Google Drive pode ser utilizado em modo offline



  

O Google Drive nasceu com o objetivo de auxiliar os usuários na criação de textos, desenhos, planilhas e apresentações online. O que muitos não sabem é que o dispositivo pode funcionar também no modo off-line, ou seja, sem conexão com a internet. Essa opção leva a confirmação de que o Google quer ter uma outra alternativa para o pacote Microsoft Office e valorizando os Chromebooks.

Para usar o Google Drive off-line é preciso ativar o Google Chrome como navegador. No quadro de inserção de endereços, digite drive.google.com e clique em ‘Mais’ no menu à esquerda. Depois em ‘offline’. Aperte em ‘Obter aplicativo’ para baixar o dispositivo Google Chrome. Uma janela pop-up vai abrir para confirmar a instalação. Depois disso, é preciso clicar em ‘Ativar offline’. O sistema irá sincronizar todos os documentos no computador para off-line. Enquanto isso, o usuário tem que aguardar a conclusão do processo. O progresso pode ser acompanhado na linha acima da lista de arquivos.

O Google Drive, após s sincronização, irá criar uma seção chamada ‘Offline’, que nada mais é que uma interface que reúne todos os documentos que são compatíveis com o aplicativo desconectado. O usuário pode verificar isso na tela, em que estarão todos os itens disponíveis para acesso sem necessidade de uma conexão à internet. O Drive no modo off-line pode ser acessado no espaço de aplicativos do Chrome.

Depois de realizar esse processo, o usuário poderá criar, visualizar e editar planilhas, documentos e outros recursos no modo off-line. As planilhas off-line, porém só vão funcionar com a versão mais recente do aplicativo. Compartilhar, fazer download e imprimir só poderão ser feitas em modo online.

O usuário poderá trabalhar no modo off-line usando as disponibilidades que o serviço oferece. Quando estiver conectado, as mudanças e criações feitas serão sincronizadas com a versão guardada nos servidores do Google.





Os sistemas operacionais Android e iOS ainda não tem disponibilização para edição de arquivos em off-line, mas os arquivos disponíveis poderão ser visualizados e ter modificações sincronizadas do mesmo jeito.

Por Carolina Miranda

Google Drive

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *