Fuze Tomahawk F1- Console chinês imita o PS4 e Xbox One



  

O console que é uma inusitada mistura de Playstation 4 com o Xbox One que conseguiu chamar a atenção pela semelhança deve custar pouco mais de R$400

Um videogame chinês está dando o que falar devido a sua semelhança ao Playstation 4. O console apresenta a sua interface muito parecida no menu e na sua loja (comparada a Playstation Network).

O videogame tem a sua fabricação feita através da companhia Fuze Entertainment. Segundo informações, o mesmo deverá ser comercializado no mercado pelo preço de R$ 480, o que é bem abaixo do praticado pelo console da Sony.

O produto tem como sistema operacional o Android e recebe o nome de Fuze Tomahawk F1. A previsão do seu lançamento é o mês de junho deste ano de 2016. As semelhanças do console são, no geral, como é o caso do design, referentes ao PS4, mas o seu controle já é tido como uma cópia do Xbox One.

Ainda no quesito de visual, o Tomahwak F1 é diferenciado do Playstation 4 apenas por uma linha lisa que fica situada na diagonal e segue até a parte superior do console chinês. Fora esse mísero detalhe, ambos são a “cara de um e fucinho de outro” no seu visual.

As configurações





Nesse âmbito, o videogame chinês contará com 500 GB em seu armazenamento interno e um processador de 4 GHz. O console deverá funcionar frente a maioria dos jogos que foram desenvolvidos para a plataforma do sistema Android. Ainda são poucos os detalhes referentes à configuração e especificidades do videogame.
Por enquanto, podemos falar que jogos importantes do cenários que vão rodar no Fuze Tomahawk F1 são Red Ash – The Indelible Legend, BlazBlue – Chrono Phantasma Extend, Hawken e o renomado Assassin’s Creed Chronicles.

Próxima geração de consoles longe da realidade?

Muitos dizem que uma próxima geração dos consoles, principalmente do Playstation 4, está longe de acontecer. Isso acontece, devido ao fato que muitos apostam que as empresas começarão a visar o mercado do streaming de games em televisores cada vez mais modernos.

A coisa pode acontecer da mesma maneira como ocorreu com o streaming de filmes e séries, quando, no início, somente algumas empresas ofereciam seus serviços com um catálogo diminuto e um preço baixo. Porém, depois de um tempo, empresas, como o Netflix, subiram um pouco os preços, mas também ofereceram uma gama maior de conteúdo.

OSCAR ARIEL COLAÇO



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *