Saiba aqui as principais diferenças e a vantagem de cada um.

Por muito tempo, o HDD, unidade de disco rígido, foi o dispositivo de armazenamento padrão de computadores e notebooks. Um dos principais fatores é o baixo custo aliado a grande capacidade de armazenamento. No entanto, a unidade de estado sólido (SSD) é uma opção disponível no mercado que pode substituir facilmente o HDD. A seguir, veremos algumas características deste dispositivo, ainda não tão popular, em comparação com o HD.

Tempo de acesso

A velocidade de acesso do SSD vai de 35 a 100 microssegundos, quase 100 vezes mais rápido do que o HD. Na prática, significa que os programas são executados com mais velocidade, o que é ótimo para sistemas com grandes quantidades de dados, como por exemplo, um sistema operacional.

Confiabilidade

O SSD não tem partes móveis, pois ele utiliza a memória flash para armazenar os dados que, além de proporcionar melhor desempenho, torna o dispositivo mais confiável em comparação com o HD. Quem nunca teve problema com a agulha do HD? Ou ficou escutando aquele tec-tec-tec e logo após apareceu uma tela preta indicando que o disco rígido não pôde ser lido?

Consumo de energia

O HD, por ter partes móveis, gasta mais energia para movimentar a agulha e os cabeçalhos, por exemplo. Esta característica não ajuda apenas a diminuir o consumo de energia elétrica, mas também economiza mais a bateria dos notebooks.

Capacidade

Ainda não há discos SDD com grande capacidade de armazenamento. Isto acontece mais por conta do preço ainda bem mais elevado do dispositivo em comparação com o HD. Um SDD de 126 GB, por exemplo, custa mais do que um HD de 2 TB.

Tamanho

Aqui está outra boa vantagem do SDD. Eles são bem menores do que os HDs. Em média, ele costumam medir entre 1 e 2.5 polegadas, enquanto o HD pode chegar a 3.5 polegadas.

Ruídos

Sem agulhas, cabeçalhos e com componentes eletrônicos mais modernos, os discos SDDs são muito mais silenciosos do que um HD. Esta característica cada vez mais se torna um diferencial para os dispositivos móveis.

Estas foram algumas características do SSD em comparação com o HD. Ele não pode ser tido como substituto, pois há ainda vantagens em se ter o HD, como a capacidade de armazenamento aliado ao custo/benefício. Mas, aos poucos, o SDD começa a entrar no mercado e a ganhar espaço no comércio de eletrônicos. Quem sabe se daqui alguns anos já consideraremos o HD como algo ultrapassado?

Rafael Costa Ferreira


Seagate Backup Plus Hub terá três versões e custará entre R$ 140 e US$ 250.

A Seagate lançou recentemente mais uma novidade para o mercado de tecnologia: Um novo modelo de HD externo de 8TB. O dispositivo que foi lançado ainda traz o privilégio de poder ser conectado a um Raspberry Pi 3 ou até mesmo a um Chromebook para garantir um armazenamento extra.

E não é só isso, o HD da Seagate ainda funciona perfeitamente em PCs tanto com o sistema Windows quanto nos Macs. De acordo com as informações divulgadas até agora, a previsão é de que o dispositivo já esteja disponível para as vendas a partir do mês de julho nos Estados Unidos. Por outro lado, não há nenhuma informação certeira se ele deverá chegar aqui no Brasil. O dispositivo será disponibilizado para os consumidores em versões diferenciadas, podendo variar entre 4TB e 8TB.

Como apontamos no início dessa matéria, a versão que conta com 8TB parece ter sido feita “sob encomenda” para o Chromebook e Raspberry Pi 3. Para quem conhece um pouco sobre eles sabe que eles apresentam um probleminha de armazenamento interno que, em muitos casos, chega a ser mais do que irritante. No caso do Chromebook, a capacidade é super limitada. Já o Raspeberry, se usado normalmente como um servidor de mídia, irá exigir inquestionavelmente um cartão SD para poder armazenar os arquivos.

Em termos mais específicos, a capacidade de armazenamento apresentada no novo Backup Plus Hub da Seagate ganha com uma folga considerável do PiDrive, pertencente a Western Digital. Este por sua vez também possui compatibilidade com o Raspberry Pi, porém, só conta com 1 TB de espaço. E tem mais, atualmente apesar de haver uma variedade de HDs no mercado, grande parte deles não são compatíveis com o Raspberry Pi, já que para isso seria necessário que atendessem a uma série de requisitos elétricos.

Como o próprio nome do dispositivo indica, o aparelho da Seagate também pode funcionar perfeitamente como um hub. Ele ainda conta com entradas USB 3.0, que podem ser usadas para o caso de ser preciso carregar algum aparelho. E por falar em aparelhos, aqueles que contam com o Android ou o iOS também poderão ser conectados para fazer backup dos dados.

Lá nos Estados Unidos a informação é de que o modelo que traz 4 TB sairá pelo preço de 140 dólares. A opção de 6 TB custará 200 dólares. E o hub com 8 TB custará 250 dólares.

Por Denisson Soares


A Seagate, uma das maiores empresa do mercado voltado para soluções de armazenamento, lançou recentemente um novo modelo de hard disk drive que é ultrafino. Com apenas 5mm de espessura, o novo modelo é ideal para notebooks, tablets e ultrabooks.

O modelo, que chega com o nome Laptop Ultrathin, possui capacidade de armazenamento de 500 GB. Devido a sua leveza e incrível espessura, o novo drive é ideal para os novos aparelhos portáteis. Segundo a própria Seagate, a companhia já tem contratos com a ASUS e Dell para equipar os próximos lançamentos dessas empresas como o novo disco rígido.

De acordo com a empresa, o drive tem 2,5 polegadas e pesa apenas 90 gramas. Para se ter uma ideia do tamanho do HD, ele mede o mesmo que 4 cartões de crédito empilhados.

Essa nova tendência de discos rígidos ultrafinos é ideal para liberar espaço dentro dos aparelhos, o que pode contribuir para o investimento em outros tipos de acessórios, como mais memória, placas de vídeo ou até mesmo em um dos maiores problemas dos usuários, a bateria.

Por Henrique Nicolau


Na última quinta-feira, dia 28 de setembro, a ADATA lançou o DashDrive Elite HE720, o HD externo considerado o mais fino do mundo. Não é apenas o tamanho do aparelho que surpreende, a agilidade na transmissão de dados também é incrível, graças à conexão USB 3.0.

O DashDrive Elite HE720 foi construído em um material metálico, com acabamento todo em aço escovado e superfície bastante reforçada. O drive conta com um LED azul, que fica brilhando enquanto o usuário faz a transmissão de dados.

O HD tem 500 GB disponíveis para armazenamento de dados, espaço suficiente para salvar aproximadamente 100 filmes em DVD e uma imensa quantidade de fotos. O DashDrive Elite HE720 é compatível com os sistemas Linux, Mac e Windows. Além disso, ele vem equipado com cabo USB 3.0, mas também tem compatibilidade com USB 2.0.

Como dito anteriormente, ele é totalmente compacto, pesando somente 164 gramas e medindo apenas 8,9 mm de espessura.

Os interessados em adquirir o equipamento poderão acessar o site da companhia e efetuar a compra, pois ele já está sendo vendido por US$ 89,99, aproximadamente R$ 182.

Sem dúvida este HD externo é essencial para quem precisa guardar muita informação e seu computador já está cheio de informações.

Por Felipe Santos Bonfim


Atendendo pelo nome de Travelstar Z7K320, o novo HD da Hitachi é o mais fino já lançado. Com capacidade de 320 GB, o disco rígido tem apenas 7 milímetros de espessura, e foi desenvolvido para equipar notebooks e netbooks. O novo modelo é mais fino que sua versão anterior, além de consumir menos energia e ser mais silencioso.

O Travelstar foi apresentado essa semana na Computex, e já começará a ser produzido em larga escala a partir de Agosto. Com rotação de 7200 rpm, e alta taxa de transferência de dados, o dispositivo pode contribuir consideravelmente para a aumentar a autonomia das baterias dos notebooks.

A Hitachi só não revelou o preço do novo HD.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Pop





CONTINUE NAVEGANDO: