Saiba como aumentar a velocidade da sua internet



  

Tem alguns momentos que parece que a internet está mais lenta que o normal e muitas vezes deixando o usuário impossibilitado de usar a sua rede por completa. Contudo, existem algumas dicas que podem mudar essa situação e deixar a internet mais veloz. Para fazer isso, alguns programas fazem esse trabalho e prometem melhorar a velocidade da conexão.

Primeiramente, o usuário precisa fazer um teste para saber se a internet está normal ou lenta, para saber como anda a conexão, o internauta pode fazer uma avaliação aqui http://www.speedtest.net/. Acontece é que com o tempo a navegação vai ficando comprometida por causa de arquivos temporários que o próprio computador vai salvando e não descarta, forçando o próprio usuário a fazer isso manualmente.

Para fazer esta limpeza, o internauta pode acessar as configurações do navegador e jogar no lixo endereços da web que foram visitados (que se encontra no “Histórico”) e até mesmo o cache que guarda diversas informações que aceleram momentaneamente o carregamento das páginas. O programa mais conhecido para realizar este trabalho é o CCleaner.

Caso o usuário perceba pelo teste que sua internet está abaixo do previsto, ele pode baixar os programas Netspeeder e o Download Accelerator Plus que melhoram a conexão. O que acontece é que a navegação pode estar recebendo instabilidades, que podem ser contornadas por esses programas citados. Esses aplicativos fazem pequenas alterações no navegador, como compressão de imagens e do código HTML das páginas.

Alguns internautas têm mais problemas com a visualização de vídeos. Para isso, os programas Speedbit Video Accelerator e Bywifi Video Streaming Downloader atuam como auxiliares no carregamento de vídeos.





Caso os downloads sejam os causadores da lentidão da internet, existem os softwares Orbit Downloader e o Download Accelerator Plus que funcionam como divisores de arquivo em diversas partes, o que pode ajudar a aumentar a velocidade dos downloads.

Depois desses procedimentos, o usuário pode voltar no medidor de velocidade de internet e avaliar se houve uma melhora da conexão. Lembrando que o internauta precisa incluir nesse parâmetro a rotina de uso, velocidade real de conexão e o hardware da máquina.

Por Carolina Miranda

Foto: divulgação



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *