De acordo com o site Bloomberg, a fabricante de notebooks Vaio deve se unir a Toshiba e Fujitsu para criar uma marca gigante no mundo da tecnologia. Segundo o site, a fusão entre as empresas será divulgada durante o mês março. A Vaio está presente no mercado brasileiro desde o final de 2015 e acaba de inaugurar sua loja oficiall para garantir as vendas no Brasil.

Durante a primeira semana do mês de fevereiro, a Toshiba anunciou que estava à procura de novas parcerias para continuar a fabricação de seus computadores portáteis. Vale lembrar, que no final do ano passado a empresa passou por um escândalo contábil e demitiu aproximadamente 7.800 funcionários, diminuindo drasticamente sua produção.

Caso a fusão ocorra, as fabricantes Dell, HP e Lenovo terão um concorrente expressivo, capaz de oferecer hardware de qualidade. A nova empresa impulsionaria a venda do mercado de informática, que atualmente se encontra estagnada devido ao aumento de vendas de dispositivos móveis, como smartphones e tablets.

Vale lembrar que a Vaio esteve em parceria com a Sony durante anos, até ser desmembrada em fevereiro de 2014. Nesse período, a marca dominava o mercado internacional de vendas de notebooks, com um hardware potente e com preços acessíveis.

Segundo uma pesquisa realizada durante o ano passado, a Lenovo lidera as vendas de notebooks no Japão com aproximadamente 29%; já a Fujitsu e Toshiba contam com 17% e 12% das vendas. Não há dados sobre a porcentagem de vendas da Vaio, já que a empresa não divulga essas informações.

No final de 2015, a Vaio retornou ao mercado brasileiro com notebooks de alto desempenho. De início, todos os modelos eram comercializados por meio de outras lojas, o que na maioria das vezes elevava o preço dos dispositivos. Por essa razão, a empresa trouxe uma nova opção de compra para os seus clientes, a loja oficial online.

Ao acessar o link da loja no site oficial é possível ter acesso a todos os modelos de notebooks e acessórios disponibilizados para o nosso mercado.  Ao realizar o pedido é possível acrescentar módulos de memória e garantir maior capacidade de armazenamento interno. Os preços dos modelos variam entre R$ 3.035 e 11.039. Na loja é possível realizar também a compra de modelos em pré-venda, como por exemplo, o VAIO Pro13G.


Antigamente costumava-se reclamar demais do tempo de duração das baterias dos notebooks. Agora com a chegada dos ultrabooks o assunto também é o mesmo. Chega a ser tão comum o problema que ele representa uma das principais reclamações dos consumidores de computadores portáteis. Isso já deveria ser até previsto (se é que fingem que não) uma vez que a cada dia usamos mais e mais aplicativos simultaneamente e isso sem contar com o brilho da tela.

Entretanto, algumas empresas do setor parece que finalmente resolveram dar atenção a essa gama de reclamações dos consumidores. A Toshiba é uma dessas empresas. Recentemente a fabricante anunciou sua nova linha de ultrabooks chamada de Dynabook KIRA. De acordo com as informações divulgadas pela empresa a previsão é de que bateria dos aparelhos dure até 22 horas seguidas de uso sem ter que ver a “cor” de uma tomada.

Em relação às especificações técnicas do Dynabook KIRA V634 as informações são as seguintes: o aparelho chega ao mercado com um processador Intel Core i5 (Haswell) e tem até 8GB de memória RAM. O ultrabook também conta com SSD de 128 GB de capacidade de armazenamento. O peso total do aparelho é de 1,12 kg e tem 17,9 mm de espessura. Já a tela tem a dimensão de 13 polegadas com uma resolução de 1.366 x 768 pixels. No mais vamos encontrar o Bluetooth 4.0, entrada HDMI com suporte para saída de vídeo em Ultra HD (4K) e também conectividade via Wi-Fi.

Um detalhe interessante de se observar é a questão da resolução do monitor do Kira V634. É exatamente essa resolução que permite que o ultrabook tenha uma reserva extra de bateria uma vez que não requer muito desempenho para o processamento gráfico. Em termos comparativos podemos citar o iPad Air que conta com uma tela de 2048×1536 de resolução. O que claro aumenta o consumo de energia e diminui a autonomia da bateria durante o dia.

Por Denisson Soares

Toshiba Dynabook KIRA

Foto: Divulgação


A Toshiba vem causando mais confusão com a Apple. Após o rebuliço do lançamento de seu "G Gradiente iPhone" – fazendo comparações  e alegando seus pontos fortes em relação ao seu rival da Maça, desta vez a empresa ataca os ultrabooks com o lançamento do seu KiraBook. Não por ele ser parecido com um Air, com sua tela de 13 polegadas e 2560×1440 pixels, mas porque a Toshiba comparou seu novo ultrafino com o da Apple, mostrando que ele é melhor ou igual.

O Kira conta com o que você pode esperar em um ultrabook top de linha: configurações com no mínimo 8GB de RAM e SSD de 256GB, além do processador Ivy Bridge i5 ou i7 de terceira geração, com atualização para a próxima geração Haswell assim que a nova arquitetura for lançada.

O modelo tem 1.179g e 1,78cm de espessura.

Por enquanto, o modelo tem duas configurações, o mais básico custando de US$ 1.600 (aproximadamente R$ 3.205) e o mais completo, com processador Core i7, custando US$ 2.000 (aproximadamente R$ 4.006).

Este é o primeiro modelo de ultrabook com Windows 8 e altíssima resolução.

Por Atila Felipe


Há pouco tempo, no dia 6 de dezembro, uma novidade foi lançada no mercado tecnológico pela Toshiba. Trata-se do seu novo tablet, o Toshiba Excite 10 SE.

O novo dispositivo conta com sistema operacional Android Jelly Bean (4.1) e veio para aproveitar as compras do Natal e de final de ano. Além disso, o aparelho possui design elegante e um hardware interessante, pois vem com tela de 10 polegadas, tem processador de quatro núcleos com 1.5 GHz, possui compatibilidade com Bluetooth 3.0, tem 1280 x 800 pixels de resolução, possui som SRS Premium Voice Pro, tem capacidade de armazenamento interno de 16 GB e pesa apenas 640 gramas.

O aparelhou chegou ao mercado norte-americano com o preço de US$ 350 (cerca de R$ 730 sem taxas), pouco abaixo do preço do tablet Google Nexus 10, apesar de ser um aparelho inferior em questão de resolução, principalmente.

A ideia é trazer o Excite 10 SE para competir com o Google Nexus 10 e com a nova geração do iPad, principalmente em questão do preço.

Não há informações sobre o lançamento do tablet no Brasil e em outros países.

Por Guilherme Marcon


Diante de vários lançamentos de ultrabooks que estão invadindo o mercado, as fabricantes estão em busca de diferenciais que façam seus produtos ser tornarem melhores e mais atrativos ao público.

A Toshiba, por exemplo, se esforçou bastante para trazer um dispositivo bem diferente dos apresentados pelas outras fabricantes, após iniciar a sua saída do mercado de netbooks.

O novo aparelho foi batizado de Satellite U845W e conta com um design ultrafino, o que torna um aparelho ainda mais portátil. O que chama bastante atenção no ultrabook é a proporção de sua tela, de 21:9 com resolução de 1.792×768 pixels, tamanho ideal para exibição de filmes.

Graças ao desenho diferenciado, o Satellite U845W permite visualizar estes conteúdos sem  aquelas faixas acima e abaixo da imagem, preenchendo toda a tela do aparelho.

O ultrabook possui ótima capacidade de processamento e conta com processador Intel Ivy Bridge, GPU Intel HD 4000, disco rídido de 500 GB, 32 GB de memória SSD, tela de 14 polegadas, saída HDMI e três portas USB 3.0.

O Satellite U845W chegará em breve a todas as lojas dos Estados Unidos, com preço sugerido de 999 dólares, aproximadamente 2.020 reais.

Por Guilherme Marcon


Definitivamente, a fabricante Toshiba decidiu sair do mercado de netbooks e por isso já parou todas as produções dessa classe de aparelhos.

Além disso, os locais que ainda vendem os dispositivos não terão seus estoques reabastecidos.

O primeiro país em que a Toshiba atuou com a retirada de netbooks das lojas foi os Estados Unidos, sendo que ao longo dos próximos meses os outros países também acompanharão a ação. A decisão da empresa segue a iniciativa que a Dell adotou há um tempo, quando retirou os netbooks do mercado, para começar a trabalhar em cima dos ultrabooks.

Essa posição da Toshiba aconteceu, porque os ultrabooks vêm tendo seus preços reduzidos, o que acaba prejudicando muito os netbooks. A fabricante havia mencionado que lançaria um netbook com processador Atom N2600 Cedar Trail, mas acabou mudando de ideia.

Para comprovar a queda do mercado de netbooks, pode-se observar que atualmente é possível comprar um ultrabook por apenas 800 dólares, ou até menos. E este valor tende a diminuir ainda mais, pois fabricantes como a Intel pretendem reduzir os valores para ampliar o mercado.

Até o momento, a Toshiba Brasil não se pronunciou a respeito, o que pode indicar que o nosso país não será um dos próximos a terem os netbooks retirados das lojas.

Por Guilherme Marcon


Após o início de sua saída do mercado de netbooks, a Toshiba resolveu investir mais em notebooks e ultrabooks. Sendo assim, na última terça-feira, dia 05 de junho, a fabricante anunciou três novos modelos de notebooks.

Os produtos foram nomeados de Tecra R950, Portégé R930 e Tecra R940, e possuem 15.6 polegadas, 13.3 polegadas e 14 polegadas, respectivamente.

Os três aparelhos possuem processadores Ivy Bridge da Intel. Não bastasse isso, eles também são equipados com 16 GB de memória RAM e memória de armazenamento em HD a partir de 500 GB (somados aos 256 GB em SSD).

O Tecra R950 possui sistema operacional Windows 7 Pro, tela de LED (com 1366 x 768 pixels ou 1600 x 900 pixels) e placa de vídeo Intel HD Graphics 4000. O aparelho pesa 2,4 kg e sua bateria tem duração de até sete horas.

O Portégé R930 vem com o mesmo sistema operacional do Tecra R950, porém com tela de LED apenas com uma resolução (1366 x 768 pixels). O notebook pesa 1,5 kg e sua bateria dura até nove horas.

Por fim, o Tecra R940 vem com características iguais ao Tecra R950, porém se diferencia no peso (1,9 kg) e na bateria (que dura até nove horas).

O lançamento dos três notebooks da Toshiba acontecerá no próximo trimestre na Europa, porém não foram divulgados os preços de cada um deles.

Por Guilherme Marcon


Atualmente no mercado de tablets encontramos modelos de diversas marcas, com tamanhos de tela variando entre 5.3 polegadas e 10.1 polegadas. Porém, a fabricante japonesa Toshiba resolveu inovar e lançou o maior tablet do mundo: o Excite 13.

Trata-se de um tablet com tela de 13.3 polegadas que pesa quase um quilo e, tendo em vista essa característica, o Excite 13 certamente não será um tablet confortável para ser segurado nas mãos por muito tempo.

Para compensar o peso, o tamanho avantajado da tela proporcionará uma visibilidade maior e melhor de mapas, fotos, vídeos, filmes e páginas da internet.

O Excite 13 é integrante de uma linha de tablets que possui modelos com 7.7 polegadas e 10 polegadas de tela.

Uma promessa do dispositivo é que ele poderá aguentar até 13 horas de utilização sem necessitar de carga na bateria. Além disso, o aparelho também terá um som muito melhor do que os atuais tablets vendidos no mercado, tendo em vista o conjunto de quatro alto-falantes embutidos no aparelho.

As configurações principais do aparelho são compostas por tela com Gorila Glass, duas câmeras (a traseira com cinco megapixels), Android 4.0, processador quad-core Tegra 3 e acesso à Wi-Fi.

O tablet deve ser lançado nos Estados Unidos em junho deste ano pelo preço de US$ 650 (para o modelo de 32 GB). Ainda não há informações sobre o lançamento no Brasil.

Por Guilherme Marcon


A Toshiba lançou no dia 21 de março seu novo tablet AT330. O que mais chama a atenção no novo aparelho da empresa, não são suas configurações e sim sua tela com 13.3 polegadas, tamanho que sem dúvida é bem diferente do que estamos acostumados a encontrar em outros modelos de tablets.

O produto será lançado no mercado com Android 4.0 e processador Nvidia Tegra 3. Além disso, o tablet terá ainda uma antena para que o usuário possa assistir aos canais de televisão.

Após o tablet ter sido lançado, o Techblog postou em seu site uma foto em que compara o novo aparelho da Toshiba com outros modelos de tablet da empresa. A diferença entre o tablet de 7.1 polegadas e o novo de 13.3 é gritante.

Mesmo tendo uma tela bem maior do que a maioria dos tablets é possível que o novo dispositivo da Toshiba não agrade a todos, tendo em vista que seu tamanho se aproxima de um notebook, que com certeza é uma ferramenta muito mais poderosa.

Por Guilherme Marcon


O novo Toshiba Satellite T135-S1310 possui um processador CULV Dual-core (atenção: há um outro muito parecido, mas que é single-core), o Windows 7 já instalado e uma longa vida de bateria (até 9h37). A bateria é i-Ion (5600mAh de 6 células), que possui apenas um ano de garantia. É um notebook muito fino e leve.

Por outro lado, como pontos fracos, na sua generalidade, tem alto-falantes com um som fraco e um touchpad desconfortável.

O processador é o Intel Pentium Processor SU4100, com um Sistema Operacional Windows 7 Home Premium de 64 bits, com Graphics Engine e memória gráfica de 128 MB-1759MB.

A memória é de 4GB DDR3, Hard Drive HDD 320GB. O drive ótico é vendido separadamente (Toshiba USB Portable DVD SuperMulti Drive).

O tamanho do display é de 13,3 polegadas. A tela suporta conteúdo 720 p, 1366×768. Possui alto-falantes estéreo padrão, headphone jack (estéreo) e microfone jack (mono), com microfone embutido. Tem também webcam e microfone.

Quem gosta de notebooks com cores vibrantes terá que encontrar outro modelo, pois o novo Toshiba Satellite T135-S1310 está disponível apenas na cor preta.


O mercado de Tablets anda bastante movimentado este ano. A última empresa a anunciar o seu modelo foi a Toshiba.

O modelo da empresa chama-se Regza Tablet AT300 e custará cerca de 730 dólares.

O aparelho possuirá processador Tegra 2 de 1GHz, Android Honeycomb 3.0, tela de 10 polegadas e duas câmeras ( 1 traseira de 5MP e 1 frontal de 2MP).

O Regza ainda possui capacidade interna de 16 GB, 1GB de RAM, entrada USB, HDMI e MiniUSB.

A duração aproximada da bateria será de 7 horas e seu peso será de 765 gramas.

O lançamento do tablet está previsto para junho no Japão.


A Toshiba anunciou o lançamento de mais um tablet. Não faz muito que a empresa lançou o Libretto W100, um gadget semelhante ao iPad da Apple, só que com duas telas. Agora é a vez de um tablet mais ao estilo com o qual já estamos acostumados a ver nos diversos clones anunciados até aqui. E que imitam não só o design do iPad como também o nome do tablet da Apple.

Com o codinome de Smart Pad, o equipamento foi exibido pela empresa japonesa na Austrália. A Toshiba informou que deve colocar seu produto no mercado até Outubro, mas não deu muitos detalhes.

O que se sabe é que ele terá portas USB e HDMI e a empresa ainda não se decidiu quanto ao sistema operacional, se será o Windows ou o Android.

Por Maximiliano da Rosa





CONTINUE NAVEGANDO: