tempo todo é fundamental investir em um notebook que tenha uma boa autonomia de bateria. Normalmente devemos considerar um tempo de duração menor do que o informado pelo fabricante quando o laptop é utilizado em condições normais.

Gostou desse post? Compartilhe com seus amigos e conte-nos qual modelo de notebook para trabalho você possui!

Gabriela P.

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *