Vendas de tablets no Brasil



  

 “O Brasil ainda é um mercado em ascensão para os tablets”, é o que afirma Pedro Hagge, analista do IDC, responsável pela pesquisa que listou os computadores pessoais mais vendidos no país. Para comprovar, o estudo do instituto revelou que a venda desses dispositivos ultrapassaram as de desktops e ocuparam o segundo lugar na lista. São 35% de participação no mercado, perdendo apenas para os notebooks. De todos os pesquisados, 95% possuem Android, e os mais vendidos foram os mais baratos, de valor até R$ 500.

Acredita-se que o Brasil ainda está sensível ao preço. Mas isso não é motivo para não ter expectativas, muito pelo contrário, para o ano de 2013 espera-se que o aumento seja de 120% do que o registrado em 2012. Só no primeiro trimestre deste ano, a projeção era de 5,9 milhões de unidades para os 12 meses.





O analista do IDC também revela que esse é um bom momento para a Microsoft entrar no mercado com o Windows para acelerar a adoção desses dispositivos pelas empresas. A ideia seria que o tablet torna-se um item de trabalho tanto remoto quanto no próprio escritório.

Por Jaime Pargan



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *