Como resolver o problema da tela azul no Windows



  

Muitos usuários assustam quando o Windows trava e exibe a famosa "tela azul da morte". Esse problema acontece por causa de algum problema no hardware ou software e o sistema operacional desliga para tentar recuperar os arquivos guardados nele.

A primeira coisa que o usuário precisa fazer é mudar alterações usando a ferramenta de restauração do sistema. Também há a opção de usar a central de ações do Windows para verificar o relatório criado pelo sistema quando ocorrem falhas de software ou hardware. Normalmente o Windows Update pode ter atualizações recentes da Microsoft que precisam ser iniciadas.

Outra forma de rever esse problema é verificar os drivers. Caso tenha instalado um dispositivo de hardware, é necessário verificar se o driver é o mais recente. O usuário também pode iniciar o computador no modo de segurança. Se o PC tiver apenas um sistema operacional instalado, pressione a tecla F8 repetidamente enquanto a máquina reinicia o sistema.

É importante o usuário verificar o disco rígido e a memória do computador, já que um desses dois podem causar problemas ao computador e fazer aparecer a tela azul.

Existem outras alternativas também, só que estas que serão tratadas aqui são mais difíceis de serem resolvidas. A primeira é o uso do reparo de inicialização para detectar e corrigir problemas que possam impedir que o Windows inicie. O recurso inicia automaticamente se forem detectados problemas, mas também pode ser executado manualmente.





Outra forma, ainda complexa, é a restauração do computador usando um backup de imagem. Remova CDs e DVDs do computador e reinicie a máquina apertando repetidamente o F8. Vá até a tela de opções de inicialização avançadas, escolha “Reparar” o computador.

Outra alternativa é a reinstalação do Windows. Essa é a opção mais drástica, tentativa usada para o último caso. A nova formatação pode ser feita com pen drive USB ou CD de instalação do software.

Por Carolina Miranda

Foto: divulgação



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *