Apple – Quais as Diferenças para as Outras Marcas



  

Comunicação utilizada pela Apple em propagandas é diferente da utilizada por outras empresas.

Muitas marcas tendem a passar a informação sobre seus produtos de forma simples, sem que isso cause uma inspiração no seu cliente para que ele venha a comprar os produtos da companhia da maneira que se espera. Muito dinheiro é investido pelas empresas dos mais diversos segmentos, nas campanhas publicitárias, porém, a Apple é incontestavelmente a que obtém os melhores resultados através desta ferramenta.

Para perceber a eficiência publicitária da marca da maçã mordida, basta analisar os noticiários logo após o anúncio do lançamento de um novo produto da Apple. Filas e filas são formadas por “Applemaníacos” que tem como desejo serem os primeiros a adquirir o produto, não importando o preço que tenham que pagar por ele.

O que difere duas marcas do mesmo setor, então, pode ser melhor compreendido pela forma que cada uma se comunica com seus clientes. Por exemplo, um resumo de um anúncio clássico de empresas de computadores seria: “nós vendemos computadores, eles possuem as melhores configurações que a tecnologia presente pode fornecer, adquira um de nossos computadores”. Claramente percebemos que a informação é transmitida de uma forma que não traz ao consumidor nenhuma inovação ou diferenciação publicitária tão convidativa.

Agora se você analisar as propagandas da Apple você perceberá o padrão que promove a diferenciação na hora de se comunicar com o cliente. Para exemplificar melhor a ideia acompanhe um exemplo: “Nós desafiamos você a pensar de uma forma diferente, trazendo para você produtos com um design detalhadamente planejado e simples de ser utilizado, o que os qualifica como ótimos computadores, você quer comprar um?”.





Esse padrão consiste em mostrar ao cliente, primeiramente, o porquê a empresa desenvolve o produto, depois como o produto é desenvolvido e por último eles anunciam o que estão vendendo.

Com isso a Apple consegue se diferenciar de todas as outras marcas concorrentes, tornando o anúncio muito mais inspirador, cativando não apenas compradores, mas também criando fiéis seguidores da marca.

Por Igor Furraer



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *