Na última quinta-feira, dia 4 de outubro, a RIM lançou o BlackBerry PlayBook OS 2.1. A versão está disponível para o BlackBerry PlayBook, o tablet da companhia, e irá aparecer automaticamente quando o usuário se conectar com uma rede Wi-Fi. A nova versão traz várias novidades, tanto para desenvolvedores e empresas, quanto para os consumidores finais.

O PlayBook OS 2.1 mantém os dados do tablet em total segurança, graças à criptografia para empresas que pode ser estendida e que mantém os arquivos pessoais salvos no aparelho. Os usuários poderão enviar mensagens de texto usando a versão nova do BlackBerry Bridge. Através do aplicativo Print to Go, os documentos de um computador para o BlackBerry PlayBook poderão ser impressos mesmo se o computador e o tablet não estiverem conectados na mesma rede. Os aplicativos de mensagens, calendário e contatos poderão ser exibidos no modo retrato ou paisagem.

Além disso, a atualização oferece recursos novos para simplificar a implementação de tablets em companhias que usam o BlackBerry Mobile Fusion. Dentre os novos recursos, estão os controles adicionais de Política de TI, ativação via rede sem fio para o servidor BlackBerry Mobile Fusion e suporte para a autenticação no ActiveSync.

Os desenvolvedores e consumidores poderão usar o sistema In-App Payment, que agora estende-se para os aplicativos Android.

A atualização já está disponível para download e é gratuita.

Por Felipe Santos Bonfim


Na primeira semana deste mês de agosto a Research In Motion, fabricante do tão conhecido BlachBerry, divulgou que o  Canadá foi o pais escolhido para o lançamento dos tablets BlackBerry PlayBook.

Segundo o que foi divulgado, o lançamento oficial do produto ocorrerá na segunda semana de agosto de 2012 no Canadá. Posteriormente, o que pode levar alguns meses, os tablets serão divulgados nos EUA, África do Sul, bem como na Europa e no Caribe.

De uma maneira geral o BlackBerry PlayBook, tem uma importância fundamental nos negócios da Research In Motion. Isso porque o aparelho é portador do sistema operacional QNX. Ou melhor, o BlackBerry PlayBook é o primeiro produto que fará a utilização deste sistema. O mesmo com o qual a empresa pretende  equipar as suas mais recentes versões de smartphones BlackBerry.

Mesmo assim, apesar de tudo e todos os empenhos da Research In Motion em promover o tablets BlackBerry PlayBook, ele chega às mãos do público tendo certa hostilidade por parte deste. O motivo é que apesar de contar com algo que deixou muito a desejar em suas versões iniciais (o suporte para redes 4G), ele não possui certos recursos que de uma maneira geral são bem simples, como e-mail, por exemplo. 

Veja mais informações a respeito do BlackBerry PlayBook no site:br.blackberry.com.

Por Denisson A. Soares


Esse ano, chegam às lojas os novos tablets da RIM (Research In Motion), fabricante do BlackBerry, o BlackBerry PlayBook. A novidade promete ser uma grande concorrente à maior vendedora de tablets, a Apple, com o seu iPad e também ao Galaxy Tab da Samsung. O aparelho tem uma tela de 7 polegadas, usa o processador dual, tem resoluções de vídeo até 1.080i, duas câmeras e o seu maior trunfo que é o suporte para o Flash, ausente no iPad.

A RIM promete que seu aparelho abre as páginas da internet mais rápido que a sua concorrente, usando um sistema operacional próprio, o QNX. Ele pode ser também uma plataforma de games e foi desenvolvido tanto para o uso profissional quanto para o caseiro.

A RIM também garante que o preço de seu produto será menor que o do iPad, o que o tornará mais acessível para um público sedento por novas tecnologias. 

Por Flávia Yoshitani





CONTINUE NAVEGANDO: