Rumores de que a Microsoft pretende atuar em outros segmentos da tecnologia



  

A marca Microsoft quer ampliar seus serviços de tecnologia. A empresa quer fazer com que o seu sistema operacional Windows seja um programa que atenda também o funcionamento de robôs, canecas inteligentes e até mesmo ursos de pelúcia. O comunicado aconteceu de forma acidental em um dos sites que a empresa sustenta. A Microsoft pretende fazer o anúncio oficial desse novo investimento em outros segmentos nesta semana, entre os dias 2 e 4 de abril, na Conferência para Desenvolvedores Build 2014, em São Francisco, nos Estados Unidos.

Na manhã desta quarta-feira, um dos sites da Microsoft, o portal Windows on Devices publicou um texto contendo algumas informações sobre a pretensão da marca sobre a ampliação de desenvolvimento em outros ramos, porém o comunicado foi retirado do ar longo em seguida.

Algumas instituições de ensino estão usando um hardware da Microsoft para a graduação de engenharia e a companhia pretende agora usar esse mesmo dispositivo – o chip Galileo da Intel – para sua nova empreitada.

Esse chip será analisado e reformulado para o lançamento de um kit de desenvolvimento nos próximos meses, com o objetivo de realizar atualizações regulares para ativação de suporte para serviços de nuvem e outras ferramentas que a Microsoft quer trabalhar. O site em que o comunicado apareceu sem querer – windowsdevices.com – agora não consegue ser acessado, redirecionando o usuário para um portal do Windows Azure.

Há alguns rumores que a Microsoft também pretende entrar no mundo de alta tecnologia. Ainda não se tem certeza se o “Windows on Devices” será alimentado para trabalhar em equipamentos como o smart watches ou os óculos inteligentes como o Google Glass. O seu concorrente Google investe em novas tecnologias, em relógios compostos com programas de celular e óculos tecnológicos e o boato é de que a Microsoft planeja entrar nesse segmento também.





A marca do sistema Windows aparece querendo desenvolver novas tecnologias após o Google revelar planos para o Android Wear, um sistema para aparelhos vestíveis. 

Por Carolina Miranda

Microsoft

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *