Aparelhos eletrônicos tornam a memória das pessoas mais lenta



  

Pesquisa revelou que a exacerbada utilização de dispositivos eletrônicos está tornando o raciocínio e o senso crítico das pessoas mais lentos, além de afetar a memória.

Dispositivos eletrônicos estão acabando com a memória das pessoas. É o que diz pesquisa realizada pela Kapersky Lab.

De acordo com o estudo, os dispositivos tecnológicos estão afetando, tornando a memória das pessoas mais lenta. O constate uso de tais mecanismos para, por exemplo, fazer buscas na internet, impede o sujeito de elaborar melhor sua memória.

Maria Wimber, pesquisadora inglesa, disse que esse hábito é prejudicial a longo prazo. Nos tempos atuais, com a facilidade da tecnologia e a necessidade de informação, as pessoas estão usando cada vez mais os aplicativos e dispositivos eletrônicos. A pesquisa, no entanto, foi feita com 6 mil pessoas de 8 países.

A maioria dos participantes do estudo mostrou problemas para saber os números dos telefones, uma vez que esses já estão gravados em seus celulares. Esse contratempo, caro leitor, tem até nome: amnésia digital. As pessoas ficam distraídas e com dificuldades de concentração.





Maria Wimber também fala que esse costume pode tornar nosso raciocínio e senso crítico mais lentos, pois o sujeito vai, aos poucos, perdendo sua autonomia. Vale dizer que os dispositivos, quando bem usados, são ferramentas relevantes e boas. O problema está no exagero desse uso. A pesquisa também apontou que quase todas as pessoas entrevistadas no estudo possuem o hábito de consultar os dispositivos eletrônicos quando querem saber ou lembrar algo, como um número de telefone.

Pois bem, a capacidade de memória do cérebro diminui, de acordo com o Kapersky. Para evitar isso, as pessoas podem tentar aprender os dados e memorizar tudo na cabeça. Os aplicativos são de suma relevância para a prática da vida atual. Pois bem, cabe ao sujeito lidar com isso da forma mais saudável possível e buscar condutas que possam, por assim dizer, ampliar o poder da memória. A pesquisa alerta sobre o problema da amnésia digital.

Por Madson Lima de Oliveira

Aparelhos eletrônicos

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *