ChocaByte faz impressões de chocolate



  

Uma “impressora” de chocolates foi apresentada este ano na CES 2014, um equipamento compacto parecido com uma cafeteira. A chamada ChocaByte é um estilo mesmo de uma impressora de 3D, só que ao invés de sair papel, para alegria de quase todos ela imprime chocolates. O gadget, um produto bastante tecnológico, começou a ser vendido na Austrália e o preço dela, além do trabalho que ela faz, é bem atraente: por apenas US$ 100 pode-se adquirir o aparelho. Convertendo para o real, a média de preço fica entre os R$ 230, sem impostos.

A utilização da ChocaByte é simples e não há dificuldades para a “fabricação” dos chocolates. Ela é reconhecida como um produto semelhante a eletroportáteis vendidos por aí. Qualquer um pode usar e pode ser colocado em um cantinho do balcão da cozinha, sem ocupação de muito espaço. E, por ser de fácil manuseio, ninguém precisa de conhecimentos de softwares específicos para ser guiar o aparelho. O que, mesmo sendo nomeada como uma “impressora”, o equipamento não é de difícil utilização como várias impressoras 3D existentes no mercado.

E as barras de chocolates que a ChocaByte consegue imprimir também não são nada mal. O equipamento é pequeno, mas as barras podem medir 5 cm de altura e largura, por 2,5 cm de espessura. Uma especificação do site oficial do produto diz “basta aquecer o cartucho de chocolate no microondas ou água quente e, em seguida, colocá-lo na impressora e pressionar ‘Start’. Uma impressão de chocolate duro é feia em menos de 10 minutos, pronta para consumir imediatamente”, explica.

De equivalência a impressora, os cartuchos de chocolate também são baratos, podem ser encontrado na Austrália por US$ 10 (na média de R$ 23). O usuário também tem a opção de criar barras de chocolates de outros formatos de sua preferência e, para isso, basta baixar outros modelos de impressão gratuitos disponíveis na internet e colocar a ChocaByte para trabalhar naquele projeto diferenciado de barras de chocolates.





Por enquanto, somente o país da Austrália, mais especificamente na cidade de Sydney o ChocaByte está disponível e, mesmo assim, somente para 500 pessoas de lá. Contudo, para a nossa alegria, o produto deverá chegar a vários mercados no prazo de 1 a 3 meses. 

Por Carolina Miranda

ChocaByte

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *