Velocidade média da internet no Brasil é de 3,6Mbps



  

Relatório State of the Internet mostrou que a media global de velocidade da internet é de 5Mbps, porém a média do Brasil ficou em 3,6Mbps.

O site Exame.com teve acesso a um relatório trimestral da Akamai, que mostra dados das velocidades médias da internet em diversos países. O relatório é chamado de State of the Internet e mostra que a média global de velocidade da internet é de 5Mbps.

A notícia ruim é que a média do Brasil é de 3,6Mbps, o que lhe dá a 90º posição no ranking mundial e representa um índice de 28% abaixo da média mundial – houve uma melhora na nossa média global – ano passado foi de 2,9Mbps. Nossos vizinhos Argentina e Uruguai têm surpreendentes 4,7Mbps e 5,9Mbps, respectivamente.

A Akamai considera internet “banda larga” 25 Mbps, isso significa que, em um primeiro momento, nenhum país oferece banda larga até o momento, quem chega bem perto é a Coreia do Sul, com 23,1 Mbps.

Mas, considerando os picos de velocidade, o Brasil subiu no ranking, de 82º para 80º lugar. No ano passado eram registrados 20Mbps e neste ano, no mesmo período, registrou-se 27Mbps. O maior pico ficou com o Uruguai, com 47,7Mbps e a 33ª colocação. Em picos de velocidade a média mundial é de 32,5 Mbps.

Como se chegou a esses dados:

O estudo tomou como base os dispositivos que são responsáveis por 30% do fluxo mundial e que se conectaram a 140 mil servidores da Akamai, em 242 países. É importante observar que não foram consideradas as conexões móveis.





Quais são os países com as melhores médias?

Os três primeiros lugares ficam cm Coreia do Sul, Hong Kong e Japão, com  23,1 Mbps, 17 Mbps e 16,4 Mbps,  respectivamente.

Os três países vêm seguidos por  Suécia  com 16,1 Mbps, Suíça com 15,6 Mbps,  Países Baixos  com 15,6 Mbps, Noruega com 14,3 Mbps, Letônia com  14,2 Mbps, Finlândia com 14  e República Tcheca com  13,9 Mbps.

Sobre a Akamai:

A Akamai é uma empresa de internet americana, com sede em Cambridge. Tem entre seus serviços o armazenamento de imagens e vídeos e atende sites de grande porte como Facebook, Netflix e outros. É também monitora global de tráfego de dados e distribui tecnologias para videos em streaming.

Por Elia Macedo

Internet



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *