A Apple sempre foi pioneira em lançar novidades que realmente atraem e despertam a vontade do consumidor.

Uma das revoluções da companhia foi o iPad que viria a revolucionar o mercado de eletrônicos no mundo todo. Apesar de já existirem há um bom tempo, a Apple renovou o conceito e criou uma maneira nova e intuitiva para a leitura. Com a criação do primeiro iPad Mini, a companhia procurou atingir um público mais diversificado, com um produto similar ao original e menor, capaz de ser algo mais portátil. Agora o gadget da companhia americana está próximo de chegar à sua segunda versão.

Dentre as novidades, a nova tela de Retina é talvez a mais aguardada, já que a concorrência tem investido forte em resoluções cada vez maiores em seus tablets.

iPad Mini 2

Foto: Divulgação

O Nexus 7, do Google, e o Kindle Fire HDX, da Amazon, já possuem, por exemplo, telas de 1920 x 1200 enquanto o tablet da Apple ainda permanece com display obsoleto de 1024 x 768.

As mudanças de cores também são muito aguardadas. Segundo rumores na web, o aparelho deve seguir a mesma tendência do iPhone e ter uma versão dourada exclusiva. Ainda nessa tendência, um leitor de  digitais e um processador de 64-bits A7 também deve estar presente, já que a tecnologia foi muito bem aceita no iPhone 5S.  

Resta agora apenas aguardar para ter certeza de que realmente as expectativas do público sejam comprovadas.

Por Ebenézer Carvalho


Outubro seria o mês de lançamento de mais um tablet da Apple, o iPad Mini 2, mas conforme anunciado por uma analista chinesa, que disse ser a primeira a saber do atraso, o início da fabricação foi adiada para o ano que vem.

De acordo com a analista, o atraso ocorreu por motivos de problemas na produção da tela, que será de retina. O lançamento, segundo informações liberadas pela distribuidora iHS iSuppli, não parece muito certo para acontecer em outubro. O ideal seria aguardar até o início de 2014 e iniciar a fabricação dos novos dispositivos no primeiro trimestre do ano.

Ainda de acordo com a analista, há indícios de que a Apple também pode trazer ao mercado uma versão mais barata do iPad, para compensar e se manter no mercado, mas a informação ainda não foi confirmada, pois a empresa ainda não fez nenhum anúncio sobre os possíveis lançamentos.

Mesmo assim, acredita-se que as novidades não vão interferir na chegada do novo iPad 5, que também está previsto para ano que vem. Para quem não sabe, a companhia tem uma tradição de atualizar os seus produtos anualmente.

Conhecida com uma das maiores fabricantes de aparelhos tecnologicos, a Apple sempre leva centenas de pessoas às portas de lojas de revenda de seus aparelhos.

Por Jaime Pargan

iPad Mini 2


Logo após o iPad Mini ter sido anunciado sem a tela de Retina, os rumores sobre o lançamento de uma versão com a tecnologia já começaram. Entretanto, recentemente começaram a circular novas informações de que uma versão com Retina Display não chegaria em 2013.

Até então, o que estava sendo divulgado na internet é que a Apple lançaria uma versão quase igual ao iPad Mini atual, mas com Retina Display ainda nesse ano. Porém, segundo um jornal de Taiwan, a Maçã pode estar com alguns problemas para disponibilizar uma versão desse tipo ainda neste ano.

De acordo com o rumor divulgado pelo jornal, não será possível fazer esse lançamento em 2013, porque não há telas de Retina suficientes em estoque para a produção de iPads Mini com a tecnologia. Assim, a empresa só poderá lançar uma versão do pequeno tablet no ano que vem.

Mas para não deixar o mercado do iPad Mini “parado”, a Maçã está supostamente planejando lançar uma variável do gadget com resolução melhor, mas não no nível da Retina Display. Assim, o iPad Mini 2 viria com resolução de 2048 x 1536 pixels, além de processador A6X com dois núcleos e câmera na parte de trás com 8 MP.

Por Guilherme Marcon


O novo mini iPad chegará em breve e não deverá contar com a tela de Retina. Segundo uma matéria do NPD DisplaySearch, o mini tablet da Apple trará um processador bem mais avançado que o do modelo atual e seu design será bem mais arrojado.

O público espera que o novo iPad Mini chegue ao mercado no segundo semestre deste ano. De acordo com o DisplaySearch, o aparelho manterá a tela de 7,9 polegadas com resolução de 1.024 x 768 pixels. Apesar disso, o tablet virá equipado com o novo iOS 7 e processador A6.

A Apple não descarta o lançamento de um iPad Mini com tela de Retina, mas de acordo com os rumores, deverá ficar para o próximo ano. Primeiro a companhia deverá lançar o iPad Mini com tela comum e o iPad 5 com processador A7.

Ainda segundo a publicação, o tablet deverá compor 60% das vendas da Apple com tablets este ano, mesmo sem o Retina Display. Ou seja, o aparelho com dimensões menores está fazendo muito mais sucesso que o modelo tradicional.

Por Felipe Santos Bonfim


Vendas do iPad Mini no BrasilFinalmente o iPad Mini será lançado no Brasil. No próximo dia 25 o tablet da Apple estará à venda nos sites da Saraiva e Fnac, segundo os anúncios feitos pelas duas empresas. Porém, os brasileiros terão que ter um pouco de paciência para saber o preço pelo qual o aparelho será vendido no país, uma vez que ainda não há nenhuma informação a respeito deste assunto.

O tablet foi homologado em novembro do ano passado e foi autorizado pela Anatel para ser produzido pela Foxconn em Jundiaí, no interior de São Paulo. Ainda não se sabe quais edições do aparelho estarão disponíveis para venda.

Os Estados Unidos recebeu o iPad Mini em outubro do ano passado, por US$ 329, aproximadamente R$ 660, mas no mercado nacional o modelo não deverá ser vendido por menos de R$ 1 mil.

Os grandes atrativos desta versão são suas dimensões, com tela de 7,9 polegadas, seu design 23% mais fino e também seu peso 53% mais leve que o modelo tradicional. Sua câmera faz vídeos em alta definição e videochamadas em HD. O aparelho não conta com tela de Retina como o iPad 4, o que deixou os consumidores um pouco desapontados. 

Por Felipe Santos Bonfim


Muito em breve o tablet da Apple passará a ter uma nova versão. Segundo o relatório divulgado pela NPD Research, a empresa pretende lançar o iPad Mini 2 no próximo semestre. A principal novidade do tablet será a presença de uma tela de retina.

A Apple pode usar uma estratégia semelhante à utilizada para o lançamento do iPad 3, quando a empresa lançou na segunda metade do ano um tablet com processador mais potente. No caso do novo modelo, a Apple deve apresentar um tablet de 7,9 polegadas neste ano e no início do ano que vem deverá lançar um novo modelo com alguma novidade.

É válido frisar que a Apple dita as regras de mercado com seus produtos. Primeiro foi com o iPod, que deu origem a inúmeros tocadores de MP3. Depois foi a vez do iPad, que fez com que muitas empresas criassem modelos de tablets semelhantes.

Ainda não há informações sobre as configurações, preços e demais características do iPad Mini 2. A única informação divulgada foi sobre a tela de retina, que apresenta maior resolução e profundidade de pixels.

Agora só resta aos amantes da Maçã esperar pelo lançamento do novo tablet.

Por Robson Quirino de Moraes


O novo tablet da Apple, o iPad Mini, que já tem até um hotsite especial no site da Apple Brasil, recebeu uma nova homologação da Anatel em substituição à que foi liberada em novembro.

A nova homologação diz respeito ao local de fabricação do tablet, incluindo a unidade da Foxconn que está localizada em Jundiaí, São Paulo. Além disso, as informações do novo certificado da Anatel apontam o registro do aparelho A1454 por prazo indeterminado e este tablet possui versões com EDGE/GPRS e HSDPA/WCDMA/HSUPA.

Talvez com a inclusão da Foxconn de Jundiaí na lista de possíveis fábricas que produzirão o aparelho, o iPad Mini seja lançado finalmente no mercado brasileiro, já que ele foi homologado há bastante tempo e ainda não foi disponibilizado para venda.

Apesar da notícia boa de que é possível que o iPad Mini seja produzido em território nacional, nada foi informado sobre o lançamento definitivo do aparelho no Brasil. Vale lembrar que a própria Apple já começou a divulgar o gadget para os consumidores brasileiros, mesmo não o colocando à venda.

Por Guilherme Marcon


Apesar de ter sido lançado há pouco tempo, o iPad Mini já é alvo de algumas especulações com relação a sua nova geração, o iPad Mini 2.

Conforme o site CNET, um relatório de fornecedores de Taiwan da Maçã aponta que a AU Optronic já está produzindo a nova tela do iPad Mini 2 e ela teria uma resolução bem superior a do iPad 4.

Isso pode acontecer pelo fato de que surgiram diversas críticas ao iPad Mini, por ele integrar a linha de aparelhos iPad 4 e iPhone 5 e ter uma densidade de pixels de apenas 163 ppi. Assim, a Apple pode ter decidido investir bastante no display da versão mini do seu tablet, que viria com tela de 7.9 polegadas e resolução de 2048 x 1536 pixels, o que equivale ao dobro da primeira geração. Com isso, o iPad Mini 2 teria densidade de 324 ppi, ficando maior até que o recém-lançado iPad 4, que detém 264 ppi, e quase igual a do iPhone 5, que possui 326 ppi.

Apesar de nenhuma confirmação ter sido feita por parte da Apple, esses rumores mostram que a empresa realmente se mantém atenta às suas movimentações de mercado, pois desde que o iPad Mini foi lançado a demanda pelo produto se manteve alta. Assim, o lançamento de um novo tablet com maior resolução vai trazer muito mais sucesso para as vendas.

Por Guilherme Marcon


Segundo um relatório de fornecedores de peças de Taiwan, a próxima geração do iPad mini poderá contar com uma tela de Retina. Os boatos apontam para a AU Optronic como responsável pela fabricação das telas do novo tablet da Apple, que poderá ter uma ótima resolução, melhor ainda do que a do iPad 4.

Por ter sido lançado junto com o iPad 4 e o iPhone 5, ambos trazendo  tela de Retina de alta definição, o iPad mini recebeu diversas reclamações por trazer uma tela com somente 163 pixels por polegada.

Por esse motivo, a Apple teria decidido investir mais pesado na produção das telas do mini tablet, que traria uma tela de Retina de 7,9 polegadas e o dobro de resolução do primeiro modelo.

Com todas essas configurações de hardware, o novo iPad Mini terá densidade de 324 pixels por polegadas, maior do que a do iPad 4 que possui 264 ppi, e próxima à do iPhone 5 que tem 326 ppi.

Ainda que novo mini tablet não tenha previsão de lançamento, a Apple demonstra estar bem ligada na popularidade do aparelho. Desde o lançamento do iPad mini, que aconteceu em novembro do ano passado, a procura pelo produto se mantém bem elevada. Sendo assim, a nova geração do aparelho com uma tela bem melhor tem tudo para dar certo.

Por Felipe Santos Bonfim


No Japão, o iPad perdeu a liderança pro Nexus 7, fruto de uma parceria entre a Google  e a Asus. O tablet conseguiu atingir bons números de vendas ultrapassando o modelo da Apple, a líder do segmento mundial.

O jornal Nikkei publicou uma pesquisa em que 2,4 mil pessoas participaram, o resultado foi que 44,4% dos entrevistados escolheram o Nexus 7 contra 40.1% do iPad. O Nexus 7 conta com o preço baixo como ponto forte, custando US$ 130 a menos que o iPad Mini, o tablet mais barato da Apple.

Vale lembrar que a pesquisa não levou em consideração  que o iPad mini se esgotou no Japão no final do ano passado, o que pode justificar a queda da popularidade do dispositivo. O site PCMag publicou em agosto do ano passado que para cada cada tablet com sistema Android em todo o mundo, há 6,6 iPads.

Porém, este resultado foi divulgado um pouco tempo depois da chegada do Nexus 7 ao mercado. Sendo assim, não foi considerado a queda do marketshare da Maçã por conta do tablet da Google. O Brasil receberá o Nexus 7 em breve, ao menos é o que afirma o diretor de produtos móveis da Google, Hugo Barra. O modelo chega ao mercado nacional importado pela Asus sem nenhum subsídio da Google, elevando o preço para o consumidor final para R$ 1.299.

Por Felipe Santos Bonfim


Finalmente o iPad 4 e o iPad Mini receberam a autorização para serem comercializados no mercado brasileiro.

A liberação da Anatel para os tablets da Maçã saiu esta semana, mesmo com o modelo de 7,9 polegadas já sendo comercializado em diversas lojas do país, claro que de forma não oficial.

As versões que foram homologadas pela Anatel são para os modelos sem 3G do iPad Mini e do iPad 4.

Ainda não há informações se os aparelhos que possuem conexão 4G conseguirão se conectar a esta rede no país.

O iPad Mini já está sendo vendido em algumas lojas de tecnologia e em leilões no Brasil com valores que variam de R$ 1.300 a R$ 1.700, dependendo da forma de pagamento que o consumidor escolher, lembrando que a opção de parcelamento faz com que o tablet fique mais caro.

Por se tratar de aparelhos importados, a expectativa é que a Apple apresente preços mais atraentes para o público.

Vale lembra que assim como os tablets, a Anatel também homologou o iPhone 5. O processo de homologação foi encerrado em outubro, porém o smartphone ainda não está sendo vendido oficialmente nas lojas do país. 

Por Felipe Santos Bonfim


Com o lançamento do iPad Mini e do iPad 4, a Apple conseguiu atrair muitos consumidores, além dos “applemaníacos”. No primeiro final de semana de venda dos novos tablets, a Apple conquistou a marca de 3 milhões de unidades vendidas juntando os dois aparelhos.

O número alcançado foi divulgado oficialmente pela própria Maçã e mostra um número de vendas similar à quantidade vendida do Novo iPad, que vendeu 1.5 milhões de unidades no primeiro final de semana de vendas, em março de 2012.

Mesmo com as inúmeras críticas do preço alto do iPad Mini e do espaço de tempo muito curto entre o lançamento do Novo iPad e do iPad 4, o início de vendas de ambos os aparelhos foi um grande sucesso. Inclusive, a Maçã foi surpreendida pelo fato de que a quantidade de compras do iPad Mini excedeu a oferta inicial.

O iPad Mini vem nas cores preta e branca e com especificações como tela de 7.9 polegadas, conexão Wi-Fi e capacidade de armazenamento de 16 GB. O iPad 4 é duas vezes mais veloz que o Novo iPad e conta com 16 GB de armazenamento.

Até então somente modelos com conectividade Wi-Fi estão sendo vendidos, porém, a Apple prometeu que os aparelhos com 4G serão vendidos muito em breve.

Por Guilherme Marcon


A empresa chamada GooPhone, que há pouco tempo abriu um processo contra a Apple, começou a divulgar o seu novo tablet, que é um clone do recém-lançado iPad Mini.

O nome que o tablet recebeu é "GooPad Mini" e ele possui um visual extremamente parecido com o do novo tablet da Apple. A diferença principal entre os dois é que o GooPad conta com tela de 8 polegadas. Além disso, o tablet roda com sistema operacional Android Jelly Bean (4.1), tem memória RAM de 1 GB, possui capacidade de armazenamento de 8 GB, tem processador com 1.4 GHz e dois núcleos e possui câmera na parte de trás com 2 MP e na parte da frente com 0.3 MP. O display, como já mencionado, possui 8 polegadas (0.1 a mais que o iPad Mini) e resolução de 1024 x 768 pixels.

A rivalidade da GooPhone com a Apple iniciou quando esta lançou o iPhone 5 e foi acusada de ter copiado o design do GooPhone I5, que já estava sendo vendido no mercado chinês. A ameaça feita foi a de processar a Apple e tentar impedir a venda do novo iPhone na China.

O GooPad Mini, conforme o site GizChina, será vendido nas lojas especializadas pelo preço sugerido de US$ 99, mais ou menos R$ 198 sem impostos.

Por Guilherme Marcon


Mesmo que nada tenha sido confirmado pela Apple sobre o lançamento de uma nova versão de seu tablet, chamada de iPad Mini, várias informações vem sendo divulgadas na internet.

O novo rumor indica que a Apple encomendou 10 milhões de unidades do novo tablet aos seus fornecedores asiáticos. Além disso, conforme o boato, o lançamento da nova versão do iPad deve chegar às lojas no último trimestre deste ano.

Com certeza, se isso for confirmado, será uma chegada triunfal do iPad Mini, tendo em vista que o valor mencionado é o dobro do que a Amazon encomendou com o lançamento do Kindle Fire 2. Assim, pode ser que a Apple esteja certa que irá derrubar seus concorrentes com 7 polegadas de tela.

O jornal The Wall Street Journal tentou contato com a Maçã, porém, a empresa se recusou a dar informações a respeito do novo iPad Mini. Entretanto, com certeza o lançamento desse novo modelo alavancaria as vendas de tablet da companhia e ajudaria a segurar a queda da participação de mercado da Apple no nicho de tablets, que em 2010 era de 84% e agora é de 69,6%.

Por Guilherme Marcon


Mais uma notícia interessante movimenta o mundo das tecnologias e inovações, pois a Apple (empresa especializada na fabricação e comércio de produtos tecnológicos) parece estar prestes a lançar sua mais nova criação: o iPad Mini.

Estas especulações surgiram porque a Apple enviou um convite à imprensa para um evento especial da organização que irá acontecer no dia 23 de outubro de 2012.

Este evento para apresentar o iPad Mini – com tela de apenas 7,85 polegadas – terá início às 10 horas da manhã, na cidade de San Jose, no estado americano da Califórnia.

A criação deste pequeno tablet pela Apple surge no momento em que estão disponíveis no mercado aparelhos como este mais baratos sendo oferecidos, principalmente pela Amazon e Google. Deste modo, o iPad Mini vem com a missão de acabar com essa possível ameaça ao domínio da Apple no ramo de computadores de mão.

Deste modo, se você deseja obter um tablet com a tecnologia e fama da Apple a preços mais acessíveis, é preciso esperar apenas mais um pouco, já que na próxima semana, o mundo todo conhecerá o iPad Mini que estará nos próximos meses sendo comercializado em todas as lojas de eletrônicos do mundo.

Por Ana Camila Neves Morais


Até o momento a Apple não deu nenhum indício sobre a existência do iPad Mini, mas ao que tudo indica o novo modelo deverá ter um grande lançamento muito em breve.

Segundo fornecedores de peças da Ásia, a Apple teria encomendado 10 milhões de unidades do iPad Mini, que deverá chegar ao mercado no último trimestre deste ano. O número é quase o dobro das encomendas que a Amazon fez para seu novo tablet, o Kindle Fire 2. Isso significa que a fabricante está bem confiante quanto ao sucesso de vendas do produto e de que ele vencerá facilmente seus concorrentes.

Mesmo com a presença de aparelhos como o Nexus 7, tudo leva a crer que será forte a demanda pelo novo modelo do iPad, até mesmo quem não é tão fã dos produtos da companhia de Cupertino deverá ficar encantado com o novo tablet.

Ao ser contatada pelo jornal The Wall Street Journal, a Apple se negou a falar sobre o assunto. A companhia em 2010 dominava o segmento de tablets com 84% da indústria, porém, hoje ela conta com apenas 69,6% das vendas deste tipo de produtos. Com o lançamento do iPad Mini a fabricante deverá conseguir diminuir a queda de sua participação no mercado no segmento de tablets.

Por Felipe Santos Bonfim


Recentemente, surgiram mais indícios de que o tão comentado iPad Mini será mesmo revelado nas próximas semanas. Alguns funcionários de fábricas que prestam serviços para a Apple, afirmam que o tablet já está sendo produzido. As informações vieram através do The Wall Street Journal, que ainda afirmou que o dispositivo terá tela de 7,85 polegadas, mas não contará com tela de Retina igual ao novo iPad.

Vários boatos sobre o começo da produção do iPad Mini iniciaram está semana, após o site japonês Macotakara ter revelado que o aparelho está sendo produzido pela fábrica da Foxconn no Brasil. Ao contrário do site japonês, o The Wall Street Journal afirma que o tablet está sendo fabricado na Ásia e não na América do Sul.

Fontes de empresas que estão trabalhando para a Apple na região deram uma entrevista para o jornal e afirmaram que o novo aparelho está mesmo sendo fabricado na Ásia. Além disso, as fontes ainda falaram que os boatos referentes ao tamanho do dispositivo e a qualidade de imagem são mesmo reais.

Alguns rumores apontam que o aparelho será revelado ainda este mês e que todos os convites seriam enviados para os convidados até o dia 11 de outubro. O evento aconteceria no dia 17 de outubro.

Por Felipe Santos Bonfim


Caso existisse um prêmio para segredos mal guardados, a Apple seria a ganhadora em todas as modalidades. Isso foi comprovado em seu último lançamento, o iPhone 5, que teve todas as suas características e design expostos antes do lançamento.

Mantendo essa tradição, a empresa da Maçã deixou escapar novamente imagens de um novo produto, desta vez, do iPad Mini.

Recentemente, o portal Bolopad, da China, postou 3 fotos que seriam do novo aparelho da Apple ou algum tipo de imitação do equipamento.

Segundo alguns portais especializados no segmento, o iPad Mini já estaria sendo fabricado pela Pegatron, companhia localizada em Taiwan.

De acordo com o que se viu nas imagens, o equipamento apresenta tela de 7,85 polegadas e conector de dados Lightning. Fora isso, as fotos mostram um iPad com alguns alto-falantes na parte de baixo, uma câmera frontal e outra traseira. Há ainda o símbolo da Apple impresso na parte de trás. Mais um detalhe observado é que a página inicial do iOS não emite nenhuma luz, o que indica que pode ser uma foto colada no painel. Desta forma, nota-se que alguém pegou apenas os chassis do aparelho e, na tentativa de fazer uma cópia idêntica para distribuir à mídia especializada, fez uma montagem para exibir como seria o iPad Mini com toda a sua configuração.

Por Marcelo Araújo


O dia do evento que a Apple organizou com a imprensa está chegando. Dia 12 de setembro será o momento em que a empresa vai anunciar o seu novo smartphone, o iPhone 5, e talvez algumas outras novidades.

Até então, um dos principais rumores era de que a Maçã lançaria uma versão miniatura do seu iPad, com nome de iPad Mini ou iPad Air. Porém, parece que a situação não é mais essa. Conforme o site Daring Fireball, a Apple resolveu que não irá apresentar o novo tablet no próximo evento, para que ele não entre em uma “competição por atenção” da imprensa com o iPhone 5. Assim sendo, o novo tablet será lançado em outro evento futuro, que provavelmente acontecerá em outubro deste ano.

O site mencionou também que a empresa já tem um evento marcado para o mês que vem, onde seriam apresentadas algumas das novidades do iTunes, além dos novos iPods. E esse momento seria bastante oportuno para apresentar o iPad Air, que é uma versão menor, mais fina e também mais barata do iPad.

Outro site, o The Loop, complementou as informações do Daring Fireball, pois afirmou que a competição por atenção pode existir sim, principalmente tendo em vista que no evento que acontecerá nos próximos dias também será apresentada a versão final do iOS 6, automaticamente associada ao novo iPhone 5.

Por Guilherme Marcon


Desde que o Novo iPad foi lançado, muitas especulações começaram a surgir sobre um suposto iPad Mini. Isso, pelo fato de diversas empresas começarem com estratégias de lançar tablets menores e com preços mais baixos, como o Nexus 7 da Google e o Galaxy Tab da Samsung. Mesmo que muitos veículos da mídia e internet já tenham adiantado que a Apple lançará um novo tablet com 7 polegadas de tela no dia 12 de setembro, na conferência que será realizada, a companhia não se pronunciou sobre as notícias.

Conforme Amit Daryanani, membro do Grupo RBC Capital Markets, os fornecedores da Apple indicam que algum outro produto será lançado junto do iPhone 5 no evento que acontecerá em breve. Mesmo assim, não está claro se realmente será o iPad Mini ou se uma nova versão do iPad atual será anunciada. As informações que têm ganhado força são de que a Apple lançará um tablet custando algo em torno de US$ 300 (R$ 615 sem impostos), pois assim aceleraria a penetração de mercado do iPad.

Porém, recentemente começaram a surgir indícios de que o lançamento de um iPad Mini pode atrapalhar o Novo iPad. Isso, porque o principal impacto negativo do lançamento de uma versão menor e mais barata do produto, é acabar canibalizando a venda do modelo tradicional, que é mais caro.

Com isso, a dúvida sobre o suposto lançamento de um iPad Mini fica ainda mais confusa, tendo em vista que a Apple jamais gostaria que seu produto fosse canibalizado, a não ser que a empresa esteja desenvolvendo uma estratégia muito boa de lançamento.

Por Guilherme Marcon


A constante busca das fabricantes para produzir aparelhos cada vez melhores é um fato evidente e que aquece o mercado tecnológico. Um grande exemplo de empresa que busca sempre por tecnologias inovadoras para agradar a seus consumidores é a Apple. Ao que tudo indica, a empresa está prestes a lançar um tablet com tela bem menor a que estamos acostumados a ver no iPad, justamente para conquistar um outro nicho de mercado.

O analista financeiro da Sterne Agee, Shaw Wu, com base em evidências colhidas desde 2009, afirma que a Apple irá lançar uma nova versão de seu tradicional tablet, mas com tela de 4 a 9,7 polegadas. Ainda, o analista disse à revista americana Forbes que um iPad mini com preço menor iria ser um pesadelo para a concorrência.

Conforme alguns boatos, o lançamento de um tablet como o iPad, mas com preço baixo, aumentaria a possibilidade de se derrubar até mesmo o Kindle Fire, fabricado pela Amazon, que em média custa US$ 199 nos Estados Unidos.

Com a possível ideia de que a Apple irá lançar o novo produto, alguns rumores afirmam que o iPad mini teria um valor entre US$ 250 e US$ 300.

Outro rumor indica que é bem provável que a Maçã lance um iPad mini na tentativa de derrubar os tablets de baixo custo que virão equipados com o novo sistema operacional da Microsoft, o Windows RT.

Por Guilherme Marcon





CONTINUE NAVEGANDO: