Vale a pena ter um notebook touchscreen?



  

Depois dos netbooks, os notebooks sofreram algumas inovações, dentre elas, a tela touchscreen. Mas será que realmente compensa?
Possuindo o mesmo sistema operacional do notebook tradicional, a única diferença se encontra de fato na tal tela, que é a mesma conhecida nos celulares e outros aparelhos eletrônicos como tablets e etc. O único problema, além do preço que é um pouco superior do que os tradicionais, é a sensibilidade do aparelho. Tal qual celulares e outras coisas, eles são mais sensíveis, estrangando o touch com facilidade quando se tem quedas acidentais e outras coisas. Mas de resto, o funcionamento é bom, como no tradicional.
Ou seja, se você for um tanto quanto descuidado e tem consciêcia disso, eu não recomendaria você a adquirir o tal notebook.
Mas se você for cuidadoso e sabe que adquirir o mesmo não te trará muitos problemas futuros, vai em frente. Ele até facilita em algumas coisas, como edição de vídeos e de quebra, se você tiver imaginação, pode até brincar de Batman ou Tony Stark – Homem de Ferro –  ( aqueles super heróis que tem tecnologia super avançada em suas residências, entre elas, computadores touchscreen que servem para pesquisas ultra-secretas) e, claro, jogar games que façam uso dessa tecnologia.
Então, no mínimo, ao adquirir o item, você irá se divertir.
O notebook também é bom se você precisa editar ou escrever muito, se tem a facilidade disso, e a vantagem de ter um teclado normal, ou seja, você não vai ter problemas com as letras miúdas que sempre te fazem errar, como no celular.
Se você curte jogar RPG’s, a tela touch não irá te ajudar em nada, provavelmente que só ira te atrapalhar, então, se você quiser adquirir a espécie só por conta disso, não seria uma boa ideia
.
Enfim, o notebook com tela touch tem prós e contras. Cabe a você ver o que acha melhor, adquiri-lo ou não, levando em consideração os itens listados e aqueles não ditos que você julgue importante, como a higiene do produto, entre outros. 





Mariana Caetano. 



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *