Sony Vaio Fit 11A tem problema grave na bateria e pode pegar fogo



  

Usuários que possuem o notebook Vaio Fit 11A, da Sony, precisam ficar em alerta. A marca emitiu um comunicado de emergência alertando que o equipamento corre um grande risco de pegar fogo. Cerca de 25 mil usuários do aparelho híbrido possui um problema grave na bateria que pode fazer o gadget pegar fogo. A companhia informa em seu comunicado que os usuários precisam parar de usar o computador imediatamente. A fabricante contatou os compradores para informar sobre a troca dos produtos defeituosos.

O caso é um acontecimento raro, pois na última década esse tipo de problema quase não acontecia. Há mais de 10 anos os casos eram maiores, só que hoje em dia a segurança dos computadores tende a ser melhor. Há outros casos isolados de recalls por causa da bateria nesses últimos anos, como é o exemplo da Lenovo que, no início deste ano teve a mesma falha na linha ThinkPad com o risco de queimar. O alerta apareceu primeiramente no site de tecnologia The Verge, que recebeu o comunicado da Sony para que os usuários que possuem o híbrido parem de usá-lo e o levem para a troca necessária. “A segurança de nossos consumidores é de maior importância, e por isso estamos aconselhando quem teve modelos afetados a desligar a unidade e não usá-la mais”, diz a Sony.

Esta turbulência acontece em meio a mudanças que a Sony está passando. A marca está em um processo de transição, em que está em momentos finais de vender a sua divisão de computadores para um fundo de investimentos japonês. Os modelos Vaio Fit 11A estão espalhados por várias partes do mundo e, a representação da empresa no Reino Unido, por exemplo, também já emitiu um outro alerta recomendando que os usuários confiram seus aparelhos pelo número de série e, por esse código saber se o notebook correndo o risco de ter o problema ou não. Caso afirmativo, a empresa está tomando as providências a serem tomadas com os usuários. 





Por Carolina Miranda

Sony Vaio Fit 11A

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *