Velocidade média da internet no Brasil é de 3,6Mbps



Relatório State of the Internet mostrou que a media global de velocidade da internet é de 5Mbps, porém a média do Brasil ficou em 3,6Mbps.

O site Exame.com teve acesso a um relatório trimestral da Akamai, que mostra dados das velocidades médias da internet em diversos países. O relatório é chamado de State of the Internet e mostra que a média global de velocidade da internet é de 5Mbps.

A notícia ruim é que a média do Brasil é de 3,6Mbps, o que lhe dá a 90º posição no ranking mundial e representa um índice de 28% abaixo da média mundial – houve uma melhora na nossa média global – ano passado foi de 2,9Mbps. Nossos vizinhos Argentina e Uruguai têm surpreendentes 4,7Mbps e 5,9Mbps, respectivamente.



A Akamai considera internet “banda larga” 25 Mbps, isso significa que, em um primeiro momento, nenhum país oferece banda larga até o momento, quem chega bem perto é a Coreia do Sul, com 23,1 Mbps.

Mas, considerando os picos de velocidade, o Brasil subiu no ranking, de 82º para 80º lugar. No ano passado eram registrados 20Mbps e neste ano, no mesmo período, registrou-se 27Mbps. O maior pico ficou com o Uruguai, com 47,7Mbps e a 33ª colocação. Em picos de velocidade a média mundial é de 32,5 Mbps.



Como se chegou a esses dados:

O estudo tomou como base os dispositivos que são responsáveis por 30% do fluxo mundial e que se conectaram a 140 mil servidores da Akamai, em 242 países. É importante observar que não foram consideradas as conexões móveis.

Quais são os países com as melhores médias?

Os três primeiros lugares ficam cm Coreia do Sul, Hong Kong e Japão, com  23,1 Mbps, 17 Mbps e 16,4 Mbps,  respectivamente.

Leia também:  Qbex UX640 e Qbex UX620 - Novos ultrabooks lançados no Brasil

Os três países vêm seguidos por  Suécia  com 16,1 Mbps, Suíça com 15,6 Mbps,  Países Baixos  com 15,6 Mbps, Noruega com 14,3 Mbps, Letônia com  14,2 Mbps, Finlândia com 14  e República Tcheca com  13,9 Mbps.

Sobre a Akamai:

A Akamai é uma empresa de internet americana, com sede em Cambridge. Tem entre seus serviços o armazenamento de imagens e vídeos e atende sites de grande porte como Facebook, Netflix e outros. É também monitora global de tráfego de dados e distribui tecnologias para videos em streaming.

Por Elia Macedo

Internet

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *