Saiba aqui qual versão do Linux é melhor para uso em computadores antigos.

Com o avanço da tecnologia, muitas máquinas “consideradas antigas” não conseguem acompanhar o requisito dos novos sistema operacionais. Estes equipamentos, que ainda são funcionais e podem suprir o usuário final em muitas tarefas, são deixadas de lado. A boa notícia é que existem alternativas que podem “ressuscitar” estes, e, ainda servir por um bom tempo, até que sejam substituídas.

Entre as opções, uma é adotar um sistema operacional livre, baseado no kernel Linux. Os “sabores” deste kernel podem cumprir as tarefas mais cotidianas de um usuário comum. Como elas não custam nada, podem ser usados livremente por quem assim desejar, seja em empresas ou em residências.

Um destes “sabores” a se considerar é o Lubuntu, derivado do “Ubuntu” e que usa o kernel Linux. Usando a interface gráfica LXDE, esta se assemelha muito as versões mais antigas com Windows (versões 2000 e XP), com um menu iniciar bastante simples, listando algumas configurações e programas instalados. O mais interessante é que, como os sistemas que usam o kernel Linux são seguros, será menos arriscado infectar a máquina com vírus, se comparando com o Windows, usado largamente e vulnerável.

Softwares inclusos

O Lubuntu traz uma gama de programas já instalados, poupando o usuário de “caça-los” na internet. Destaca-se o Abiword, um programa para visualização e edição de textos rápidos. Extremamente leve, pode ser usado para tarefas que se exige maior agilidade e menor complexidade.

Já na parte de navegação na internet, o Firefox já vem embarcado no Lubuntu, possibilitando a abertura de sites sem a instalação de um software apropriado para isto. O Firefox que já existe para Windows e atualmente figura na terceira colocação entre os browsers mais usados atualmente, oferece uma gama de extensões para uma série de atividades, sendo este o seu maior ponto forte.

Para a reprodução multimídia, o Lubuntu traz consigo o Audacious, um simples, porém excelente reprodutor de música. Com suporte aos principais formatos, o usuário não precisará “caçar” plug-ins (extensões com outros formatos) para reproduzir seus arquivos. O visual remete aos clássicos programas antigos que executavam música, podendo ser personalizado com a skin que o utilizador mais desejar. Para os vídeos, o MPlayer fará o serviço. Outro reprodutor de código livre, que sabe executar os principais formatos. Seja o vídeo gravado com a família, ou aquele que você mesmo grava, eles reproduzirão sem pesquisar outros programas.

Quem deseja abrir arquivos em PDF, poderá usar o Evince. Obedecendo as diretrizes de um sistema leve, este é mais um programa sem muitas “firulas”, indo direto ao ponto na reprodução do formato. A leitura é simples e a abertura do arquivo bastante rápida, muito por conta da leveza do Lubuntu.

Loja de aplicativos

Se o usuário sentir falta de algum software, entre os vários existentes que estão embarcados no Lubuntu, pode usar a loja de aplicativos do sistema. Ela oferece os principais programas para download e utilização.

Para o escritório, é encontrado nesta loja, o Libreoffice, uma suíte completa, usada largamente em universidades e órgãos públicos. Praticamente todas as extensões são suportadas por ele, tornando assim uma opção gratuita e viável ao Microsoft Office. Inclusive, o Libre, consegue abrir os documentos editados no software da Microsoft, nos seus formatos.

O Libreoffice atualmente é mantido por uma comunidade de usuários ao longo do mundo, possuindo um fórum de ajuda mútua, de forma gratuita, em seu site oficial.

O Chrome também está presente, com sua versão de software livre: O Chromium. Ela vem sem os plug-ins proprietários inclusos na versão normal do navegador. Porém, suporta todas as extensões do Chrome e funciona da mesma maneira que seu “irmão”.

As atualizações do sistema são gratuitas e não há exigência de reinicialização do sistema para a instalação delas. No site oficial (https://lubuntu.net/) encontra-se a .iso do sistema, basta baixa-la e instalar, ou, se você não sabe, pedir a seu técnico de confiança. É de graça, leve e você irá se surpreender com sua máquina “nova” de “novo”.

Por Leandrinho de Souza


Confira aqui algumas dicas para escolher o melhor notebook.

Se você está pensando em comprar um notebook, preparamos aqui uma matéria especial com algumas importantes dicas para ajuda-lo a escolher o modelo ideal. A lista contém 10 itens que precisam ser observados para não haver arrependimento, posteriormente:

O Processador

O conjunto total de comandos em um computador depende do processador. Este dispositivo é fundamental para a escolha de um modelo, já que o mesmo é fator determinante para o desempenho da máquina em seu todo.

O Sistema Operacional

Este é o dispositivo que produz a interface entre todas as demais estruturas no interior de uma máquina e organiza todos os arquivos e programas; a memória e demais dispositivos. Conselho aos adeptos do Windows, o melhor e mais atualizado Sistema Operacional no comércio é o Windows 10.

A Tela

Lembre-se, amigo consumidor, nem toda grande tela será a melhor. O display pode se tornar um empecilho para o computador, que se torna maior e pode representar um grande problema para o usuário que necessita transportar o notebook com certa frequência. Além disso, é preciso verificar densidade de cor e a resolução de imagem.

O Formato

Este quesito vai depender muito do gosto de cada consumidor. Modelos ultrafinos ou mais robustos; mais discretos ou coloridos; tipos fixos ou dobráveis. Notebooks próprios para os gamers são bastante pesados, munidos de telas maiores e, por conseguinte, nada práticos de se carregar.

O Disco rígido

O consumidor que necessite armazenar uma grande quantidade de arquivos deverá focar neste item: o disco rígido. Tudo pode variar entre 128 GB e 2 TB. Outro fator de grande importância a ser considerado é a possibilidade de se agregar os SSDs que, em geral, são muito mais resistentes e portam programas e aplicativos com a garantia de maior velocidade.

A Bateria

O consumidor que necessite utilizar seu notebook de modo que o mesmo esteja desconectado do cabo de energia, a melhor alternativa está em buscar por aparelhos que estejam munidos de bateria com maior poder de autonomia mínima, no sentido de garantir um conforto a mais para o usuário. Normalmente, quatro horas constitui tempo aceitável, embora existam alguns modelos que suportam um período de até 10 horas, sem necessitar de qualquer fonte de conexão em energia elétrica.

O Teclado e o Touchpad

Embora este dispositivo não necessite de muita atenção, ele, de fato, consiste em um grande diferencial para o usuário, no sentido de garantir ao mesmo uma experiência de qualidade. O usuário que necessita escrever constantemente precisa de maior eficiência em termos de teclados. O tipo de Touchpad ajuda a melhorar a qualidade de navegação.

A Webcam

Neste caso, a resolução, o ajuste de brilho e a captação de áudio são tudo. Para quem utiliza muito os dispositivos de videoconferência, uma boa câmera faz grande diferença. Se um notebook não vem com webcam de qualidade embutida, será possível e até melhor adquirir outra, avulsa, e conectá-la ao Note, para garantir melhor qualidade na imagem ao longo de uma reunião ou outros eventos.

As Conexões

Atualmente, nem todo consumidor assiste a vídeos ou ouve músicas somente via CD ou DVD. Neste caso, verificar, antes da compra, todas as entradas em USB e, de preferência, a de tipo HDMI. Quanto mais, melhor, dado que muitas vezes será necessário conectar um mouse externo, ou uma impressora, algum carregador de celular e o Pendrive. Verificar conexão de tipo Bluetooth e a qualidade da entrada de Wi-Fi, além da gaveta de cartões SD.

A Memória RAM

Essencial para qualquer computador, a memória Ram interpreta todos os documentos e os programas, no instante em que os mesmos são abertos, de modo não sequencial. Portanto, quanto mais memória RAM, maior será a capacidade do Notebook poder utilizar vários programas, ou mesmo várias abas no navegador da internet, ao mesmo tempo.

Paulo Henrique dos Santos


Saiba aqui como descobrir a senha da Internet que você está usando no PC ou Celular.

Ao contrário do que muitas pessoas costumam pensar, é possível descobrir a senha do Wi-Fi que estamos usando tanto via PC quanto por meio do celular.

Quem usa um computador com o sistema operacional Windows tem um trunfo extra: o SO armazena as senhas das redes W-Fi nas quais o computador já foi conectado.

A principal finalidade desse recurso é tornar mais prática a vida do usuário no caso de futuras conexões, pois não será preciso que nenhum código de segurança seja digitado novamente naquele aparelho em específico.

Entretanto, toda essa facilidade faz com o usuário esqueça facilmente a senha no futuro, especialmente se ela for difícil de lembrar.

De qualquer forma, há uma maneira muito simples para descobrir a senha do Wi-Fi sem precisar restituir as configurações de fábrica do roteador.

O passo a passo a seguir mostra como você pode descobrir a senha de uma rede por meio do computador. Aliás, esse processo foi feito no Windows 10, mas as dicas podem funcionar com Windows 7 e Windows 8. Confira!

Primeiro passo: Com o botão direito do mouse dê um clique no ícone do Wi-Fi e em seguida na opção "Abrir Central de Rede e Compartilhamento". Ele está localizado na parte inferior direita de seu computador.

Segundo passo: Dê um clique na opção “Alterar configurações do adaptador” situado do lado esquerdo do monitor.

Terceiro passo: Aqui basta que o usuário dê um clique com o botão direito do mouse sobre o ícone do adaptador de rede e no menu que surgir clicar sobre a opção “Status”.

Quarto passo: Dê um clique na opção “Propriedades de Conexão Sem Fio”. Depois, basta apenas acessar a aba “Segurança” e selecionar a caixa “Mostrar Caracteres”.

Pronto! Seguindo somente esses passos simples já é possível você descobrir qual é a senha da rede Wi-Fi na qual seu computador está conectado.

Pelo Celular

Saber a senha pelo celular é um processo um pouco mais chato, até porque não é possível fazer isso de forma direta. Aqui vamos citar um dos modos mais práticos: usando o aplicativo LastPass. Acompanhe!

Primeiro passo: baixe e instale esse app em seu celular.

Segundo passo: Acesse o menu lateral e dê um toque na opção “Notas seguras” para que uma lista com todas as redes que já foram usadas no aparelho sejam listadas.

Terceiro passo: acesse qualquer uma das redes disponíveis para obter mais detalhes sobre elas. Na sequência, basta apenas tocar no ícone de olho situado ao lado da opção “Senha” para poder ver aquela que é específica da rede.

Viu? Tanto no PC quanto pelo celular os processos são relativamente simples. Vale a pena dar uma olhada e testar, assim você já estará por dentro de tudo quando precisar descobrir a senha de sua rede Wi-Fi.

Dicas para manter sua internet segura

Além de cuidar de seu equipamento, algumas dicas simples e básicas podem ajudá-lo a aumentar o nível de segurança de sua internet.

A primeira e mais simples de todas é simplesmente atualizar a senha de seu roteador. O motivo é claro: normalmente esses aparelhos já saem de fábrica com uma senha padrão (simples até demais), que são de conhecimento de muitos espertinhos no mundo digital.

Em outras palavras, manter a senha padrão do roteador seria o mesmo que dar a chave de seu carro para que o criminoso entre e leve o veículo sem nenhum tipo de empecilho.

Outro ponto que você deve cuidar de tempos em tempos é conferir se o firmware de seu dispositivo está devidamente atualizado. Além disso, nada de sair divulgando a senha de sua rede Wi-Fi ou seu endereço de IP para pessoas que não sejam de muita confiança ou simplesmente conhecidas (incluindo os amigos).

Basta ficar atento para evitar muitas dores de cabeça!

Por Denisson Soares


Modelo chega com tela de retina e custa mais de R$ 10 mil.

Quem estiver disposto a pagar pouco mais de R$ 10 mil, poderá ter o novo MacBook Air com tela retina e Touch ID da Apple. O modelo com tela de 13,3 polegadas e alta resolução conta com design renovado e muitas novidades tecnológicas. O lançamento aconteceu nesta última terça-feira, dia 30 de outubro, e a nova geração do MacBook Air é um notebook ultrafino, que vem atraindo o interesse de quem é apaixonado por tecnologia.

O leitor de impressões digitais Touch ID foi muito elogiado por quem já testou o equipamento, assim como o áudio, que teve importantes melhorias. Esta é a primeira vez que o modelo usa tela Retina. Todas as novidades foram comemoradas pelos consumidores, afinal, desde 2012 que o laptop não passava por uma atualização e a Apple vinha sendo bastante cobrada, pois nos últimos anos, apenas os processadores tiveram upgrade.

Mas um dos principais destaques é a portabilidade, pois segundo a empresa, a nova versão do MacBook Air foi totalmente montada sobre uma carcaça de alumínio reciclado, pesando 1,25 quilos e tendo 15,6 milímetros de espessura, lembrando que o modelo anterior era de 17,3 milímetros. Alguns detalhes vieram dos outros Macs, por exemplo, a logo sem iluminação que fica na tampa e algumas poucas portas, sendo uma entrada de 3,5 mm para quem desejar usar fones de ouvido e tem outras duas USB-C.

Uma opção que já está presente em outros Macs recém lançados, é a possibilidade de entrar no macOS e usar o Apple Pay para efetuar pagamentos através do leitor de impressões digitais Touch ID, que é comandado por um chip Apple T2.

Com Force Touch, o trackpad está cerca de 20% maior e contando com teclado moderno de 3ª geração, que vem com mecanismo borboleta completamente renovado, não tendo o Touch Bar. Os alto-falantes estão com 25% a mais de volume e o microfone também melhorou.

Um detalhe que pode ser problema para quem precisa sair com o equipamento é a bateria. O laptop continua com sua bateria, que oferece 12 horas de navegação no Wi-Fi, o que é tempo suficiente para uns, mas pode não ser para outros. Cada um terá que analisar seu dia a dia, como e onde irá usar o aparelho, para ver se será ou não suficiente.

O processador do novo MacBook Air é um Intel Core i5 dual-core de 1,6 GHz de oitava geração com GPU integrada. É muito poder, mesmo para quem precisa executar arquivos mais pesados, pois o processador ainda contará com o suporte de 8GB de memória RAM, mais 128 GB de memória flash. E se o usuário achar pouco e quiser ter uma versão ainda mais potente, poderá elevá-lo para até 16 GB de memória e 1,5 TB de armazenamento. Outra boa opção para quem trabalha com fotos e vídeos é poder usar a porta Thunderbolt 3 para exibir as imagens em um monitor 5K.

Desde o dia 30 de outubro que o modelo está em pré-venda nos Estados Unidos, mas será entregue ao consumidor somente a partir do próximo dia 7. Aqui no Brasil, ainda não há previsão de quando será lançado, mas já é certo que o preço ficará em R$ 10.399 para o modelo mais simples e R$ 11.999 para o mais avançado.

O novo MacBook Air com tela retina e Touch ID da Apple de fato é um equipamento com tecnologia de ponta e que tem muito a oferecer, mas o consumidor brasileiro precisará avaliar bem se compensa investir este dinheiro na compra de um. O primeiro passo é definir o perfil, saber o que realmente precisa e depois fazer um levantamento dos equipamentos disponíveis no mercado que possam atender suas necessidades. Por fim, comparar os preços.

A Apple investiu pesado e finalmente trouxe as atualizações tão esperadas. O novo MacBook Air realmente melhorou, só que será preciso pagar um preço alto para contar com todas as novidades.

Por Russel


Conheça aqui mais detalhes sobre o notebook Razer Blade 15.

Os mais antenados em tecnologia talvez já saibam do anúncio recente feito do smartphone gamer Razer Phone 2. Aproveitado essa onda, a empresa trouxe também uma nova geração para os notebooks ultrafinos e de alto desempenho no mercado, com opções para todos os bolsos e gostos.

Trata-se do Razer Blade 15, que tornou uma das linhas mais completas no segmento, de forma que o usuário pode escolher entre as diversas opções de conexões no corpo do aparelho e entre armazenamentos diversos para os compradores mais exigentes. O corpo do equipamento é unibody no material alumínio, chamando a atenção pelo seu visual limpo e clean e, ao mesmo tempo, ultrafino.

Com recursos de última geração, o Blade 15 busca o melhor em desempenho, atendendo assim a todos os profissionais que o adquirem. Com uma tela que quase não possui bordas e em Full HD (1920 x 1080), sua taxa de atualização é de até 144 Hz. Isso possibilita a fluidez ainda maior dos jogos que são executados e dos trabalhos de edição de vídeos, por exemplo.

E pensando em todas as necessidades dos mais diversos consumidores da marca, a Razer criou também duas opções em modelos de corpo. Um é mais avançado e ainda mais fino do que o básico, de forma a permitir que o seu usuário tenha em mãos uma entrada de carregamento com a variação entre 200 W e 230 W.

Já o modelo mais básico, com espessura maior, conta com o teclado em cor padrão da empresa. Ou seja, o verde. Além disso, ainda possui a entrada Ethernet, com arquitetura ideal para a interconexão de redes locais baseadas no envio dos pacotes.

Desempenho do Razer Blade 15

Com apenas uma opção para tamanho de memória RAM e na versão de tela FullHD de 60 Hz, é importante ressaltar que é possível expandir a mesma para até 32 GB. Com isso, duplica-se a potência inicial que é disponibilizada no notebook.

Para o armazenamento, todavia, as versões já são mais variadas, com muitas alternativas como um SSD de alto armazenamento ou, ainda, a combinação de HD + SSD. Essa fusão de HD e de SSD equivalem a 128 GB SSD mais 1 TB de HDD ou de 256 SSD mais 2 TB de HDD.

Há também a versão somente com o SSD, sendo essas de 512 GB e de 256 GB. Para uma maior noção sobre o funcionamento dessas combinações diversas, é possível acessar o portal da Razer, que explica melhor cada uma delas. O endereço eletrônico é o https://www.razer.com/gb-en/gaming-laptops/razer-blade/shop.

Vale lembrar que tudo depende do tipo da configuração de tela que é selecionada no momento de uma compra. Por isso, atente a esse fato.

Projetada para quem busca a potência máxima de seu equipamento, a Razer projetou e aplicou na linha Blade dois modelos de placa de vídeo Nvidia. São elas: a GeForce GTX 1070 com um total de 8 GB e também a GeForce GTX 1060 de 6 GB.

Com essa configuração, a garantia é de muito conforto na parte gráfica para as mais diferentes atividades que poderão ser realizadas com o notebook e que, ao mesmo tempo, necessitam de um hardware poderoso. Isso engloba desde as criações com muito trabalho gráfico em 3D, bem como a edição de vídeos e de imagens.

Outras informações

Sobre as especificações do Razer Blade 15, pode-se citar que ele virá na cor preta e com um teclado verde. A tela de 15.6 polegadas e FullHD traz uma taxa de atualização de 144 Hz ou de 60 Hz.

Sobre o processador, esse é um Intel Core i7 em sua 8ª geração. O sistema Operacional utilizado é o Windows 10 Home.

Nos Estados Unidos os novos notebooks já estão disponíveis para a compra. Além disso, na Amazon UK (https://www.amazon.co.uk/) também já é possível visualizar todas as opções, porém, sem a previsão de quando iniciarão as vendas oficiais.

Os valores iniciais divulgados são de US$ 1.599 (na conversão direta, aproximadamente R$ 5.992). Esse valor, todavia, pode ser maior, dependendo da opção de hardware que é ofertado pela companhia.

Kellen Kunz


Modelo é fino e possui ótimo hardware.

Uma das grandes empresas mundiais na fabricação de equipamentos para games e computadores está com um novo lançamento. A companhia, que é relativamente nova, com atividades iniciadas em 2005, está fazendo estrear uma de suas maiores ambições, como uma ousada aposta dentro do imenso mercado voltado para os Notebooks Gamers. Trata-se de uma versão excelentemente renovada do chamado Razer Blade, produzido pela companhia Razer, que o apresentou entre os menores do gênero em termos de peças, portando um tipo de tela em dimensões de 15,6 polegadas. Por ser uma versão mais básica, este note causa grande impressão não somente pela sua potência e especificações, como também pela sua fina estrutura de 1,68 cm de espessura.

Dado que a tela deste aparelho possui um tamanho bem mais razoável e adaptado à jogatina, por assim dizer, a mesma também conta com algumas alternativas em sua excelente resolução, ajustadas de um modo que vai do Full HD ao formato 4K. Outro detalhe relevante está nas bordas que rodeiam o display, que possuem dimensões de no máximo 4,9 milímetros na espessura, proporcionando um melhor foco nas imagens que transbordam da tela. Todo esse aparato está perfeitamente acomodado na peça única que forma o corpo deste notebook, todo fabricado em alumínio e estilizado em um acabamento na cor preta, anodizada no sentido de proteger o dispositivo contra riscos e choques.

Em seu interior, este Razer Blade porta um processador Intel Core i7 de oitava geração, com duas variações nas placas de vídeo de NVIDIA, a GTX 1060 ou mesmo a GTX 1070. Todo modelo desse tipo que sai da indústria chega ao consumidor munido de 16 GB em memória RAM, porém, esses aparelhos têm potencial de operar em upgrades com picos mais altos de capacidade, os quais chegam a dobrar a quantidade de memória já indicada. Assim, ao armazenar dados esse notebook utiliza uma memória SSD de 512 GB, contendo um suporte máximo de até 2 TB.

Este notebook é próprio para todas as pessoas fissuradas em games, assim sendo, ele está munido de um típico teclado chamado Razer Chroma, equipado de um sistema chamado anti-ghosting, além do suporte próprio de 16,8 milhões de cores por cada tecla, com função de personalizar garantida por meio do programa intitulado Razer Synapse 3. No sentido de permitir, também, que todo o conjunto funcione por longos períodos sem precisar ser recarregado, este Note está aparelhado com um tipo de bateria de 80 Wh de capacidade; a função de áudio está instalada em seus dois alto-falantes embutidos na parte da frente, portando, a tecnologia Dolby Atmos.

Sobre o sistema de resfriamento, a companhia decidiu instalar no Blade uma função capaz de produzir refrigeração composta de uma espécie de câmara que produz vapor, o que constitui um recurso que proporcionou a redução na espessura da carcaça deste aparelho. Este tipo de sistema de esfriamento tem por suporte e vantagem uma estrutura elaborada para o mesmo dispositivo, o qual opera com uma espécie de líquido vaporizado e selado em vácuo, resultando na dissipação mais eficaz de calor, evitando o super aquecimento.

Para sumarizar alguns de seus atributos segue a relação abaixo:

A – A tela nas dimensões de 15,6 polegadas, que forma a resolução em Full HD, medindo 1920 por 1080p.; com taxa de 144 Hz, chegando a uma resolução de até 4K, apresentando 3840por 2160;

B – possui o processador da Intel Core i7-8750H;

C – está equipado de um tipo de placa de vídeo da NVIDIA GeForce GTX 1060 ou mesmo no modelo NVIDIA GeForce GTX 1070;

D – a memória RAM é de 16 GB DDR4 em 2.667 MHz, operando pelo sistema Dual Channel;

E – possui conectividade em WiFi de 802.11 (a/b/g/n/ac), em Bluetooth 5, entre outros;

F – equipado com uma câmera de webcam munida de microfone em 720p;

G – com peso de 2,07 kg no modelo com Full HD e com peso de 2,15 kg na versão que porta capacidade de resolução 4K.

Nos EUA este notebook está sendo comercializado pelo valor de 1,9 mil; no câmbio do Dólar para o Real ele sai por 7 mil reais.

Vale a pena conferir.

Paulo Henrique dos Santos


Confira aqui todos os detalhes do novo computador Acer Predator Orion 9000.

Para os amantes de jogos de última geração, que exibem lindos gráficos e boa qualidade de desenvolvimento, a empresa Acer anuncia sua nova máquina, que cumprirá todos os requisitos de configurações para o funcionamento de jogos mais pesados, ou seja, aqueles que precisam de uma plataforma tecnológica mais avançada.

O destaque principal do computador é seu processador como citado no título, ele é nada mais nada menos que um Intel Core i9 Extreme Edition de 18 núcleos, isso ajuda entender já de início o porquê de ser uma máquina tão potente, porém, uma máquina não é formada somente pelo seu processador, pensando nisso a Acer compõe o Predator Orion também com 4 placas de vídeo que são top de linha no mercado eletrônico.

Design

Ao pensar em uma facilitamento de controle e manutenção de hardware, sua produção de gabinete é formada por metal e tampas laterais, facilitando ainda mais o acesso interno.

Para a ideia de computador futurístico a empresa pensou em algo que estivesse além de nossa realidade, a inspiração para o formato do gabinete então foi feita em base de uma nave espacial, que normalmente é o design de "futuro" que é exigido por usuários ultimamente.

É perceptível na máquina o uso de LED's, porém não são apenas LED's simples que ficam estáticos, essas luzes podem ser controladas via software desenvolvido exclusivamente para elas.

Por conta de seu peso, duas alças e rodinhas foram implatadas para que o seu transporte fosse facilitado para onde fosse levado.

Preço

O preço atual é de U$ 7.999.99, que se convertido diretamente para a moeda brasileira resultaria em R$ 26.000.00.

Especificação de Hardware

Como já citado no texto, o computador possuirá 4 placas de vídeo, sendo elas do modelo AMD Radeon MX Vega, porém, o comprador poderá optar por duas NVIDIA GeForce 1080Ti em SLI.

A memória RAM incrivelmente poderá oferecer até 128GB, usando o padrão de entrada DDR4, deixando assim que qualquer jogo que consuma muita RAM com espaço de sobra para desenvolvimento.

De armazenamento também um valor absurdo, chegando a 2TB, sem contar os 512 GB de SSD para o aumento de desenpenho tanto no carregamento de jogos quanto no carregamento do Windows.

Um computador com tanta "força" ao executar o que é pedido, certamente esquentará, porém, isso não vai ser um problema pela composição de seus 5 coolers serem de 120mm distribuídos por toda a parte, mas não é só isso, ele também conta com um watercooler da Cooler Master, e ainda mais um sistema de fluxo de ar Ice Tunnel 2.0, tal que foi desenvolvido pela própria empresa. Essa separação será de forma que seu interior terá zonas térmicas espalhadas, cada uma com um tubo de ar distinto, dissipando o ar quente.

Conclusão

A empresa Acer, neste modelo de computador, procurou buscar as exigências de compradores que exigiam muito de uma máquina, provavelmente não tenha sido pensado por eles abaixar o custo, já que em versão convertida, o computador valerá 26 mil reais, então no Brasil, ter tal máquina pode lhe custar quase o preço de um carro popular atualmente, mas mesmo assim a indústria ainda possui compradores, então certamente conseguiu uma máquina que pode satisfazer a vontade de um cliente de ter essa super máquina dentro de sua casa, ainda mais pela apresentação do novo processador i9 sendo usado em sua plataforma de hardware. Concluindo então que para quem for comprar será um dinheiro totalmente bem investido pelo menos na área de games, pois jogará tranquilamente e sem se preocupar com a exigências dos jogos que serão suportados com facilidade.

Gustavo Martins dos Santos


Confira aqui mais detalhes sobre o novo notebook gamer da Samsung.

Nessa semana, a Samsung, líder global em tecnologia, anunciou o novo notebook Odyssey e os óculos de realidade virtual HMD Odyssey. Voltado para gamers, o notebook Odyssey, também conhecido como notebook gamer de entrada, apresenta alta performance de games da atualidade e qualidade, sem quebra de imagens. Ele foi projetado com ajustes dos mais recentes processadores da Intel, em sua 7ª geração.

Proporcionando um alto desempenho e qualidade gráfica, além da alta configuração e em Full HD, sua GPU vem computando seus 6 GB de memória RAM GDDR5, o que faz com que a máquina rode jogos em alta performance tornando-a compatível com gadgestes de realidade virtual. A placa de vídeo instalada é a NVIDIA GeForce GTX 1060, diferentemente das placas de vídeo anteriores.

O Odyssey vem com 16 GB de memória RAM e processador Core i7 da 7ª geração, que opera até 3.8 GHz. Mesmo com a nova tecnologia de armazenamento, considerada a evolução do disco rígido (HD), o notebook não traz SSD de fábrica – como em outras versões anteriores. Sua representação na prática se refere a melhor espaço, redução de vibrações e até redução de espaço físico. Mas, ainda que o cliente queira usar tal artefato, é possível adicionar o SSD, em formato M2, já que o mesmo vem com acesso na parte inferior da carcaça. Vale lembrar que o aparato pode sair um pouco caro no bolso, mas para quem prioriza velocidade de carregamento de jogos e aplicativos pesados o investimento é válido.

Para finalizar vale relembrar em detalhes as especificações técnicas do notebook Samsung Odyssey, que tem tela de 15,6 polegadas Full HD com HDR – que é um novo padrão de tecnologia que permite maior ganho de qualidade de imagem. O processador é o Intel Core i7, que processa até 3.8 GHZ. Sua memória RAM é de 16 Gigabytes, com possibilidade de ser expansível até 32 GB. Sua placa de vídeo é da GTX 1060 e 6 GB GDDR5. Quanto o armazenamento do seu disco rígido – HD, foi optado por se manter armazenamento de 1 terabyte. Suas portas e interfaces contam com Ethernet, Bluetooth, wi-fi, HDMI, duas USB 2.0 e uma USB 3.0. Estão inclusos ainda cartões de memória e saída de fone de ouvido. A bateria inova com 66 Wh de capacidade e uma câmera com resolução de 480p, mantendo o padrão AMOLED e proteção antirreflexo. O Odyssey pesa 2,7 quilos.

Ainda no caminho dos lançamentos, a Samsung lançou o HMD Odyssey – óculos de realidade mista. Utiliza a plataforma Microsoft e compatibilidade com o Windows Mixed Reality. Na prática, vê-se a combinação de desenvolvimentos de conteúdos que utilizam tecnologia mescladora de ambiente real com elementos do virtual. Seu áudio é desenvolvido pela AKG.

Os óculos vêm com um visor de 3,5” (cada olho) e uma resolução de 1440×1600 em super AMOLED, que exibe mais pixels, dá uma maior definição de figuras e revela mais nitidez em sua tela. Vale ressaltar que essa tecnologia é criação da Samsung. O aparato conta com dois joysticks e sensor de proximidade, que tem campo de visão de 110°, são dois microfones compatíveis com Cortana e utilização de apenas uma porta HDMI e uma USB 3.0 para sua instalação.

Seguindo as suas especificações técnicas, têm-se como plataforma Windows Mixed Reality, sua tela é de duas de 3.5'' AMOLED, com 1440×1600 pixels de resolução. Sua interface é HDMI 2.0 com USB 3.0. As lentes permitem um campo de visão de 110º e são Single Fresnel. Sua distância de interpupilas é de 60-72mm com câmera 6 DOF. O sensor é de proximidade, IPD. A acústica é da Dual Array Mi. E seus headphones tem a AKG incorporado. Pesa 625 gramas.

HELEN COSTA GALVÃO DE BRITO


Confira aqui as configurações e preço do notebook Samsung Expert X51.

Cada vez mais os fabricantes de computadores utilizam de tecnologias que possam melhorar o desempenho desses dispositivos. Mas o problema de máquinas com especificações mais avançadas é que costumam ter um preço mais elevado.

Pensando nisso, a Samsung lançou o notebook Expert X51. Ele seria um modelo voltado para um público que busca maior performance por um valor mais acessível para esse tipo de categoria.

Expert X51 destaca-se por suas configurações

A configuração é um dos seus pontos positivos, pois apresenta Intel Core i7 de 6ª geração (clock de 2,5 GHz), 8GB de memória RAM (DDR3), 1TB de armazenamento (5400RPM) e placa gráfica NVIDIA GeForce 940MX (RAM de 2GB).

Esses aspectos podem despertar certo interesse por parte dos gamers. Porém, em um teste realizado pela equipe do site da Exame ficou claro que jogos com demanda gráfica de nível intermediário rodaram sem problemas, enquanto outros mais sofisticados, como o GTA, apresentaram vários travamentos.

Um dispositivo para trabalhar e garantir a privacidade

Apesar disso, o Expert X51 pode ser um excelente notebook para quem trabalha com programas mais pesados, como editores de imagem e vídeos.

O design e acabamento do dispositivo são diferenciados, de modo que recebeu pintura na cor prata e teclados brancos. Sua tela de 15,6’’ Full HD é um dos grandes destaques, pois recebeu tratamento antirreflexo para garantir maior privacidade. Outros recursos também permitem que o seu brilho seja facilmente alterado. Dessa forma, outras pessoas terão menos acesso ao que possa estar sendo feito no notebook.

Segurança e menos necessidade imediata de atualizações

Ele tem ainda um sistema de segurança semelhante ao de smartphones, em que a senha pode ser configurada em formato de um desenho.

O fato de já vir de fábrica com Windows 10 também pode ser considerado como algo bom. Assim as atualizações poderão acontecer depois de um tempo de uso e não de maneira imediata.

Se você tem interesse em comprar o Expert X51, é bom já procurá-lo para vendas, pois a sua disponibilidade está baixa. Ele pode ser encontrado por um preço em torno de R$4.100.

Especificações gerais:

  • Processador Intel Core i7 6500U.
  • Tela de 15,6’’ Full HD LED antirreflexiva.
  • Memória RAM de 8GB.
  • Armazenamento de 1TB.
  • Windows 10 Home.
  • GPU NVIDIA GeForce 940M Graphics.
  • Bateria de 43 Whr.
  • Peso de 1,9Kg.

Gostou do Samsung Expert X51? Você indicaria outro notebook para trabalhar e jogar?

Camilla Silva.


Confira aqui as principais novidades e as configurações do novo Samsung Galaxy Tab A.

O Galaxy Tab A 2016 é um tablet da Samsung voltado para um público que deseja ter mais produtividade em sua rotina. Ou seja, provavelmente para usuários que precisam de ferramentas e dispositivos práticos para realizar suas tarefas tanto em âmbito empresarial ou até mesmo educacional.

SPen

A SPen é uma caneta inteligente que pode facilitar muito a vida de quem precisa fazer anotações, rascunhar ideias, além de permitir a leitura, análise, aprovação e compartilhamento de documentos rapidamente.

Dessa forma, entre os recursos do Galaxy Tab A 2016 estão: blocos de notas que podem ser salvos e editados a qualquer momento; caderno digital, que permite anotações e escritas diversas; seleção e colagem de conteúdos tanto da web quanto do próprio aparelho; inclusão de assinatura digital em PDF; entre outros.

Portanto, pode ser muito bem utilizado em reuniões e para estudos diversos, pois permite a integração de ideias em multimídias. Assim, o velho papel e caneta podem estar com os dias contados. E o uso de notebook nem sempre é muito prático. Então, esse tipo de tablet poder ser muito bem-vindo.

Segurança e personalização

Em tempos de roubos digitais, nada como poder compartilhar informações sigilosas com segurança. Pensando nisso, a Samsung utilizou a plataforma Knox, a qual facilita o gerenciamento de permissões de acesso a esse tipo de dado. Além disso, nela são utilizadas chaves de criptografia armazenadas na TrustZone. Por isso, somente quem tiver autorização poderá visualizar tais informações.

O tablet também possui o modo multiusuário, que permite que até oito pessoas personalizem o aparelho de acordo com suas necessidades individuais.

Ainda é possível personalizar o dispositivo de acordo com a identidade visual de qualquer negócio ou empresa.

Pontos principais

Quem busca câmeras de altas resoluções poderá se decepcionar com o Galaxy Tab A 2016, pois a sua câmera traseira é de 8MP, enquanto a frontal é de 2MP. Mesmo assim, imagens voltadas somente para o ambiente digital talvez não percam tanta qualidade.

Já a tela tem o ótimo tamanho de 10.1’’, agradando aqueles que gostam de assistir muitos vídeos, por exemplo.

O design do tablet é bem interessante e agrada pelos detalhes finos e elegantes. A bateria é também seu outro ponto forte, afinal é de 7.300mAh.

O aparelho deverá ser vendido no site da Samsung por R$ 2.099, mas no momento se encontra indisponível para compra.

Especificações básicas

Veja algumas das especificações básicas do Galaxy Tab A 2016:

  • Sistema Android Marshmallow 6.0.
  • Processador OctaCore.
  • Memória RAM de 3GB.
  • Memória interna de 16GB, expansível com cartão microSD.
  • Tela HD de 10.1’’.
  • Resolução de tela de 1.920 x 1.200.
  • Câmera traseira de 8MP.
  • Câmera frontal de 2MP.
  • Bateria de 7.300mAh.

Gostou do Galaxy Tab A 2016? Qual outro tablet você indicaria para melhoria da produtividade?

Por Camilla Silva


Nova tecnologia promete facilitar a vida dos gamers.

A Dell, uma das maiores fabricantes de computadores do mundo, inova mais uma vez e sai na frente. Desta vez, ela parece ter se inspirado nos filmes de ficção científica para lançar a sua mais recente linha de notebooks, a Alienware.

Mais uma vez, ditando sempre a nova geração de computadores pessoais, a nova geração lançada pela empresa deverá aliar a tecnologia com o prazer de quem gosta de jogos online. A nova linha Alienware veio para conquistar todos os gamers do mundo todo e quem não curtia a marca, com certeza, deverá optar pela mesma quando for comprar o seu próximo computador.

Os novos modelos estão no mercado com um placa de vídeo da fabricante GeForce da série GTX 10, da fabricante Nvidia. A grande novidade é o uso da nova tecnologia que permite ao notebook capturar o olhar de seu usuário (Tobii eye-tracking) Deste modo, os aficionados por jogos não precisarão mais usar o mouse ou o joystick, principalmente em jogos que requeiram o uso de mira. O novo recurso já pode ser usado em jogos.

Como novo recurso gráfico, o equipamento deverá melhorar a experiência dos usuários que queiram se aventurar pelo mundo da chamada realidade virtual. Isto fica mais fácil ainda pela possibilidade dos usuários conseguirem optar por uma configuração que possa satisfazer as suas necessidades.

A configuração interna é composta por um processador Core 6 da fabricante Intel e com configurações de memória RAM entre 8 e 32 GB.O usuário tem a possibilidade de escolher entre a memória HD ou SSD. No quesito armazenamento, a linha Alienware vem com disco rígido de 3TB.

Com um design bem mais fino (17 polegadas), a nova linha está disponível no mercado somente na cor prata, inicialmente. O monitor integrado de LED apresenta as versões em HD Full e QHD. Para quem quiser dispor da novidade em casa ou no escritório, deverá estar disposto a desembolsar uma quanta inicial que poderá ser superior a R$ 9.000,00. Caso o consumidor ainda não encontre a novidade nas lojas de informática, ele poderá fazer o pedido de sua máquina diretamente no site da fabricante Dell.

Emmanoel Gomes


Novo Macbook Pro tem barra touch e leitor de digitais.

A Apple anunciou o lançamento do novo Macbook Pro. Entre as novidades, está o painel touch (que substitui a linha de caracteres F1, F2, F3, F4…) e o leitor de digitais para desbloqueio e personalização do aparelho.

A novidade do painel touch havia sido divulgada anteriormente por engano. A atualização apareceu em imagens de uma apresentação das configurações recentes do sistema operacional da Apple: Mac OS.

O novo Macbook Pro terá duas versões completas e uma intermediária. As versões completas poderão ser encontradas com telas de 13 polegadas e 15 polegadas. O valor, respectivamente, será de US$ 1,8 mil e US$ 2,4 mil. Nos Estados Unidos, a previsão é que as primeiras entregas sejam efetuadas ainda no mês de Novembro. Para o Brasil ainda não há data definida e nem preço para o novo Macbook Pro.

A versão intermediária conta com as mesmas configurações de hardware e software das versões completas, no entanto, a barra touch e o leitor de digitais foram suprimidos dessa versão. A retirada dessa tecnologia deixa o preço do aparelho um pouco mais barato: US$ 1,5 mil para o modelo de 13 polegas.

Conforme divulgado pela Apple, a barra touch terá inúmeras funcionalidades nos aplicativos e poderá ser configurada de acordo com cada funcionalidade. Segundo a empresa, é possível fazer alteração de destino para cada um dos botões, o que será bastante útil para definir funções e agilidade na navegação de alguns aplicativos.

O leitor de digitais serve como segurança e personalização do Mac quando o mesmo é utilizado por mais de uma pessoa – a exemplo irmãs e irmãos, famílias, entre outros. No momento em que você acende o dispositivo com sua ID, ele já saberá quem está usando o aparelho e direcionará os arquivos e configurações de modo personalizado.

O lançamento do Macbook Pro nos Estados Unidos irá convergir com o lançamento do iPhone 7 no Brasil. O novo smartphone da Apple ainda não possui preço definido aqui em território verde-amarelo, mas já possui data para o início das vendas. A estimativa é que o iPhone 7 esteja nas prateleiras do Brasil no dia 11 de Novembro.

Matheus Griebeler


Aparelho possui ótimo hardware e promete ser ideal para os trabalhadores de plantão.

O notebook Style S50 foi pensado pela Samsung para um público especial: Aqueles que precisam de um bom equipamento, mas se veem em dificuldades nas diversas tarefas do dia já que geralmente esses equipamentos pesam mais de dois quilos e isso sem contarmos os transtornos com a bateria, coisa que faz muita gente até escolher os locais que pode ir. Afinal, não é em todo lugar que vamos encontrar uma tomada disponível. E já que estamos falando sobre peso, o Samsung Style S50 possui somente 890 gramas. Com um processador Intel i7 de sexta geração, o aparelho chega ao mercado com o preço sugerido de R$6.499.

A configuração do hardware do Style S50 é um dos aspectos que mais tem chamado a atenção no aparelho. Além do processador já citado, temos também 256 GB para armazenamento SSD, a tecnologia melhora, e muito, a taxa de transferência de dados em comparação com um HD tradicional. Para memória interna temos 8 GB (DDR3). Por fim, a placa de vídeo (integrada) é uma Intel Graphics 520.

Sobre este último ponto é interessante fazer uma observação: Como não temos uma placa de vídeo dedicada (AMD ou Nvidia), fica claro que o aparelho não é uma boa pedida para gamers de plantão. Por outro lado, é altamente indicado tanto para o trabalho ou lazer daqueles que buscam por um equipamento com facilidade de portabilidade e que valorize o design.

E por falar em design vamos a algumas observações. O visual logo de cara chama muito a atenção. A Samsung trabalhou muito nessa parte uma vez que objetiva oferecer aos consumidores um aparelho que seja leve e fácil de ser transportado, mas que não pecasse na beleza por isso.

É curioso observar que para chegar ao grau de leveza que queria a marca não focou apenas na carcaça do Style S50, mas também em seus componentes. Ou melhor, na acomodação dos mesmos.

Para quem trabalha com educação ou em empresas e precisa apresentar projetos, vai gostar do chamado modo consultor do aparelho. Isso porque a tela do Style S50 pode ser aberta em até 180° graus, seguindo a linha do teclado. Além disso, ainda dá para virar o Windows 10 de ponta cabeça ao se pressionar as teclas Fn e F11.

Por fim, para quem busca pelas facilidades que foram apontadas aqui, o S50 pode ser uma boa alternativa até porque os concorrentes custam mais caro que ele.

Por Denisson Soares


Yoga 510 é o novo híbrido da Lenovo, une notebook e tablet para viciados em Netflix.

O lançamento da Lenovo Yoga 510 alia as funcionalidades e praticidades dos tablets com as configurações de um notebook. A tela possui rotação de 360 graus, como também, sensibilidade ao toque. Tela grande e qualidade de som fazem do Yoga 510 uma ótima opção para viciados no Netflix.

O híbrido conta com tela de 14 polegadas HD. O design fino, leve e arrojado permite o manuseio do Yoga 510 em seis posições diferentes. O teclado é retroiluminado em Led e o sistema de som é certificado pela Harman (proprietária da empresa JBL). E quem não gosta de poder assistir as séries favoritas com qualidade de imagem e som?

E mais, aqueles que viajam bastante ou ficam longe da rede elétrica durante algum tempo, outra característica que fará diferença na hora de assistir Netflix – além da tela HD e som estéreo – é a durabilidade da bateria. A bateria do híbrido dura até 8 horas e meia com apenas uma recarga. Ideal para quem faz viagens longas e não quer ficar na mão olhando para janela sem bateria no notebook.

O processador do Yoga 510 depende da versão adquirida. A Lenovo oferece versões com a 6ª geração da Intel Core: processamentos i3, i5 e ou o mais avançado i7. A memória RAM é de 4 GB ou 8 GB, dependendo de qual categoria do Yoga 510 será comprado. Em termos de armazenagem, o Híbrido tem versão com 500 GB e 1TB.

Outra novidade do híbrido é o sistema que proporciona a integração USB de dispositivos celulares e pen drives mesmo quando o Yoga 510 está no modo off. Esse sistema é uma novidade da Lenovo, é chamado como USB Always-On (traduzido para o português, USB Sempre-Ligado). Nesse sistema basta inserior o Smartphone no híbrido que ele será reconhecido até quando o notebook estiver desligado.

O preço do Yoga 510 da Lenovo varia de acordo com as especificações escolhidas pelo cliente. A média é de R$ 3.199.

Para saber mais informações sobre o lançamento híbrido da Lenovo, basta acessar o site nesse link aqui.

Matheus Griebeler


Notebook terá versões com telas de 11, 13 e 15 polegadas.

A Dell apresentou no País a sua nova linha de notebooks 2 em 1, que faz parte da série Inspiron 5000, e conta com o sistema de reconhecimento facial para autenticação. Os novos computadores têm a 6ª geração de processadores Intel, tela sensível ao toque, além de 09 horas de autonomia devido à bateria. Além disso, a tela tem a capacidade de girar 360 graus e, assim, o usuário também pode usar o notebook como tablet. Desta forma, os novos gadgets da linha Inspiron são práticos e versáteis.

Os notebooks podem ser encontrados em dois tamanhos diferentes: tela de 13 ou 15 polegadas. Os valores variam de acordo com a configuração e o preço inicial é de aproximadamente R$ 2.499,00. Desta forma, a marca lançou três versões da linha notebook 2 em 1: Inspiron 13500, Inspiron 15500 e Inspiron 11300.

O Inspiron 13500 conta com teclado retroiluminado, memória de 8GB, Unidade de HD de 500 GB ou 1 TB, além de ttela ouchscreen LED de 13,3 polegadas com resolução Full HD (1920×1080), áudio em alta definição com alto-falantes estéreo com processamento Waves MaxxAudio Pro, entre outras especificações.

Em relação ao modelo Inspiron 15500, ele conta com processador de 6ª geração Intel Core i5 com placa de vídeo Intel HD Graphics 520, teclado retroiluminado, Unidade de HD de 1TB, tela touchscreen LED de 15,6 polegadas com resolução Full HD ( 1920 X 1080), entre outros itens.

O modelo Inspiron 11300 tem processador Intel Pentium com placa de vídeo Intel HD Graphics, tela touchscreen LED de 11 polegadas com resolução HD, memória de 4 GB, unidade de HD de 500 GB, além de autonomia de bateria com duração de até 07 horas.

Além disso, a Dell apresentou a sua nova linha de notebook para jogadores de game: Dell Inspiron 15 Gaming. O laptop conta com o chip gráfico NVIDIA e uma boa configuração de hardware. Ele tem processador Intel Skylake, memória de 8 GB DDR3L, tela de 15,6 polegadas Full HD, processador Intel Core i7 – 6700HQ – 2,6 GHz, sistema Windows 10 home e pesa apenas 2,5 Kg.

Gostou de conhecer as novidades e especificações dos novos modelos da Dell? Deixe a sua opinião!

Por Babi


Notebook é capaz de analisar o olhar do jogador para direcionar a mira em games de tiro.

A Dell tem novidades para o mercado gamer brasileiro. No início desta primeira semana de setembro a Alienware, a linha da companhia que desenvolve exclusivamente produtos para esse setor, anunciou a chegada por aqui de mais dois novos integrantes de sua linha de notebooks. Dos dois lançamentos, um já ganhou os noticiários dos principais sites especializados pela forma com que se propõe a revolucionar a maneira como jogamos nos computadores.

Para entendermos o motivo de tanto barulho em torno do aparelho, é só observarmos um aspecto do produto: A novidade dispensa o uso do joystick ou do cursor do mouse, no lugar ele analisa o olhar do jogador para poder direcionar a mira nos games de tiro.

A marca batizou a novidade de Alienware 17. Integrado, ele conta com a tecnologia para rastreamento ocular desenvolvido pela Tobii.

Mas como essa tecnologia funciona? Na verdade é bem simples. Primeiro um sensor presente no Alienware 17 identifica os olhos do usuário. Depois ele faz algumas adaptações e só. Agora é aproveitar e usar a tecnologia nos games que possuem suporte para ela. A título de curiosidade vai ter jogos para todos os gostos já que há mais de 30 títulos com suporte.

De fato, em um primeiro momento, usar o olhar para controlar a mira em jogos pode ser um pouco confuso, mas isso logo é superado. É mais uma questão de hábito mesmo.

A tecnologia da Tobii é bem simples de ser usada no novo aparelho da Dell. O jogador basicamente só precisa movimentar seus olhos para a região que quiser. Depois é mirar e atirar, aqui tanto faz se é com o joystick ou com o teclado.

De acordo com olhar do jogador para a tela, uma espécie de bolha surge e se movimenta de acordo com a direção do mesmo. Com isso, o jogador já ficará a par se o jogo em questão conseguiu ou não identificar seu movimento de visão, bem como o local para onde quer direcionar a mira.

Apesar de ter um preço inicial na casa dos R$ 9.300, no site oficial da Dell o Alienware 17 pode ser encontrado até pelo valor de R$ 14.699. Claro que a oscilação nos preços depende das configurações do aparelho.

Em sua versão inicial vamos ter um processador Intel Core (6° geração) i7-6700HQ Quad Core, 8 GB de memória e placa de vídeo NVIDIA GeForce GTX 970M 3GB GDDR5.

Além disso, todas as opções oferecidas podem ser personalizadas.

Por Denisson Soares


Conheça o Acer Predator 21X, o primeiro notebook de games no mundo a ter tela curva.

Como parte do evento IFA 2016, que ocorre nessa semana em Berlim, a Acer anuncia o seu Predator 21 X, primeiro notebook da categoria da indústria mundial com um monitor curvo.

O notebook é destinado a jogadores, sem restrições de orçamento e com hardware de jogos com pacotes high-end, como 7th Generation, processadores Kaby Lago da Intel, duas GeForce GTX 1080 (placas gráficas da NVIDIA em SLI) e até mesmo um teclado mecânico. O sistema não pode ser completamente considerado um computador móvel, pois é muito grande e pesado, mas ainda pode ser transportado de forma relativamente fácil. Uma das principais características é a sua exibição de tela.

A Acer Predator 21 X será o novo notebook para jogos, o carro-chefe da empresa, que contará com uma infinidade de tecnologias que nunca foram vistas em notebooks até agora. A máquina será baseada em futuros processadores da geração core da Intel, de codinome Kaby Lake. A Acer não revelou modelos exatos de CPU ou especificações, mas pelo posicionamento do notebook no mercado, é esperado que a empresa disponibilize 2 chips projetados para PCs de jogos (45W +).

Para os gráficos, a Acer planeja oferecer até duas placas de vídeo NVIDIA Geforce GTX 1080, mas outra opção, provavelmente, estará disponível também. A empresa não especifica a capacidade de armazenamento do Predator 21 X. Para esfriar o CPU, a Acer utilizará um sistema de refrigeração especialmente concebido com cinco ventiladores e várias tubulações de calor no notebook.

Enquanto o desempenho do Predator 21 X promete ser alto, a característica fundamental do notebook é o seu painel de exibição com uma curva de 21 IPS de resolução 2560 × 1080 e tecnologia de taxa de atualização dinâmica G-Sync da NVIDIA. Além de curvatura, a Acer também acrescentou sensores de rastreamento ocular infravermelho para a tela, que abre diferentes experiências ao usuário em jogos que suportam a tecnologia apropriada.

O teclado numérico do notebook não possui chaves mecânicas, mas a boa notícia é que ele pode ser invertido e se transformar em um Touchpad. Para a conectividade, o predador 21 X tem uma porta Gigabit Ethernet, com um módulo de 802.11ac 2T2R + Bluetooth Wi-Fi com duas antenas físicas no lado traseiro.

O Acer Predator 21X só será lançado em meados de 2017 e ainda não possui preço definido.No entanto, é seguro dizer que ele vai custar mais do que a média dos jogos portáteis, não só por causa de duas placas de vídeo high-end, mas também devido à exibição original e forma.

Paulo Naylan Chaves Freitas


Novo notebook é destinado ao mercado corporativo e se destaca por sua portabilidade.

A linha de notebooks Latitude, da empresa Dell, é destianada para o mercado corporativo. Portanto, os dispositivos contam com uma configuração razoável e visam ter características como portabilidade para reuniões e durabilidade de longo prazo.

O notebook E5250, que possui um display de 12 polegadas, é um modelo que junta todas essas qualidades, além de oferecer uma boa duração de bateria e contar com o sistema operacional Windows 10.

Sobre o Design

O novo E5250 possui revestimento feito em plástico e assim dá a impressão de produto robusto e de qualidade. As teclas, em partes, possuem formato côncavo e há uma boa distância entre elas, facilitando a digitação. Também possui retroiluminação no teclado para ambientes escuros.

Ao se tratar de usabilidade, apenas as teclas “end” e “home” não são muito favoráveis, pois o notebook tem pequenas dimensões, assim não havendo espaço suficiente para que as mesmas fossem independentes. Desta forma, elas se situam juntamente com as teclas de direção.

A tela tem resolução HD, assim permite a utilização da mesma para assistir boa parte dos vídeos que estão na internet.

Com relação à portabilidade, é válido lembra que o modelo E5250 é bem leve para um dispositivo que é focado na produtividade. O seu peso total é de 1,7 kg.

Sobre a Configuração:

Internamente esse notebook da família Latitude, a Dell atribuiu uma memória RAM de 4 GB, com tecnologia DDR3, a placa de vídeo integrada, por sua vez, é uma Intel Graphics 5500 e o processador é a quinta geração de um Intel Core i7, com tamanho de 14 nanômetros.

A configuração citada é suficientemente boa para realizar trabalhos na internet utilizando navegadores com diversas abas abertas, trabalhar no Excel e fazer edições básica no Photoshop, por exemplo. Para quem realiza edição de vídeos é necessário um máquina com uma maior quantidade de memória RAM.

O desempenho, ao ser realizado os testes, o computador pessoal apresentou ser um produto bom para a realização de tarefas básicas e intermediárias no uso cotidiano corporativo.

Sobre a Cateria

A bateria do modelo tem duração relativamente boa, com cerca de 5 horas de duração, ao reproduzir vídeos em HD com tela e seu brilho máximo e Wi-Fi ativado.

FILIPE R SILVA


App promete converter extensões já existente para Chrome em outros compatíveis com o Microsoft Edge.

Praticamente no mês de março deste ano uma notícia tomou conta da mídia especializada. O fato em questão noticiado é a possibilidade de fazer com que as extensões do Chrome possam se tornar compatíveis com o atual Edge, o mais recente navegador da Microsoft. Depois disso, o tempo foi passando e nada de surgir algo novo a respeito. Um silêncio absoluto.

Sendo que nesse período os únicos privilegiados eram os usuários do programa Insider, que possuíam a liberdade de fazer uso das tais extensões no Edge. Só que a coisa mudou um pouco com a chegada do período em que será feita a atualização comemorativa de aniversário do Windows 10.

A função já foi colocada a disposição de todos e tem mais: Com a chegada de um aplicativo na Windows Store dá a entender de que a companhia pretende deixar mais fácil o transporte das extensões do Chrome para o seu próprio navegador.

Mas o que isso tudo significa?

Bom, o tal aplicativo foi chamado de "Microsoft Edge Extension Toolkit" e de acordo com as informações constantes em sua descrição, ele basicamente é um kit constituído de ferramentas que permitem que os desenvolvedores interessados possam converter alguma extensão presente no Google Chrome para que estejam aptas a rodarem no Microsoft Edge. Isso está previsto para a atualização de aniversário do Windows 10. Ainda segundo a companhia, a ferramenta possibilita a criação de entradas de manifestos JSON necessárias, bem como das pontes para o Chrome.

Ao que aparece o app ainda está fase de testes, uma vez que a Microsoft não se manifestou oficialmente a respeito do assunto. Mas pelo que foi visto até agora, tudo já está perfeitamente em estado “funcional”. Sendo assim, possivelmente podemos encontrar novas extensões que podem estar disponíveis a qualquer momento.

Se você se interessou por esse tema no final desta matéria, disponibilizamos um link para que você possa baixar o app.

De qualquer forma, até agora quem usa o Edge já conta com as atualizações de “aniversário” do Windows 10. Bom, talvez o mais interessante e importante para o público em geral é que a AdBlock já pode ser baixada bem como o Evernote Web Clipper, Office Online, Amazon Assistant e o LastPass.

O link para o download direto da Microsoft é o seguinte: Download do Microsoft Edge Extension Toolkit.

Por Denisson Soares


Wallpapers foram disponibilizados através da última atualização do sistema.

Na última sexta-feira, dia 29 de julho, o Windows 10 completou, entre várias críticas e elogios, o seu primeiro aniversário. E como a maioria sabe, logo que a Microsoft lança uma nova versão, o software já vem minado com novos modelos de papéis de parede, os chamados wallpapers.

Com isso, há wallpapers que se tornam verdadeiros modelos para cada versão. No modelo 10 não foi diferente, uma vez que o logotipo da Windows com raios de luz na cor azul já é a marca da edição.

Porém, com a chegada do primeiro ano da versão, o aniversário trouxe a sua maior atualização, nomeada de Anniversary Update. Trazendo vários recursos que já garantem mais segurança e um software mais moderno, a atualização também encerra a possibilidade do download gratuito do Windows 10.

Todavia, conforme divulgado pela Microsoft, o update somente terá liberação a partir desta terça-feira, dia 2 de agosto, e chegará então a mais de 350 milhões de aparelhos. Com o atraso, a empresa ofereceu, como um simbólico pedido de desculpa, quatro novos papéis de parede para marcar o importante dia. Com a possibilidade de que estes sejam baixados para o desktop, cada um tem uma singularidade, que com certeza agradará os usuários.

Sendo assim, o primeiro dos papéis liberados é caracterizado por balões e bolos de aniversário que remetem à comemoração do sistema. Muito diferente dos demais já lançados pela Microsoft, o mesmo mostra o nome do sistema para referenciar o wallpaper.

Já o segundo papel de parede faz uma referência sobre o primeiro aniversário com o número 10, brincando com a numeração e com a imaginação dos usuários. Para o fundo foi utilizado a mesma imagem do tema principal da versão. Seguindo na mesma linha do anterior, o terceiro é considerado o modelo mais simples de wallpaper dos criados e divulgados. O mesmo cita somente o número 1, remetendo ao aniversário da versão. Apesar de modesto, é um dos modelos mais harmônicos, ou seja, não peca pelo excesso e, por este motivo, a tendência é que este seja um dos mais utilizados.

E o último, mas não menos interessante, brinca novamente com os números. Porém, neste o 1 se torna uma vela de aniversário.

Apesar de ser uma estratégia simples de conquistar os usuários, a Microsoft tornou os modelos criativos e muito bonitos. Sendo assim, para quem perdeu o download gratuito do Windows 10, precisa saber que este ainda poderá fazê-lo, porém, na modalidade paga, desembolsando entre R$ 400 e R$ 1.100 para baixar o sistema.

Kellen Kunz


Novo mouse conta com design diferenciado e ótima performance.

A Logitech em termos gerais se tornou bastante conhecida por entregar produtos com uma boa qualidade junto com diferenciais exclusivos da marca. Um dos destaques são seus produtos voltados para a linha gamer. Inovação e design é o que não falta nesse setor.

Recentemente, a Logitech trouxe para o Brasil uma nova linha de mouses prometendo atender as necessidades de qualquer tipo de gamer. A fabricante conta com opções considerando até mesmo o tipo de jogador. E de novo para ganhar os consumidores a aposta é no design diferenciado e na performance, que também não ficou de lado.

Entre as novidades mais recentes está o G502 Proteus Core. O componente é o topo da pirâmide entre os dispositivos da marca voltada para gamers.

Design

O Logitech G502 Proteus Core foi projetado justamente para aquele tipo de gamer que fica com a mão o tempo todo em cima do mouse. O tamanho é avantajado e supera facilmente uma boa parte dos principais concorrentes na categoria.

Um aspecto interessante do G502 Proteus é a quantidade de componentes colocados a disposição do jogador, o que acaba permitindo um melhor aproveitamento dos vários comandos que podem ser utilizados com a ponta dos dedos. O mais legal é que não importa muito o tipo de jogo que o usuário pretende jogar, afinal, são onze botões que dão conta do recado e de quebra ainda são perfeitamente personalizáveis.

Para quem gosta de um produto com aspecto chamativo e interessante, o G502 não deve decepcionar. A marca usou LEDs na cor azul para a retroiluminação.

Desempenho

O desempenho do mouse é um caso à parte. Pode-se dizer que é em certos aspectos invejável. Ele conta com um sensor de alta precisão que permite ajustes rápidos. O usuário pode realizar a mudança do DPI de forma rápida e prática usando os botões reservados para a função. Os ajustes podem ser feitos entre 200 e 12.000 DPI.

Essa qualidade extra nas configurações fica bem melhor e mais interessante para quem costuma jogar usando telas de alta definição. Ele é um dispositivo que encara muito bem os displays 4K e até superiores, que tem aparecido no mercado.

Vale a pena?

O Logitech G502 Proteus Core é um produto de ponta com foco naquele público mais exigente e experiente. Até mesmo os mais conservadores devem se surpreender com as configurações, a praticidade e o design do mouse. O preço de R$ 320,00 fica na faixa do esperado para um produto de sua categoria e com os recursos que traz.

Por Denisson Soares


Novo tablet tentará desbancar o reinado do iPad.

Na semana passada, a empresa Asus lançou em Taiwan seu mais novo modelo de tablet, o ZenPad 3S 10. Ao que tudo indica, a marca busca tirar a liderança do iPad da Apple, que reina absoluta no mundo todo no mercado de tablets.

Com atribuições muito atraentes e um hardware extremamente potente, a Asus apostou também em outro detalhe que faz toda a diferença: o design de seu produto. Tendo assim um acabamento luxuoso em material alumínio, o aparelho chama a atenção pela sua beleza por dentro e, como veremos, por fora.

Em relação a suas especificações, portanto, o ZenPad 3S 10 vem com tela de 9,7 polegadas e resolução de 2K, ou seja, de 1536 x 2048 pixels, bem como tecnologia Tru2Life, que garante a maior qualidade no brilho, contraste e nos detalhes das imagens exibidas. Com uma espessura super fina de 5,8 a 7,15 mm, o tablet possui também processador hexa-core Media Tek MT8176 de 2,1 GHz e ainda arquitetura de 64 bits. Quanto à memória, essa é de 4 GB de RAM e 32 GB para armazenamento interno, para guardar arquivos e aplicativos, ainda contando com expansão de 128 GB por meio de microSD.

Quem ainda busca uma boa câmera, esse tablet é uma excelente opção e pedida, pois ele possui 5 megapixels de câmera frontal e 8 megapixels de traseira, garantindo assim excelentes imagens e vídeos.

Com sistema Android 6.0 e interface ZenUI, o aparelho possui sensor biométrico junto ao botão físico e bateria de 5.900 mAh. A empresa garante, com isso, que o seu carregamento é rápido e eficiente. Há ainda um espaço para suporte de caneta da mesma marca do aparelho Asus, a Z Stylus. Complementando ainda, ele possui entrada de USB-C, porta de 3,5 mm, GPS, Bluetooth, dois alto falantes e muito mais.

Ficou interessado em tantos recursos? Vale saber que quem quer comprar o Zenpad 3S 10 deve desembolsar em torno de R$ 1.125, valor esse que é dado com base em seu preço de lançamento no exterior. Porém, estima-se que quando for lançado e comercializado oficialmente no Brasil, o seu custo final seja superior ao anunciado. Todavia, este se torna, ainda assim, um bom negócio, uma vez que seu valor continua sendo inferior ao dos modelos de seus maiores concorrentes, Apple e Samsung. Portanto, vale esperar e acompanhar sua chegada por aqui.

Kellen Kunz


Modelo é parecido com o MacBook e deve possuir ótima configuração.

A Xiaomi, uma empresa chinesa fabricante de produtos eletrônicos e com sede em Pequim, na China, está sendo especulada quanto ao lançamento de seu primeiro notebook.

Isso porque, além dos rumores de que a organização esteja investindo na tecnologia para entrar no mercado, o presidente Lei Jun revelou, em sua conta no Weibo, uma rede social famosa no país, que a marca estaria realmente preparando o lançamento do portátil e que este estaria muito próximo de acontecer.

Verdade ou não, a notícia ganhou ainda mais credibilidade nesta sexta-feira, dia 1, ao vazar uma imagem na rede social sobre o que seria um pedaço do computador da Xiaomi, já sendo comparado na aparência com o MacBook da Apple, uma vez que este teria semelhanças quanto ao material utilizado na sua construção.

Além disso, o logotipo da marca estaria centralizado de maneira semelhante entre as duas. Como se sabe, a marca Apple é caracterizada com a maçã com iluminação a LED e, em relação ao novo notebook, já se espera que a companhia chinesa tenha preparado algo semelhante para o design de seu aparelho portátil, como diferencial estratégico e assimilar a qualidade de ambas.

Com aparência fina e leve, tudo indica que o computador virá com especificações fortes, podendo-se citar, de acordo com rumores que surgiram pela companhia nas últimas semanas, o processador i7 de quarta geração e com suporte de placa de vídeo NVIDIA GeForce GTX 760M, além de 8 GB de memória RAM DDR4.

Ainda, outro importante diferencial é que este poderá vir em duas versões, um menor com a tela de 12,5 polegadas e outro maior com 13,3 polegadas, ambos equipados já com Windows 10.

Apesar de a data de lançamento ainda não ter sido anunciada, espera-se que este ocorra já neste mês, uma vez que, de acordo com rumores na área dos portáteis, a chinesa já teria encaminhado convites para evento que irá lançar o primeiro laptop da Xiaomi. Outra especulação é a de que isto ocorra em agosto, mês em que a organização normalmente lança novos produtos na área e que integram o portfólio, sabendo-se que a empresa já está produzindo um novo smartwatch, o novo smarphone Redmi Note 4 e um óculos de realidade virtual.

Kellen Kunz


Novo notebook da Asus tem foco no público gamer e inova com sua refrigeração líquida.

A ASUS é uma empresa que vem ganhando cada vez mais destaque e não costuma decepcionar, mas sim surpreender positivamente no segmento gamer e desempenho de jogos, assim como em sempre inovar em tecnologia, inclusive sua linha ROG foi desenvolvida especialmente para os gamers mais exigentes. O novo ROG GX800 da ASUS conta com ótimo desempenho em games e sistema de refrigeração líquida!

No ano passado a ASUS já havia inovado ao lançar um laptop totalmente dedicado a games, chamado de GX700, que contava com refrigeração líquida para se manter a máquina em temperatura constante e ideal, eliminando riscos de superaquecimento.

Recentemente a empresa anunciou a evolução deste produto, com o ROG GX800, um notebook que conta com refrigeração líquida! Tal novidade foi apresentada pela ASUS durante o evento Computex 2016 (um evento de tecnologia que acontece em Taipei entre maio e junho) e é projetado com GPU NVIDIA (que funciona com placas GTX 980 e também com GTX 1080). Já a CPU é Intel K – Series e possui duas fontes de alimentação, ambas de 330 W. Para melhorar mais ainda, o ROG GX800 também conta com teclado mecânico retro iluminado e tecnologia anti-ghosting.

A supermáquina ROG GX800 também traz um dock de resfriamento líquido, que foi desenvolvido para garantir o resfriamento adequado da CPU e da GPU. O monitor desta máquina possui 18 polegadas e resolução 4k! Além disso, o laptop possui processador Intel i7-6820 HK e 64 GB de memória RAM.

O maior destaque desta máquina poderosa que se revelou o GX800 é o funcionamento de sua base de refrigeração líquida, que conta com água para resfriamento dos componentes internos da máquina, funcionando até mesmo em modo overlock ( função que permite as peças internas trabalharem em ritmo superior). O mais legal é que este “adereço” de refrigeração líquida é portátil e pode ser retirado e levado para qualquer lugar.

A ASUS ainda não anunciou quando o ‘notebook gamer com refrigeração líquida’ chegará ao mercado e nem seu preço médio, porém levando-se em conta os surpreendentes detalhes sobre uma ficha técnica que virá a ser incrível, não devemos esperar um preço tão acessível, mas no máximo compatível com a qualidade e tecnologia que serão oferecidos pelo notebook ROG GX800!

Miriã Marconi


Microsoft prepara nova atualização com novidades para o sistema operacional.

A Microsoft anunciou a atualização de aniversário do Windows 10. A partir do dia 2 de agosto, ela estará disponível para todos os dispositivos que a comportam, de forma gratuita. Após sucesso anterior, a companhia decidiu manter essa estratégia, porém, no mês seguinte, a atualização passará a será paga. Segundo seu site oficial, as mudanças trarão mais rapidez e eficiência para todos os usuários, tendo inclusive alterações específicas para clientes empresariais. A ideia, nesse caso, é garantir maior segurança de informações a dados corporativos.

Para realizar login, esses clientes poderão obter acesso através de autenticação biométrica, ou seja, o uso de senhas parecer ficar cada vez mais extinto. Isso será possível através do Windows Hello, recurso de acesso a dispositivos que oferece reconhecimento facial e da íris. Ultrabooks como o Surface Pro 4 e o Surface Book possuem esse tipo de leitura.

O Windows Defender passará a ter buscas automáticas ou programadas, de forma periódica, fornecendo notificações e relatórios sempre que houver alguma ameaça ou que finalizar uma varredura. Já o Windows Information Protection evitará vazamentos de dados acidentais.

A assistente digital Cortana também receberá atenção, de forma que terá maior capacidade de armazenamento e sincronização de informações. Além disso, o acesso a esse recurso ficará logo acima da tela de bloqueio, de forma que não haverá necessidade de fazer login para interagir com ele.

Será possível, por meio do Windows Ink, colocar ideias e anotações diretamente em um dispositivo, utilizando uma caneta. Ele estará, ainda, integrado ao Office e diversos aplicativos. Seria o início do fim do uso do papel e caneta?

Com o Windows Edge, o objetivo será o de reduzir o consumo de energia e memória RAM. Enquanto padrões modernos da web, como HTML 5, CSS3 e ARIA, terão maior suporte. As páginas ganharão melhor contraste, o que facilitará a sua visualização.

Os usuários de games também poderão vibrar com essas atualizações, uma vez que com o Xbox Play Anywhere poderão comprar algum jogo e jogá-lo em um computador ou notebook que contenha o Windows 10 ou Xbox One. Dessa forma, seu progresso poderá ser disponibilizado e salvo. A assistente Cortana ficará encarregada de indicar novidades e localizar buscas.

Bom, nota-se que serão várias mudanças e agosto não está tão distante. Até lá poderemos preparar os nossos dispositivos e aguardar essas novidades!

Camilla Silva


Confira aqui o que fazer com seu notebook ou computador caso derrame algum líquido em cima dele.

Não é novidade nenhuma o fato de que líquidos e aparelhos eletrônicos são inimigos. Quando por algum motivo se juntam o líquido começa seu trabalho de destruição de grande parte dos circuitos eletrônicos. Além disso, pode ocasionar possíveis descargas elétricas caso você não tenha cuidado.

Antes de mais nada, a melhor coisa a se fazer é deixar o computador de lado enquanto ele estiver molhado.

Mas vamos ao que interessa: Logo depois que (presumindo que seja acidente e não vingança) o líquido for derramado, a primeira coisa a se fazer é ter certeza de que tanto suas mãos quanto o botão Power do aparelho estejam bem secos. De qualquer forma, use uma toalha para prevenir.

Depois desligue o computador… Isso não envolve desligar o Windows da maneira tradicional. Apenas mantenha pressionado o botão Power. Dentro de cinco segundos no máximo sua máquina será desligada.

O próximo passo é remover do equipamento qualquer tipo de fonte de eletricidade. Desconectar o adaptador de energia e até mesmo remover a bateria se for o caso.

Com isso você está livre de acabar levando uma descarga elétrica. Na sequência desconecte os periféricos do computador: mouse, teclado, pendrive ou o que mais que estivesse usando.

Depois disso, abra sua máquina e faça a remoção de qualquer coisa que possa ser removida de forma fácil. Como exemplo, o HD, a RAM e SSD.

Caso o líquido que tenha sido derramado no PC seja algo um pouco difícil de sair como coisas grudentas tipo bebidas alcoólicas e refrigerantes, não tem outro jeito a não ser mandar a máquina para um profissional que conta com equipamentos específicos para a limpeza nesses casos.

Mas se for apenas água é bem provável que você consiga lidar com a situação por conta própria. Mas fica um aviso: Se você não tem a mínima idéia de como é dentro de sua máquina é bom nem inventar. Pode acabar danificando ainda mais ela.

Mas vamos lá tratar da água. Comece secando toda a parte externa com uma toalha. Certifique-se de estar secando bem. Depois sobre uma mesa limpa estenda uma toalha seca. Abra seu aparelho o máximo possível (essa parte é mais fácil com um notebook) de forma que a tela e também o teclado fiquem virados para baixo. Deixe o seu notebook por lá até que a água possa pingar e secar.

Depois é bem simples: Basta reconectar tudo no computador e ver se ele “volta a vida”. Caso contrário a assistência técnica é o único destino possível.

Por Denisson Soares


Aparelho deverá utilizar processadores Intel de sétima geração e contará com teclado para ser utilizado como Notebook.

Os rumores envolvendo o lançamento do novo Surface Pro, da Microsoft, ganharam mais informações. Agora, especula-se que a empresa americana deverá lançar seu novo tablet ainda este ano. Pelo que tudo indica, o Surface Pro 5 deverá ser apresentado ao público no mês de setembro, custando a partir de US$ 899 em sua configuração menos potente. Como era de se esperar, o tablet será equipado com o Windows 10 e muito provavelmente terá um teclado para poder utilizá-lo como um notebook.

A versão Redstone 2 do Windows 10 deverá trazer grandes avanços de software que deixarão o Surface Pro 5 ainda mais atraente para o mercado. A promessa, de acordo com os rumores na web, é de que o hardware seja bastante potente, superando qualquer concorrente do segmento. O processador utilizado no dispositivo seria a recém lançada sétima geração da Intel, com a arquitetura Kaby Lake. Com isso, o tablet da Microsoft deverá contar com poder de sobra para o processamento de qualquer programa, aplicativo ou jogos.

A tela do Microsoft Surface Pro 5 terá resolução 4K (3840 x 2160 pixels), também conhecida como Ultra HD. Haverá opções com preços mais em conta, com resolução de 2K. O tablet também contará com até 16 GB de memória RAM, com a possibilidade de redução de acordo com o modelo. A placa de vídeo utilizada ficará por conta da NVIDIA Pascal ou AMD Polaris.

Seguindo a tendência de mercado, a Microsoft optou por utilizar o conector USB Tipo-C. Uma nova caneta Sytlus, chamada de Surface Pen, estará presente com pequenos ajustes que irão melhorar a escrita e a integração com o equipamento. As câmeras também receberão melhorias, assim como a bateria. O modelo de US$ 899 seria equipado com o processador Intel Kaby Lake i5, enquanto a versão mais cara contaria com o Intel Kaby Lake i7, custando US$ 1.599.

O Surface Pro 5 será lançado no mercado para concorrer diretamente com o iPad Pro. Visto que o sistema operacional utilizado é o mesmo de laptops e desktops, o equipamento da Microsoft tem tudo para ser adotado não só pelo segmento corporativo, mas também pelos consumidores tradicionais. Suas especificações também o fazem atraente até para os usuários mais exigentes. Ainda não há qualquer rumor sobre os países que receberão o novo tablet da Microsoft.

Por William Nascimento


Confira aqui uma lista de programas que ajuda a melhorar o desempenho de seu computador.

Existem alguns programas para o sistema operacional Windows que vão ajudar ao seu PC para que não travem e ganhem velocidade. Confira abaixo uma lista de bons aplicativos:

Airy Memory Cleaner

Com esse app você consegue uma otimização da sua memória RAM. Com ele, é possível realocar endereços da memória que estejam vazios e isso vai evitar que aconteça um consumo exagerado da memória RAM. O programa pode ter a ativação automática da otimização da memória quando a mesma chega em 90%, ou então, clicando em “Optimize Memory Now”.

Auslogics Disk Defrag

Com esse programa você conseguirá desfragmentar os discos do Windows. Ele se apresenta como uma alternativa melhor em relação ao desfragmentador do sistema operacional.

AVG Web TuneUp

Ele se encontra disponível para navegadores como o Chrome, Firefox e Internet Explorer. O programa apresenta uma opção para o usuário não ter problemas com rastreadores ocultos e outras ameaças. Ele é gratuito e adiciona o seu plugin de maneira automática para o navegador padrão.

CCleaner

Esse programa é um dos mais conhecidos para usuários com sistema operacional Windows. Porém, ele também apresenta versões para Android e Mac OS. O aplicativo vai fazer a limpeza dos arquivos que são desnecessários e estão armazenados no seu computador. O seu intuito é a liberação do espaço no disco rígido. Desta maneira, você poderá fazer o armazenamento em maior número de suas músicas, vídeos, fotos, entre outros. O programa é gratuito, mas há opção de uma versão paga.

Wise PC 1stAid

Esse programa é totalmente gratuito e é voltado para os computadores com sistema operacional Windows. A promessa dele é a correção de maneira automática frente a problemas do computador por meio de um processo inteligente. Ele vai apresentar para o usuário uma lista com várias soluções para diversos problemas. É como se fosse um “primeiro socorro” para computadores, como o seu próprio nome diz.

Com isso, o usuário pode buscar em diversos sites (seguros) que tenham esses programas e fazer o download daquele que mais lhe oferece benefícios. O seu computador também pode precisar de um upgrade na máquina para ter um melhor desempenho. Algumas peças podem estar ultrapassadas e necessitam de troca. Para isso, leia nossa matéria sobre Upgrade no seu Computador.


Confira aqui algumas dicas e cuidados na hora de fazer o upgrade de seu computador.

Quando você pensa que seu computador está um pouco ultrapassado, o upgrade do mesmo pode ser uma boa saída. O PC deverá ficar mais rápido para suas funções sem eventuais engasgos. Porém, você terá de observar quais as peças que podem trazer um bom ganho em termos de performance.

O que eu devo trocar no meu computador?

O primeiro passo é identificar qual é o seu perfil de uso para o PC, para que então seja possível apontar quais peças devem ser alteradas.

Se a necessidade é para acesso à internet, música e edição de documentos, por exemplo, a memória RAM é um bom ponto a se aumentar. Se você tem menos que 2 GB de memória RAM, pense numa elevação para esse quesito.

Caso o computador é utilizado para jogos ou edição de vídeos, o upgrade é necessário para a placa de vídeo e também para o processador. É importante verificar qual é a compatibilidade da placa-mãe antes da compra das peças novas. Outro ponto importante é observar se o disco rígido conta com uma operação com mais de 80% frente a sua capacidade. Se isso acontece, é bom considerar a compra de um novo.

O cuidado para fazer o upgrade devem ser muito grande, uma vez que os componentes do seu computador vão funcionar com a troca de informações entre si. Caso um componente seja mais rápido que outro, a performance do seu computador vai ficar limitada através do componente que se apresenta mais lento.

Um bom exemplo é quando uma placa de vídeo fica limitada frente a sua performance quando o usuário conta com um processador muito antigo. Se você comprar um SSD, essa peça não vai funcionar se o seu desktop conta com uma memória RAM de apenas 512 MB.

Ou seja, antes que você parta para o upgrade é necessário que seja verificado a configuração atual do computador para a identificação das peças que são mais antigas e podem não atuar bem com as novas.

Evite os chamados gargalos (quando a peça antiga atrapalha a nova) com a verificação destes detalhes. As dicas que o texto trouxe a você serve para priorizar o seu perfil de uso para as peças que forem trocadas e evitar também gastos muito altos sem necessidade.


Segundo especialistas esse tipo de crime arrecada milhões todos os anos

Recentemente os usuários da Apple foram os escolhidos para serem as novas vítimas de hackers. A titulo de curiosidade essa foi a primeira vez em que os cibercriminosos decidiram enviar algum tipo de software popularmente conhecido como ransomware para as máquinas Mac. Essas observações foram feitas por alguns especialistas e pesquisadores da Palo Alto Networks.

Para entendermos um pouco essa questão temos que considerar alguns aspectos importantes. Um deles é o fato de que os chamados ransomwares tiveram um crescimento significativo nos últimos anos. O golpe por meio do software se dá basicamente usando a criptografia de arquivos em computadores que estejam infectados. Logo após isso aparece um pedido de resgate que pode ser feito por meio de moedas digitais que, por sua vez são difíceis de serem detectadas.

Bom, como para tudo tem a primeira vez hoje o momento foi da Apple.

De acordo com alguns especialistas em segurança essa modalidade criminosa consegue arrecadar anualmente milhões de dólares. Um negócio mais do que lucrativo.

Eles ainda destacam quais são os principais alvos. Entre eles estão os usuários do sistema operacional Windows.

A coisa toda anda na velocidade da luz. Conforme o diretor de inteligência de ameaças virtuais de Palo Alto, o malware chamado KeRanger apareceu na última semana e foi exatamente ele o primeiro ransomware a invadir um PC Mac.

O malware tem suas peculiaridades que chamam muito a atenção. Uma delas é o fato de que além de ser muito bem criptografado ele ainda pede uma quantia de resgate para deixar o PC em paz.

Mesmo assim ainda não há nenhuma informação que aponte com toda certeza como a infecção acabou ocorrendo. No mais ainda há a preocupação de que alguns arquivos do sistema geral possam ter sido comprometidos.

A Apple por meio de um representante da empresa informou que as medidas sobre o problema já foram tomadas.

De qualquer forma há um certo período de tempo durante o qual é possível tomar as ações necessárias. Isso porque os arquivos tinham sido infectados três dias antes. As primeiras vítimas consequentemente vão ver o problema três dias depois.

Por Denisson Soares


O aparelho deve chegar ao mercado norte americano no fim de maio e não deve demorar para chegar ao Brasil

A empresa HP (Hewlett-Packard) está ampliando as suas linhas de computadores portáteis e no dia 16 de maio fez a divulgação do novo modelo EliteBook 1030. A linha HP EliteBook é conhecida por possuir um design sofisticado e recursos completamente voltados para o mundo corporativo.

Sendo um computador portátil produzido diretamente para o mercado profissional, o uso do HP EliteBook 1030 é ideal para as empresas ou para os profissionais que necessitam realizar tarefas mais complexas com um ultraportátil Premium, fino, leve e eficiente.

Na construção do novo modelo, a empresa fez uso de um chassi de metal adequado para display de 12.2 polegadas, Gorilla Glass na tela de 13.3 polegadas, resolução Full HD (1920 x 1080) ou QHD+ (3200 x 1800), processadores da série Intel Core M, bateria com duração de 13 horas, memória de armazenamento interno de 512GB ou 256GB, memória RAM de 16GB, portas USB 3.0, conexão HDMI, sistema operacional Windows 10, teclado retroiluminado e alto falantes fabricados pela Bang & Olufsen.

O novo notebook da HP se destaca pela sua bateria. Apesar de ser um notebook pequeno, com a tela medindo somente 13.3 polegadas, a sua bateria tem longa durabilidade e é muito silenciosa. A empresa garantiu que a bateria do novo notebook dura 13 horas quando está na resolução Full HD e 9 horas quando está na resolução QHD+.

Quanto ao design do aparelho, o visual é muito limpo, chegando a ser comparado ao visual dos MacBooks. A estrutura é completamente feita em metal, fina e o aparelho não necessita de ventilação, devido possuir o processador Core M. As teclas são a prova d`água, o que garante proteger muitos usuários desastrados.

No quesito de áudio, o aparelho promete um resultado melhor do que os áudios dos seus concorrentes MacBooks, contendo o alto-falante da empresa dinamarquesa Bang & Olufsen e a modernização Clear Sound da HP para a amplificação.

Com a chegada ao mercado norte-americano prevista para o final de maio ou início de junho, esse novo modelo terá um valor estimado de US$1249,00 nos Estados Unidos e no Brasil custará aproximadamente R$4.400,00. Infelizmente não serão todos os países que terão o privilégio de receber o novo modelo tão rápido assim.

Aline Aparecida Feitosa Dias


O console que é uma inusitada mistura de Playstation 4 com o Xbox One que conseguiu chamar a atenção pela semelhança deve custar pouco mais de R$400

Um videogame chinês está dando o que falar devido a sua semelhança ao Playstation 4. O console apresenta a sua interface muito parecida no menu e na sua loja (comparada a Playstation Network).

O videogame tem a sua fabricação feita através da companhia Fuze Entertainment. Segundo informações, o mesmo deverá ser comercializado no mercado pelo preço de R$ 480, o que é bem abaixo do praticado pelo console da Sony.

O produto tem como sistema operacional o Android e recebe o nome de Fuze Tomahawk F1. A previsão do seu lançamento é o mês de junho deste ano de 2016. As semelhanças do console são, no geral, como é o caso do design, referentes ao PS4, mas o seu controle já é tido como uma cópia do Xbox One.

Ainda no quesito de visual, o Tomahwak F1 é diferenciado do Playstation 4 apenas por uma linha lisa que fica situada na diagonal e segue até a parte superior do console chinês. Fora esse mísero detalhe, ambos são a “cara de um e fucinho de outro” no seu visual.

As configurações

Nesse âmbito, o videogame chinês contará com 500 GB em seu armazenamento interno e um processador de 4 GHz. O console deverá funcionar frente a maioria dos jogos que foram desenvolvidos para a plataforma do sistema Android. Ainda são poucos os detalhes referentes à configuração e especificidades do videogame.
Por enquanto, podemos falar que jogos importantes do cenários que vão rodar no Fuze Tomahawk F1 são Red Ash – The Indelible Legend, BlazBlue – Chrono Phantasma Extend, Hawken e o renomado Assassin’s Creed Chronicles.

Próxima geração de consoles longe da realidade?

Muitos dizem que uma próxima geração dos consoles, principalmente do Playstation 4, está longe de acontecer. Isso acontece, devido ao fato que muitos apostam que as empresas começarão a visar o mercado do streaming de games em televisores cada vez mais modernos.

A coisa pode acontecer da mesma maneira como ocorreu com o streaming de filmes e séries, quando, no início, somente algumas empresas ofereciam seus serviços com um catálogo diminuto e um preço baixo. Porém, depois de um tempo, empresas, como o Netflix, subiram um pouco os preços, mas também ofereceram uma gama maior de conteúdo.

OSCAR ARIEL COLAÇO


A ideia é fazer com que as pessoas fiquem mais tempo no site e que ele se pareça cada vez mais com uma rede social

Os Youtubers e usuários geralmente se socializam no Youtube todos os dias em seus vídeos através dos comentários. Porém, esse recurso ainda não é visto como o melhor meio por esses grupos. Agora, o site do Google visa melhorar a comunicação com a inserção de um recurso que possibilita a troca de mensagens entre os participantes do Youtube.

Desta maneira, o site de compartilhamento de vídeos começou os testes da ferramenta que vai deixar com que seja possível conversar, enviar fotos e também vídeos. Os primeiros usuários foram contemplados com o que o Youtube chama de compartilhamento nativo. Com isso, eles poderão repassar para os amigos esse novo recurso.

O intuito do Google com isso é disponibilizar para os usuários uma maior interação entre os mesmos. Isso também vai deixar com que o Youtube fique com um estilo mais parecido com uma rede social. Como a comunicação ficará mais facilitada com o novo recurso, os usuários deverão passar mais tempo dentro do site.

O compartilhamento nativo chega para que o Google deixe os comentários de uma maneira mais organizada. Parece mesmo que essa será a nova empreitada da gigante da internet frente as demais redes sociais que também tem os vídeos como especialidade.

Segundo dados do Youtube, o usuário fica em média 40 minutos dentro do site. Ele tem o seu maior alcance na faixa etária que vai dos 18 anos até os 49 anos, apenas tendo com base dados de dispositivos móveis.

Outro dado importante é uma receita maior que o Youtube visa, e vai ter, quando os seus usuários começam a trocar mensagens e ver os vídeos. Isso significa que os mesmos ficarão um tempo maior no site e os patrocinadores devem apresentar um maior interesse em termos de investimento.

Sem pular anúncios:

No final do mês passado, o Youtube divulgou que o seu site começa a ter um novo formato para a publicidade dos vídeos. Com isso, as propagandas terão até seis segundos, mas não poderão ser puladas pelos usuários.

O objetivo do site de compartilhamento de vídeos é deixar as publicidades adaptadas frente aos consumidores do conteúdo por meio de celulares, sendo que esse público, geralmente, assistem propagandas quando são de curto período.

OSCAR ARIEL COLAÇO


Softwares bloqueiam anúncios, mas empresas já analisam meios de contornar a situação

Recentemente, o navegador Opera fez a adição de um bloqueio para anúncios nativo frente a uma edição para desenvolvedores do browser. Porém, esse recurso agora já pode ser utilizado de maneira geral. Isso auxilia para que as páginas sejam carregadas de uma maneira mais rápida. Por outro lado, os sites em questão não terão os ganhos de publicidade que teriam normalmente.

Esse recurso de bloqueio de anúncios se encontra disponível para o navegador de PC e também para a versão do browser para aparelhos com o sistema Android. Utilizando esse recurso você, além de deixar a velocidade de carregamento da página mais rápida, ajuda também para que sejam eliminados dados que necessitam ser baixados pelos internautas de smartphones para que o site seja visualizado.

Segundo comentários de um porta-voz do Opera, os usuários podem esperar que essa versão geral tenha a mesma performance que tem a build feita para os desenvolvedores. Isso quer dizer: as páginas são carregadas com até 90% mais velocidade em comparação quando os anúncios estão habilitados.

Dados do Opera também dão conta que o bloqueio nativo dos anúncios fez com que o navegador se apresentasse até 45% mais veloz do que a versão estável do navegador Google Chrome com o AdBlock Plus integrado ao browser.

Por outro lado, as editoras devem andar para outros meios para que o dinheiro seja levantado. Isso pode incluir, por exemplo, que seja impossível que uma página seja carregada se a mesma possuir um ad block habilitado. É bom você saber que são os anúncios que deixam as páginas preferidas dos internautas ativas. Com isso, o melhor caminho para que elas ainda caminhem bem é não utilizar o ad block.

Google pede cordialmente que internautas parem de usar ad block.

Você instala o Ad Block em seu Google Chrome e pensa que não terá mais anúncios. Porém, a empresa pode fazer com que você receba um pedido para que deixe de utilizar esse recurso e volte a observar os anúncios.

A maneira como o Google pede é bem cordial e, quando você aceita, o ad block vai adicionar uma gama de sites como exceções. O grande problema dos anúncios é deixar os sites poluídos e bem mais pesados (lentos). O ad block no Chrome conta com mais de 15 milhões de usuários que fazem uso do recurso.

Ainda não se sabe se esse pedido do Google é um recurso que vai ser adotado para todos seus usuários ou apenas um teste, por enquanto.

OSCAR ARIEL COLAÇO


Novo computador custa US$ 1.249 e é mais fino que o Macbook da Apple.

Praticamente todos os dias são anunciados novos equipamentos tecnológicos. Celulares com câmeras que fotografam ou filmam com melhor qualidade, memória maior, baterias mais duradouras. São muitos os atrativos que os engenheiros da tecnologia constroem para que o novo aparelho mereça uma maior atenção perante o público.

Dessa forma, a empresa americana HP (Hewlett-Packard) lançou hoje, 05 de abril, seu novo notebook, o Spectre, durante um evento na França. Intitulado como o notebook mais fino do mundo, inclusive superando o Macbook. O novo modelo desenvolvido pela empresa tem 10,4 mm de espessura, além de contar com processador Intel Core i5 ou i7, tela de 13,3 polegadas com resolução em HD , 8 GB de RAM e 1,11 kg. Além disso, esse notebook também tem um bom desempenho ao suportar programas pesados, como o de edição de imagens.

A HP lança esse novo produto de olho no mercado de notebooks Premium, com preços acima de R$ 4.000 reais. Este segmento representa 15% do total de computadores vendidos em 2015, segundo o IDC Brasil. Outro ponto que merece destaque é a duração da bateria, que é de 9 horas e 45 minutos. Dessa forma, a pessoa ao adquirir esse equipamento também economizará na utilização da rede elétrica, fazendo assim a sua conta de energia elétrica ficar mais barata.

Com o lançamento previsto para o mês de maio nos Estados Unidos, o Spectre está orçando a partir de US$ 1.249 dólares, o que em reais significa na cotação atual R$ 4.479 reais. Não há previsão para a comercialização no Brasil.

A HP ainda disponibilizou para esse equipamento três entradas de USB e todas servem para a bateria recarregar.

O design é um ponto a parte. O chassi é feito em alumínio, o teclado de fibra de carbono e a tela de Gorilla Glass. Como dito acima, esse equipamento é voltado para o consumidor que procura produtos luxuosos, esse mercado vem ganhando cada vez mais adeptos, pois muitas pessoas precisam da máxima qualidade de um produto para a realização de trabalhos, como é o caso de um designer ou de alguém que precise editar fotos, pois computadores mais potentes fazem toda diferença no resultado final do trabalho.

Por Isabela Castro.


Novo modelo da linha Style tem acabamento em estilo couro e custa R$ 3.799.

A Samsung conseguiu reunir design, beleza e custo no notebook de luxo S20. Pesando apenas 1,3Kg, o computador que integra a linha Style tem acabamento feito em estilo couro e espessura de 1,8 cm. Além disso, tem tela de retina e display de 13 polegadas, Full HD com resolução de 1920X1080 pixels.

O notebook de luxo também conta com processador Intel Core i5 da 5ª geração e velocidade de 2,2 GHz. O aparelho acompanha memória SSD de 256 GB e memória RAM de 4GB. O sistema operacional é o Windows 10 e o preço tem como base R$ 3.799,00.

Além da novidade do notebook de luxo com preço acessível, a marca apresentou a sua nova rede social: a Waffle. A finalidade é criar um serviço diferente e inovador como, por exemplo, a ideia de vários pontos de vistas distintos a fim de gerar uma história colaborativa. Por meio da nova rede social, os participantes poderão adicionar as suas próprias perspectivas ao conteúdo de outra pessoa e vice versa. Desta forma, tudo tende a ficar divertido e muito interativo entre os participantes da rede. Assim, as imagens e mensagens podem se transformar em conteúdos novos e muito originais.

A rede social ainda está em fase de teste e a expectativa é que ela seja disponibilizada para os sistemas operacionais Android e iOS até o final deste ano. Também não é sabido se apenas os amigos poderão adicionar imagens a algo que foi começado, ou se, ao contrário, isso será liberado para todos os usuários.

Entre outros destaques da marca, ela foi considerada a 3ª mais valiosa do mundo, sendo avaliada em US$ 83 bilhões, de acordo com uma consultoria feita pela empresa Brand Finance. O valor antigo era estimado em US$ 81,7 bilhões. Este aumento possivelmente está relacionado a novidades no mercado como o Samsung Galaxy S7 e o Galaxy S7 EDGE, que foram lançados no mercado há pouco tempo. Ambos smartphones foram apresentados durante o MWC 2016. O modelo EDGE tem as telas com as bordas curvas, o que realça a estética e a fisionomia, sendo considerado uma evolução natural do S6 EDGE.

O que achou das novidades? Deixe o seu comentário!

Por Babi


Híbrido de Notebook e Tablet possui ótima configuração e custa de US$ 600 a US$ 1.599.

A empresa chinesa Huawei apresentou seu novo aparelho 2 em 1, o MateBook. Assim como os dispositivos de seu segmento, o aparelho pode ser utilizado como notebook ou tablet e é direcionado para usuários que prezem pela versatilidade e produtividade.

O modelo possui tela de 12 polegadas com resolução Ultra HD e brilho máximo de 400 nits, capaz de reproduzir vídeos e imagens de altíssima qualidade. O design do aparelho é bastante elegante e conservador, sem exageros ou cores vibrantes. A principal vantagem está na espessura e peso do modelo, que pesa aproximadamente 600 gramas e pode ser facilmente transportado para qualquer local, tornando-se ideal para o ambiente de trabalho.

Em termos técnicos, o MateBook não decepciona, já que possui processador Intel da série M (M3, M5 ou M7, dependendo da versão), além de 4 GB ou 8 GB de memória RAM e 128, 256 ou 512 GB de armazenamento interno SSD. As opções de processador, memória e armazenamento interno variam conforme a escolha do cliente do MateBook. O modelo também possui câmera frontal de 5 megapixels.

A bateria do modelo possui capacidade de 4400mAh, o que é considerado pouco para o potencial do aparelho. No entanto, a Huawei garantiu que o sistema será totalmente otimizado para extrair o máximo de autonomia, que segundo a empresa deverá ser algo em torno de dez horas. O carregador do dispositivo é semelhante ao dos smartphones da empresa.

O novo dispositivo da empresa asiática conta com a última versão do sistema operacional da Microsoft, o Windows 10. O modelo também possui um teclado externo que pode ser aplicado ao tablet para transformá-lo em um notebook. As teclas contam com iluminação, o que é um diferencial e acabamento similar ao couro. Durante as primeiras utilizações, o dispositivo pode causar certo incomodo, já que as teclas são bastante próximas.

O dispositivo também possui uma caneta Sylus, capaz de projetar a pressão exercida sobre a tela. A MatePen possui pequenos botões ao longo de seu corpo, que permite a transmissão de slides de forma simples e prática.

O modelo estará disponível no mercado americano com preços que variam entre 699 e 1.599 dólares, dependendo das especificações técnicas de cada versão. Infelizmente não há previsão de lançamento no Brasil.

Por Wendel George Peripato


Novo dispositivo utiliza o sistema Android e pode ser usado tanto como tablet como projetor.

A MWC (Mobile World Congress) 2016, veio trazendo diversas novidades apara os amantes da tecnologia Mobile, sendo uma das maiores conferências do mundo quando o assunto é dispositivos móveis. Entre as novidades apresentadas na feira temos o Spro Plus, da marca chinesa ZTE, uma espécie de tablet que também pode funcionar como um projetor, confira.

De fato, a ideia é até mesmo inovadora, já que até então nenhum produto desse tipo foi lançado no mercado. O Spro Plus é um projetor, mas que possui funções normais de um tablet, contando inclusive com o Android 6.0 Marshmallow e configurações bem atraentes.

O tablet/projetor conta com tela de 8,4 polegadas (Quad HD em AMOLED); possui 3GB de RAM e conta com chipset da Qualcomm, o Snapdragon 801. Além disso, o aparelho possui versões com 32 GB e 128 GB de armazenamento interno, que podem ser expandidos por meio de cartões microSD para até incríveis 2TB, algo extremamente raro em dispositivos móveis como um tablet ou smartphone. Ká com relação a sua bateria, ela também se sobressai entre as presentes no mercado, ao menos em potência, contando com 12.100 mAh.

Quando o dispositivo for utilizado como um projetor, será possível gerar imagens em 1280 x 800 (resolução), em até 120 polegadas de projeção, através de um laser, com 500 lúmens, o que acaba por garantir ao diferente dispositivo da ZTE uma grande iluminação. É possível gerar projeções em até 4,2 metros de distância.

O dispositivo da ZTE ainda conta também com dois auto-falantes de 4W e também possui um microfone, que deve ser extremamente útil para aqueles que desejam usar o dispositivo com fins educativos, por exemplo, já que permite captar a voz em até 5 metros de distância.

Por enquanto a ZTE liberou apenas essas informações a respeito do dispositivo, não anunciando quando será o lançamento ou mesmo o preço cobrado pelo aparelho, mas este é sem dúvida um dos dispositivos que mais chamaram a atenção na MWC desse ano em Barcelona e deve ser extremamente útil para palestrantes e professores, já que se trata de um dispositivo ''2 em 1'', podendo servir como um tablet ou projetor, o que aumenta também as possibilidades de trabalho com o segundo, dando mais opções aos interessados.

Por Isis Genari


Computador possui ótima configuração e custa R$ 11 mil.

O mercado de eletrônicos é bastante concorrido em todo o mundo, por isso, as diversas marcas atuantes neste ramo sempre estão em busca de novidades. E uma das novidades mais recentes é a chegada do novo notebook híbrido da Lenovo, trata-se do Yoga 900. Um dos destaques é a tradicional dobradiça especial que se encontra em todos os modelos da linha. Através desse item é possível utilizar o aparelho de quatro modos diferentes: apresentação, tenda, tablet ou laptop. O mesmo dispõe de preço sugerido de R$ 11.099,00, haja vista sua configuração bastante forte e acompanhada de software e hardware de última geração.

Outro grande destaque do Yoga 900 é sem sombra de dúvidas a sua tela IPS de 13,3 polegadas acompanhada de resolução QHD. Para aqueles que estão interessados, saibam que este é um notebook top de linha. Dessa forma, seu preço sugerido é de R$ 11.099,00, como informado no início desta matéria.

Um detalhe que não passa despercebido neste aparelho é justamente o seu design. O notebook é bastante fino, possui 14,9 mm de espessura e pesa apenas 1,29 kg. Um contraste bastante interessante é percebido com as dobradiças na cor prata e o corpo dourado.

Em relação aos hardwares, saiba que o novo Yoga 900 não deixa a desejar. Um dos principais destaques nesta categoria é o processador Core i7, um dos melhores processadores da atualidade. Além disso, o notebook ainda contém memória interna SSD de 256 GB, além de 8 GB de memória RAM. Essa grande quantidade de memória, tanto interna quanto RAM, promete trazer uma fluidez ainda maior para o sistema operacional Windows 10. A bateria, por sua vez, é de 4 células e conta com 66Wh, que segundo a fabricante é capaz de durar até nove horas executando vídeos, por exemplo.

O sistema de áudio do Yoga 900 também merece destaque, haja vista os alto-falantes JBL com certificação Dolby. Além disso, o cliente também encontra conectividades Wi-Fi e Bluettoh 4.0, além de câmera de 720p e teclado retroiluminado. São disponibilizadas duas entrada USB 3.0, uma UBS-C com saída de vídeo, uma DC-in com função USB 2.0, além do leitor de cartões de memória.

Vale ressaltar que o aparelho já se encontra disponível para vendas em todo o país.

Por Bruno Henrique


Tablet possui as mesmas medidas mas ganhou melhorias em suas configurações.

A grande empresa estadunidense de computadores, Dell, lançou, embora sem muito barulho, um novo tablet no mercado. Apesar da marca ter lançado no ano passado um dispositivo com o mesmo nome, o Venue 8 Pro lançado em 2016 é um aparelho renovado em alguns aspectos. Desta vez o tablet, que ainda possui as mesmas dimensões do anterior, conta com melhorias em suas características técnicas, além de também de vir com o novo Windows 10 instalado.

O Dell Venue 8 Pro (modelo 5855) versão 2016 continua com a mesma tela de 8 polegadas, porém, com uma maior resolução, agora é de 1920 × 1200 pixels, anteriormente eram 1280 x 800 pixels. O modelo também passou por uma alteração de processador, que era um Intel Atom Z3740 e agora possui o x5-Z8500 de quatro núcleos com 2.2 GHz e GPU Intel HD Graphics. O modelo também conta com 64GB de espaço para armazenamento interno, podendo expandir através de cartão microSD para até 128 GB e 4 GB de memória RAM DDR3.

Com relação às câmeras, o novo tablet da Dell está equipado na parte de trás com uma solução de 5 megapixels e na parte frontal com uma de 2 megapixels. As principais características são completadas pelo Bluetooth 4.0, Wi-Fi 2×2 802,11 ac com suporte para Miracast, USB Type-C, suporte para redes 4G / LTE e entrada para fones de ouvido. Tudo isso em um produto que possui as dimensões de 216 x 130 x 9,45 mm e tem peso de 377,1 gramas.

A priori, o Dell Venue 8 Pro 2016 só estará disponível nos Estados Unidos, onde irá ter preços a partir de US$ 449, o que sem impostos chega a cerca de R$ 1.800, significando um acréscimo de US$ 100 se comparado com a geração anterior. Também será vendida de forma separada a caneta (Active Pen) por um valor de US$ 40.

Nádia Neves


Novo tablet deve chegar com tela Ultra HD em sua versão mais cara.

Em meio a notícias de que as vendas do iPhone devem ter sua primeira queda desde 2003, assim como também o fato do crescimento da Apple estar sendo o mais lento desde 2007 e suas receitas estarem caindo, a Apple deve lançar em breve seu novo tablet iPad Air 3, que foi adiado, o que não é comum na Maçã, graças ao lançamento do iPad Pro.

A tendência, segundo informações do site Tudo Celular, é que o novo tablet seja lançado ainda no primeiro semestre desse ano. E agora, com a possível proximidade do lançamento do dispositivo, os rumores acerca de suas configurações começam a surgir.

As informações são do site Digitimes, que também afirma que o tablet chegará ao mercado antes do final desse semestre. O site afirma ainda que todo o trabalho da Apple no aparelho já teria sido finalizado com sucesso e, agora, a empresa trabalha na produção em massa do dispositivo para poder lançá-lo no mercado o mais breve possível. Entre as especulações que já vinham sendo vinculados a respeito do novo iPad, estão a ''confirmação'' do Digitimes de que o dispositivo deve chegar com com uma tela Ultra HD, o que deve agradar e muito aqueles que adoram ler livros e ver filmes no aparelho, vide a grande qualidade já existente das telas da Apple, além de 4 GB de RAM.

Ainda segundo o site, apenas a versão mais completa do tablet virá com essas especificações, o que nos leva a crer que as demais versões (com menos memória) tenham de 2GB a 3GB de memória RAM, além de possivelmente mais uma ou outra limitação imposta pela Apple para valorizar seu modelo mais caro.

Tal fato é uma novidade nos aparelhos da Apple, que costuma manter a mesma configuração em todas suas versões, com variantes apenas na memória interna do dispositivo.

Finalizando, o site também garante que o novo tablet deve chegar com uma troca da bateria, do Apple A8 para o A9X 14nm, que devem aumentar ainda mais a duração da bateria do iPad Air 3.

O iPad Air 3 deve chegar junto também do novo iPhone de 4 polegadas.

Por Isis Genari.


Novo tablet é voltado para mercados emergentes e deve agradar usuários que buscam um aparelho para navegar na internet ou ler um livro.

O mercado de tablets de fato sofreu uma grande queda nos últimos tempos. Ao que parece, os smartphones com telas maiores, chamados de ''phablets'' (de 5,5 polegadas a menos de 7 polegadas), vem tomando o espaço que era dos mesmos. Mesmo com a queda, o Galaxy Tab E 8.0 foi oficializado pela sul-coreana Samsung.

O anúncio ocorreu na segunda-feira, 25, em um evento que ocorreu em Taiwan, onde foi feita uma palestra para mostrar as vantagens e novidades do novo tablet da Samsung. O Galaxy Tab E se trata da linha intermediária de tablets da Samsung, oferecendo configurações que podem não agradar os usuários mais ''hardcore'', que gostariam de um tablet para jogar jogos mais pesados, mas que são razoáveis para usuários mais casuais, que gostariam de acessar a internet e ler livros, por exemplo, que aliás, é ótimo para isso, graças a alta qualidade de sua tela.

O tablet intermediário também visa mercados mais emergentes, caso do Brasil, onde os modelos tops de linha possuem preços extremamente elevados para grande parte dos consumidores.

Quanto ao design, o tablet segue o padrão da Samsung, contando com o tradicional botão físico central, que serve de atalho para a tela principal e para os aplicativos em uso. Além disso, ele possui pontas mais arredondas para o conforto do usuário em um longo período de uso e conta com câmera posterior, como sempre, centralizada junto do nome da sul-coreana. O design é objetivo e limpo, o que deve agradar aos consumidores que já estão acostumados com o design padrão da Samsung.

Já o hardware do aparelho, como já mencionado, é intermediário e contará com 1,5GB de RAM, chipset Snapdragon 410 de 64 bits com processador quad-core de 1,3 GHz, placa gráfica Adreno 306, 16GB de memória interna (expansível por microSD), bateria com 5.000 mAh, além de uma tela de 8 Polegadas HD, câmera principal de 5 Megapixels e frontal de apenas 2 Megapixels e Android 5.0.0 Lollipop.

Destaque para a bateria, que segundo a Samsung, terá duração de 13 horas, sendo o ideal para usuários que gostam de passar horas na internet ou lendo um bom livro.

O preço do tablet será de US$ 270, R$ 1.105 na cotação atual, diminuindo o custo benefício.

Por Isis Genari.


Modelos Latitude 11 5000, Latitude 12 7000 e Latitude 13 7000 devem ser lançados no primeiro trimestre deste ano.

A Dell aproveitou a feira Costumers Electronic Show para fazer o lançamento dos três novos laptops da linha Latitude 7000. Os modelos da renovação são o Latitude 11 5000, o Latitude 12 7000 e o Latitude 13 7000.

A versão 11 5000 (menor entre elas), de 11 polegadas, é um aparelho híbrido que pode ser usado como notebook ou tablet. Ele vem com caneta Stylus para uso com toque na tela, que permite escrita de forma cursiva. O display tem tamanho de 10,8 polegadas com resolução Full HD. Os processadores para escolha na compra são o Intel Core M3 e o M5. O lançamento deve ser no próximo mês, nos Estados Unidos, custando a partir de US$ 749, aproximadamente R$ 3 mil.

O modelo intermediário é o 12 7000, que também pode ser usado como notebook ou tablet. A tela, com proteção Gorilla Glass, tem 12,5 polegadas e oferece as opções de resolução 4K UHD ou Full HD na aquisição. Outra configuração que pode ser escolhida é o processador Intel Core dos modelos M3, M5 e M7. O laptop possui câmera traseira de oito megapixels e dianteira de cinco. Assim como o híbrido de entrada, ele será lançado em fevereiro no país norte-americano. O custo inicial será de US$ 1.049, equivalente a cerca de R$ 4.230.

O top de linha Latitude 7000 é o Latitude 13 7000. Ele é um pequeno ultrabook da categoria business de 13 polegadas. O produto é disponibilizado em fibra de carbono ou alumínio. A resolução da tela tem tecnologia Infinity Edge e o gadget é equipado com leitor biométrico. Os processadores e as resoluções para escolha são os mesmos disponíveis para o modelo 12 7000. A fabricante garante que a autonomia da bateria é de dez horas. O início da comercialização no mercado estadunidense ficará para março, por no mínimo US$ 1.299 – R$ 5.240.

Datas e valores para comercialização dos aparelhos no Brasil não foram anunciados.

Bruno Klein


Aparelho será lançado inicialmente na Coreia do Sul, mas deve chegar a outros países ainda no próximo ano.

O mercado de tablets não foi tão promissor em 2015 do que no ano passado. No entanto, esse não é um motivo suficiente para que as fabricantes deixassem de produzir novos modelos para o mercado. A sul-coreana LG anunciou nesta semana seu novo tablet, o G Pad II 8.3 LTE.

O modelo encaixa-se na categoria de intermediários por suas especificações. Por isso, ele pode ser considerado como sucessor do G Pad II 8.0, lançado este ano no mercado mundial.

Até o momento, a LG anunciou o novo tablet apenas para a Coreia do Sul, mas é esperado que outros mercados recebam o dispositivo no próximo ano.

A LG ainda não divulgou o preço sugerido do G Pad II 8.3 LTE.

Sem dúvida, um dos destaques do tablet é sua caneta Stylus, que vem junto ao dispositivo. Ela é acoplada e permite que os usuários possam fazer anotações e desenhos com muito mais precisão. Esteticamente o produto foi renovado, o que deve atrair novos consumidores. Agora, ele possui bordas mais arredondadas, capa traseira que imita cobre escovado, além de uma tela ligeiramente maior do que a versão passada.

As especificações técnicas são suficientes para usuários comuns, que irão utilizá-lo para assistir vídeos, navegar na internet, utilizar as redes sociais e usar aplicativos que não exijam muito poder de processamento. A tela de 8.3 polegadas tem 1.920 x 1.200 pixels de resolução e tecnologia IPS. O processador é um Octa-Core Qualcomm Snapdragon 615 de 64 bits, rodando até 1,5 GHz. A GPU é uma Adreno 405, enquanto a bateria tem 4,800 mAh.

Para ajudar no multi-tarefa, o tablet conta com 2 GB de memória RAM e 16 GB de armazenamento interno, que pode ser expandido via cartão microSD de até 2 TB. A câmera é de 8 megapixels (traseira) e 2 megapixels (frontal). Já o sistema operacional é o Android Lollipop na versão 5.1.

O G Pad II 8.3 LTE possui uma porta USB 2.0 convencional, o que permite que os usuários utilizem um teclado USB para ajudar em aplicativos de produtividade. Infelizmente não há previsão de desembarque do produto no Brasil.

Por William Nascimento


Novo laptop é um dos mais leves do mercado e será apresentado durante a CES 2016

A LG será uma das grandes atrações da CES 2016, um das maiores feiras de tecnologia do mundo, que acontecerá no mês de janeiro. Isso porque é esperado que a empresa sul-coreana disponibilize novos dispositivos portáteis (smartphones, tablets e notebooks), monitores e TVs com novas tecnologias. Um desses produtos deve ser o mais novo integrante da família LG Gram. 

Trata-se de um notebook com 15,6 polegadas, o maior da linha que conta com notebooks de telas de 13,3 e 14 poleadas. Poucos laptops do mercado são tão finos e leves como os oferecidos pela linha da LG. O novo notebook mantém traços parecidos e incorpora muito bem a definição de portabilidade, sem abrir mão do desempenho. O modelo pesa apenas 980 gramas. Para comparação, o MacBook Pro Retina tem tamanho similar e o dobro do peso, enquanto o Dell XPS 15 é ligeiramente mais pesado. Sendo assim, para os que gostam de leveza e precisam de uma máquina bastante portátil, o LG Gram de 15,6 polegadas é uma excelente alternativa.

Devido ao seu tamanho, foi possível inserir um tecado numérico, o que agiliza tarefas no dia-a-dia. O processador utilizado no novo laptop da família LG Gram é o Intel Core i5 e i7 de sexta geração (Skylake). O sistema operacional que equipa a máquina de fábrica é o Windows 10, da Microsoft. A autonomia da bateria do laptop pode chegar até sete horas de uso. Tal número é possível devido ao baixo consumo de energia do hardware, em especial do processador. Além disso, ele conta com uma tela Full HD com painel IPS e conectores USB Type-C e HDMI. Sua espessura é de apenas 1,67 centímetros.

Será possível obter mais informações sobre o novo notebook da LG durante a CES 2016.

Sem dúvida, o novo produto da LG reúne boas características para deixarem os consumidores interessados. Certamente a empresa disponibilizará diversos produtos em seus estandes durante a feira.

Por William Nascimento


Aparelho custa R$ 1.129 e é direcionado para usuários que não exigirão muito do processamento do notebook.

O mercado de PCs está enfrentando queda no número de vendas em 2015. Dados de consultorias de TI mostram que os embarques de desktops e notebooks nunca estão perdendo força. Para contornar isso, diversas fabricantes em todo mundo estão recorrendo a notebooks baratos e com especificações de entrada ou até mesmo intermediárias. Este é o caso da Positivo, que lançou um novo produto para o mercado brasileiro. Trata-se do Stilo Gold XR3500, que tem como principal atrativo o seu acabamento externo em dourado.

O notebook conta com uma tela de 14 polegadas LCD (1366 x 768 HD) com tecnologia LED e com especificações técnicas de um PC de entrada. Por isso, ele é indicado para usuários que não exigirão muito processamento.

Escrever textos, navegar nas redes sociais e assistir vídeos são as principais tarefas que o Stilo Gold XR3500 suporta sem engasgos. Por dentro, o notebook virá com o sistema operacional mais recente da Microsoft, o Windows 10 Home. Seu processador é um Intel Celeron Dual Core, que roda em até 2,25 GHz. Além disso, o modelo conta com 32 GB de memória Flash, possui 2 GB de memória RAM DDR3, conta com conexões Wi-FI, HDMI, USB 2.0 e 3.0, além de possuir webcam integrada. Sua bateria é de 2200 mAh, o que não deve manter o notebook muito tempo longe da tomada. Ele pesa 2,36 kg, apresentando boa mobilidade para os usuários que precisam de um notebook para levar em diversos lugares.

O Stilo Gold traz uma tecnologia bastante interessante, o DTS, que promete processamento de áudio para potencializar a experiência de som do aparelho.

Os usuários que adquirirem o notebook poderão contar com a solução da Microsoft, o OneDrive, para armazenar arquivos, músicas e fotos na nuvem. Assim, é possível acessar qualquer informação em qualquer lugar com conexão à internet.

O notebook da fabricante brasileira já está disponível no mercado nacional por R$ 1.129.

Por William Nascimento


Aparelho possui excelentes configurações e custa R$ 2.999.

Embarcando na tendência de híbridos, a Lenovo anunciou o lançamento de seu novo modelo híbrido, o Yoga 500, no Brasil. O híbrido vem com Windows 10 e processador de quinta geração Intel Core já de fábrica, além de possuir até 1 TB de armazenamento. Sua fabricação será feita completamente no Brasil, especificamente na cidade de Itu, localizada no interior de São Paulo.

O Yoga 500 possui quatro formas de uso: o tradicional notebook, tenda (especial para a reprodução de conteúdos audiovisuais), apresentação (onde o conteúdo é exibido em tela cheia) e o também já muito conhecido tablet. As formas de tenda e apresentação são a novidade do modelo.

A tela é full HD e touchscreen com 14 polegadas de 1920 x 1080pixels. Além disso, o teclado é retroiluminado, outra tendência no mercado de informática observada em vários modelos de destaque como os modelos da Sony, Dell e Acer. A memória RAM varia de acordo com o modelo, podendo ser de 4 GB ou 8 GB, que podem ser expandidas para até 16 GB pelo usuário posteriormente. Idem com a memória interna, que está disponível em modelos de 500 GB até 1 TB.

A capacidade da bateria, ponto crítico de seu antecessor, o Yoga Pro 3, foi aumentada em 50%, o que garante uma boa autonomia de 8h a 9h ao usuário, apesar do alto consumo do processador Skylake instalado no híbrido.

No Brasil ele já está à venda e custa a partir de R$ 2.999,00, que é o preço sugerido pela Lenovo. As cores disponíveis são preto e vermelho.

Os usuários que pretendam comprar um Lenovo podem gostar desse modelo com um bom visual e bom hardware que garantem alto desempenho e ótima experiência de uso com o Windows 10, sistema que é ainda melhor quando utilizado na versão tablet do equipamento. A carcaça do notebook é de material plástico, garantindo mais segurança e menos escorregões acidentais.

Gizele Gavazzi


Aparelho é voltado para uso profissional e custará cerca de US$ 899.

Há alguns dias, a HP anunciou o lançamento do híbrido HP Elite X2 (voltado para empresas), que por ser híbrido, poderá ser usado como tablet e notebook. O modelo estará disponível no mercado a partir de janeiro do ano que vem, nos Estados Unidos, com pré-venda iniciada no último dia 23. Com tela de 12 polegadas (30 cm), protegida com Gorilla Glass 4, Full HD, espessura de 8,1 milímetros e pesando menos de 1 kg, o novo portátil é indicado para uso de profissionais de empresas e pode ser utilizado tanto na posição vertical como na horizontal, devido a um suporte incorporado com 150 graus de ajustamento. Leve, com design slim e moderno, o novo Elite X2 reúne qualidade, sofisticação e praticidade, facilitando a vida do usuário. O aparelho possui processador Intel Core M vPro, 4 ou 8 GB de RAM e tecnologia SSD com até 512GB.

O híbrido vem com uma caneta HP Active, com sensores de pressão, os quais auxiliam no controle das linhas, no momento de uso na tela. Além da caneta, há também opções de dois teclados, o teclado HP Advanced e o HP Travel, os quais apresentam tamanho normal. O primeiro possui um leitor de cartão inteligente, a fim de aumentar a segurança no início da sessão. Já o segundo é mais fino, como um teclado “para viagem”, sem deixar de ser completo. O usuário, assim, pode escolher usar o teclado de sua preferência, como também optar pela caneta, quando estiver viajando ou considera-la mais viável, o que lhe oferece uma maior comodidade.

Além de todas essas características, o híbrido tem bateria de longa duração, portas para a ligação de dispositivos: como a USB Type-C (com suporte para a tecnologia Thunderbolt) e a USB 3.0, bem como conta com suporte para Wi-Fi 802.11ac e Bluetooth 4.0.

No quesito segurança, o Elite X2 vem equipado com recursos como: o HP Sure Start com Proteção Dinâmica, o HP Client Security, TPM e, de forma opcional, um leitor de impressões digitais ou leitor de cartões inteligente, o qual, como já mencionado, vem inserido ao teclado HP Advanced. Todos esses recursos juntos tem por objetivo a proteção do híbrido, assim como dos dados do usuário.

Além do lançamento previsto para janeiro de 2016, nos Estados Unidos, com preços a partir de US$ 899, o aparelho possivelmente estará disponível na Europa, a partir do dia 7 de janeiro, por 999€, com teclado vendido separado, por 159€.

Por Helem Franco


Aparelho que mistura Notebook com Tablet possui boa configuração e custa R$ 1.199.

A fabricante brasileira Positivo anunciou o lançamento de mais um de seus produtos destinados para o mercado nacional. O notebook adota o modelo híbrido ou dois em um, amplamente utilizado por diversas fabricantes atualmente. Ele une a função notebook com tablet, o que auxilia na mobilidade dos usuários.

O Positivo Duo ZX 3060 já está disponível para os consumidores brasileiros. O laptop possui características intermediárias. Ele é indicado para os usuários que precisam de mobilidade, mas que por vezes precisam editar textos ou realizar projetos com um teclado físico.

Seguindo a tendência do Microsoft Surface, o primeiro gadget a implementar com grande apelo o modelo híbrido, a Positivo oferece um teclado bastante confortável para os que escrevem bastante.

O laptop híbrido possui uma tela LED touchscreen de 10,1 polegadas e uma resolução de 1280 x 800 pixels. Há suporte para até 10 toques simultâneos, o que é um número muito bom comparado aos concorrentes. Já o seu processador é um Intel Atom com quatro núcleos. Ele promete desempenhar tarefas cotidianas sem maiores problemas. No entanto, não espere um bom desempenho em tarefas complexas e pesadas que exigem mais do processador, como jogos e edição de vídeos.

O Duo ZX 3060 vem com o sistema operacional mais atual da Microsoft, o Windows 10. Há 2 GB de memória RAM para ajudar no multi-tarefas e 32 GB de armazenamento interno, que pode ser pouco se você utilizar o produto especialmente para trabalho. Isso certamente forçará você a utilizar um cartão MicroSD, periférico ou armazenamento em nuvem. Há ainda uma câmera traseira HD de 2 MP e câmera frontal VGA. Sua conectividade abrange  Wi-Fi iEEE 802.11 b/g/n, portas mini HDMI, micro USB, USB 2.0, Bluetooth 4.0 e o sensor de acelerômetro.

Além de todas essas características, o laptop híbrido da Positivo oferece gratuitamente e por tempo ilimitado o Pacote Office Mobile Apps, que inclui o programas Microsoft Word, Excel, PowerPoint e o OneNote. O Duo ZX 3060 está disponível na cor branca por R$ 1.199.

Por William Nascimento


Notebook posso excelentes configurações e promete agradar gamers e profissionais que precisam de uma máquina de alta performance. Preço do notebook deverá chegar a R$ 15 mil.

A HP lançou o seu novo notebook de alta performance. O gadget foi desenvolvido visando profissionais para os quais se faz necessário um alto investimento para aquisição de configurações top de linha mundiais.

É possível escolher entre cinco sistemas operacionais na compra do ZBook Studio: Windows 7 Professional, Windows 8.1 Pro, Windows 10 Home, Ubuntu Linux e FreeDOS 2.0. O processador preferencial é o Intel Xeon Core i7 quad-core, mas ele também pode ser adquirido com i7 ou i5 dual-core. Para completar o desempenho, o notebook possui chipset Mobile Intel QM 87, memória RAM de 32 GB e opções de placas de vídeo NVidia DDR5 de 1 GB ou 2 GB de memória RAM dedicada. A alternativa a qualquer placa NVidia é a AMD FirePro.

O portátil pode vir em versões com tela de 1920×1080 pixels ou 3200×1800 pixels de resolução 4K, todas de LED e antirreflexo com 15,6 polegadas.

Para todos as modelos, as entradas de série para conectividade são sete, entre elas três portas USB 3.0 e uma 2.0, além de uma entrada VGA e uma saída para fone de ouvido. A webcam HD de 720 pixels também é de série. Assim como o teclado resistente a respingos e com iluminação auxiliar.

A bateria tem autonomia para até 11 horas de uso constante.

A estreia no varejo dos Estados Unidos será no próximo mês, custando a partir de U$$ 1.699, cerca de R$ 6.440. Ainda não foi divulgada uma data para chegada no Brasil, mas provavelmente será no primeiro semestre do próximo ano e o valor deverá ficar entre R$ 8 mil e R$ 15 mil, faixa de preço dos aparelhos equivalentes de Dell, Apple, Microsoft e Samsung.

Mesmo destinado a gamers, engenheiros, designers e todo tipo de profissional que necessita de um notebook potente, a compra da workstation estará diponível para qualquer consumidor. Porém, não recomenda-se gastar milhares de reais em um aparelho cujo uso doméstico não explorará nem 30% da capacidade. Além de existir muitas outras opções domésticas de até R$ 2 mil com bom desempenho doméstico.

Bruno Klein


Que da na venda nos aparelhos coloca em cheque a sua permanência no mercado. Será que Netbooks e Tablets irão desaparecer do mercado?

Há anos atrás, era dito que os Netbooks, versões mais simples, leves e compactas dos Notebooks, iriam tomar conta desse mercado. A imprensa anunciava um possível fim dos ''Notes'' graças a entrada fortíssima dos ''Nets'', na época.

Até mesmo especialistas diziam que essa era a tendência, principalmente pelo tamanho. Erraram todos. Com o lançamento do iPad pela Apple e sua popularização (ao menos destaque ganho na mídia), a nova tendência do mercado de computadores portáteis, passou a ser os Tablets.

Naquele momento, a conversa já era completamente diferente: Os tablets tomaram o lugar dos Netbooks, que devem ter seu fim decretado em breve. Realmente aconteceu, hoje existem pouquíssimos Netbooks disponíveis no mercado, a maior parte importado ou de marcas alternativas/pouco conhecidas do grande público. Os tablets também fizeram muito sucesso pela possibilidade de leitura, uma experiência infinitamente melhor neles do que em Nets, Notes ou Pcs.

Porém, uma pesquisa divulgada recentemente pelo famoso instituto Gartner mostra que o interesse do público, ao menos no Brasil, Estados Unidos, Reino Unido, França, China e índia, é mínimo. A pesquisa mostra que, para o próximo ano, apenas 17% dos consumidores entrevistados possuem interesse em adquirir um tablet.

Para o instituto, essa queda brusca no interesse do consumidor ocorre devido ao crescimento cada vez mais veloz do mercado de smartphones, que vem crescendo em vendas e configurações de hardware numa velocidade alucinante nos últimos anos.

Observamos que todos os anos novos celulares são lançados com configurações ainda melhores. E esse aumento na qualidade vem suprimindo a necessidade da compra de um tablet.

Porém, vale a ressalva de que nos Estados Unidos, 2/3 terços da população possui um Tablet e não pretende comprar um novo no ano de 2017. O cenário talvez seja reflexo também do mercado dos tablets, bem menos acelerado que o dos smartphones, embora também conte com constantes novos lançamentos.

Por Gabriel Mazzo





CONTINUE NAVEGANDO: